Uma das grandes virtudes de quem trabalha com jogos é a paciência. Afinal, como todo processo iterativo, o desenvolvimento de games envolve testes constantes, alterações frequentes e becos sem saída, que muitas vezes resultam em trabalho jogado fora. Há quem se desespere com erros aparentemente insolucionáveis no código ou com a quantidade de bugs a serem resolvidos, mas há também quem converta esses problemas inevitáveis e potencialmente hilários em divulgação inteligente.

E se GIFs são um combustível para redes sociais, por que não compartilhar bugs, implementações de features mal sucedidas e experimentos inusitados com o público? Essa tática (às vezes sequer vista como uma estratégia de marketing per se, mas apenas uma maneira de deixar o próprio desenvolvimento mais divertido) tem sido bem aproveitada por inúmeros gamedevs no Twitter.

O game designer de Totally Accurate Battle Simulator, Wilhelm Nylund, tem a seu favor o fato de que seu jogo, com bug ou não, já é bastante engraçado.

O desenvolvedor de Dead Static Drive, Mike Black, injetou realismo em seu jogo das maneiras mais inusitadas.

A programadora da Samurai Punk Co., Darcy Sandall, está fazendo tudo direitinho.

É bom que o criador de Mugsters, Riku Tamminen, deixe a física de seu jogo exatamente como está.

Punches Bears, que trabalha em Wreckoons, sabe bem porque guaxinims são tão adorados quanto gatos na internet.


O criador de Manifold Garden, William Chyr, bem que poderia transformar esse bug numa feature.

@perplamps, um dos criadores do fofo Ooblets, acidentalmente recriou as dinâmicas de encontros marcados via Tinder

A artista 3D @KatieBlueprint diz que seu colega James é o responsável pelo bug em Billy Burst Up. Se fosse eu, assumiria a culpa (e transformaria numa habilidade).

A Prospect Games mostra na prática que programar câmeras em jogos de plataforma, como em seu simpático Unbox: Newbie’s Adventure, é mais difícil do que parece.

Kevin Cancienne, criador do simulador de vida canina Home Free, é um desenvolvedor tão bom que, na falta de bugs em seu jogo, precisou inventar um.

O Dinart, metade da paraibana Ninja Garage, quer matar os jogadores de Massive Madness do coração.

Os desenvolvedores por trás de SKTBRD prometem fazer o simulador mais realista de skate já criado. Pode perguntar para quem pratica o esporte, é exatamente assim que acontece.

O Sosowski registrou a luta para fazer a bicicleta de Mosh Pit Simulator funcionar como no mundo real. Que bom que ele conseguiu!

 

Veja também:
Ajudamos você a superar o calor com uma refrescante seleção de fases de gelo
– Como a gratuidade de game engines borrou os limites entre o desenvolvimento de jogos indie e AAA

  • Lucas Paiva

    AHAHAHA SOCORRO, QUE LISTA MARAVILHOSA!

  • Rubens Mateus Padoveze

    kkkkk

  • Rick do céu! Transforma isso em um artigo mensal!