John Marston, personagem principal de Red Dead Redemption, é um tipo de homem que não existe mais – para o bem e para o mal. O típico lobo solitário que vive pelas suas próprias regras até que se vê forçado a “entrar na linha” para proteger sua família. A típica história do anti-herói que vive entre o passado negro e um futuro incerto, basicamente a premissa de quase todos os filmes de cowboy que existem. Além disso tudo, o personagem ainda se vê sendo passado para trás, o tempo mudando, as regras mudando e sua natureza não acompanhando. Marston é um ótimo personagem.

Para realçar as nuances, paradoxos e tristeza da história, Red Dead Redemption carrega uma das mais belas trilhas sonoras de videogames, fugindo dos temas épicos dos “spaguetti western” eternizados por músicos como Ennio Morricone (Três Homens em Conflito, Por uns Dólares a Mais) e Carlo Savina (Ringo and His Golden Pistol), e partindo para uma melodia mais minimalista, representando a solidão e vastidão do oeste norte-americano.

Escute outras Mixloadrs:
[Mixloadr] Mother Brain
[Mixloadr] PaRappa’s Delight

O que fiz nessa minha playlist não foi seguir à risca a fórmula de Red Dead Redemption – eu dificilmente conseguiria tocar o espírito “lobo solitário” tão bem quanto os compositores do jogo -, mas parti para trazer de volta um pouco dos filmes de cowboys ao tema do título.

Dividi a Mixloadr Country Redemption em duas: a primeira representando o começo de Red Dead Redemption nos Estados Unidos, começando em um tom mais contemplativo e elevando o clima gradativamente de acordo com os acontecimentos do jogo; já a segunda parte é mais focada em temas mexicanos e nela começa a queda do ritmo, voltando ao contemplativo e belo final do título.