Quanto mais alto, maior a queda. Companhias de games deveriam pensar nisso ao criar hype para seus jogos, ou eles podem acabar em listas como esta. Todos estes títulos eram amplamente esperados, e embora não sejam necessariamente ruins, de uma forma ou de outra falharam em corresponder às expectativas.

Um deles, porém, foi especialmente decepcionante para todos nós.

Acompanhe também as outras categorias do Prêmio Overloadr:
Melhor Narrativa de 2014
Melhor Trilha Sonora de 2014
Jogo Mais Bonito de 2014
Melhor Experiência Multiplayer de 2014
Jogo mais Estranho de 2014

Nossos indicados são:

Broken AgeMetal Gear Solid: Ground ZeroesDestinyAssassin's Creed Unity

Broken Age
Metal Gear Solid: Ground Zeroes
Destiny – Análise e Ao vivo (íntegra)
Assassin’s Creed Unity – Análise e Shuffle

E o vencedor (?) é:

  • Guilherme

    obrigado pela piada com schrodinger

  • Ale :)

    Ground Zeroes não me decepcionou em nada…. Quem jogou o Peace Walker chorou naquilo.

    • Eu joguei Peace Walker, me comovi com o final de Ground Zeroes mas… me decepcionei sim com a falta de conteúdo, mesmo sabendo o que esperar.

      Entendo os motivos de Ground Zeroes existir, entendo pressões de uma Konami para tentar capitalizar em cima de um produto “pequeno” e não critico a konami nem o Kojima por seu lançamento. Mas ainda assim, me decepcionei com o fato dele ser tão curto. :-

      • Ale :)

        Eu tinha lido sobre ser um prologo e sobre terminar em poucos mins, ai já sabia meio o que esperar, e talvez tenha relevado muita coisa tbm.

    • Heitor De Paola

      Eu joguei Peace Walker (e gostei) e achei os eventos de Ground Zeroes terríveis. Extremamente corrido, para variar quase toda informação ocorre em diálogos expositivos (uma forma muito pobre de narrativa) e acabei não dando a mínima para os destinos de Chico e Paz.

      • Ale :)

        Entendo, eu acredito que eu tenha relevado muita coisa, já que eu joguei exatamente em seguida sas minhas 60 horas no Peace Walker. Tentei imaginar como um evento de algumas de 90 minutos mesmo, que foi exatamente o que eu levei pra terminar e acabou que eu gostei, mas devo concordar que a narrativa, forte da série, foi mais fraca do que o resto.

  • Paulo Zambarda de Araujo

    Como um mmo, Destiny receberá expansões e revisões para alinhar as expectativas de seus jogadores com a visão de seus desenvolvedores, ou morrerá no tentando.

    Nisso, eu pergunto: Há possibilidade de reavaliação (e quem sabe, redenção) para este título em um futuro próximo?

    Segue um link para ilustrar a questão – http://www.polygon.com/2013/1/24/3728326/guild-wars-2-review-second-coming

    • Heitor De Paola

      Eu não sei se faríamos um novo review. Comentaríamos de uma forma ou de outra as novidades que surgisse e assim por diante. Mas eu, pessoalmente, não acho que a “reavaliação” faz muito sentido. Até porque a avaliação original não é muito procurada poucas semanas após o lançamento de um jogo.

  • Renato

    Acho que Watch Dogs também foi bem decepcionante,imaginava um GTA só que cyberpunk mas foi bem mais raso que isso.

    • Pelo que eu vi de Destiny e de Watch Dogs, me decepcionei bem mais com WD….

  • Continuo jogando Destiny até hoje e me divirto horrores. O jogo trouxe uma das melhores – quicá a melhor – experiência online deste ano. Completar Raid com os amigos é sem igual. Requer planejamento, trabalho em equipe e muita dedicação. São momentos de muita alegria. Sério mesmo.

    Sim, algumas decisões da Bungie não fazem sentido algum, principalmente com relação ao upgrade de itens exóticos após o lançamento da primeira expansão. Mas ainda assim o jogo é extremamente gostoso de se jogar com os amigos.

    Se vocês estavam esperando por um jogo que iria revolucionar a indústria de games, vocês foram enganados. Esperem sentados, pois esse jogo NUNCA vai existir, vocês estão querendo demais.

    Meu voto de jogo mais decepcionante é pra AC Unity.

    • Fabiano

      Bem, o Caio deixou claro no começo que não era uma votação sobre qualidade, e sim de expectativas não atendidas. E quando o estúdio de Halo se junta com a produtora de Call of Duty, diz ter um universo grandioso, ator de Game of Thrones no cast, Paul Fucking McCartney na trilha sonora, um rumor (nunca desmentido) sobre um orçamento de 500 milhões… A expectativas sobem, não tem jeito. Você pode até dizer que foram nós que ficamos com expectativa demais, mas o marketing de Destiny incitou todo mundo a isso.

    • Heitor De Paola

      Olá Luiz, tudo bem?

      Como você apontou, sim, a ideia da maior decepção é relacionada ao que é esperado do jogo, sem querer dizer, necessariamente, que ele é péssimo ou qualquer coisa assim.

      E havia muita expectativa em torno de Destiny. Muito foi prometido e a grandiosidade do que parecia que nos aguardava nunca chegou nem perto de ser concretizada. Talvez daqui alguns anos com algumas expansões, vai saber. Mas não agora. Assim, a distância entre o que achávamos que íamos encontrar e o que há de fato lá foi, para nós, maior nele do que em qualquer outro jogo do ano, tornando-o o mais decepcionante.

  • Zé Luiz

    Só gostaria de deixar registrado que a definição do Teixeira do que é “decepção” é a melhor de todos os tempos, e deveria constar em todos os dicionários. Obrigado

  • Odilon Junior

    Watch Dogs é tão decepcionante que nem na lista ta.

    • Vinicius Siviero

      Eu consegui me divertir com o Watch Dogs, mas só me frustrei com o Destiny.

    • André Vasconcelos

      Nem o Overloadr lembrou que o Watch Dogs é 2014.

  • Fabiano

    Minha maior decepção foi Borderlands: The PreSequel. Ainda estou de luto por ele…

  • Danillo Lange

    Não achei Ground Zeroes decepcionante, nem um pouco.
    Foi entregue o prometido, uma demo de Phantom Pain.

  • Armoderic

    A minha decepção foi o Civilization: Beyond Earth, não que seja um jogo ruim, afinal basicamente ele é o Civ 5 com mudanças, mas comparado ao Alpha Centauri ou mesmo com o que poderia ter sido, o Beyond Earth não tem uma certa profundidade ou inovação que poderia se esperar.

  • Leandro

    Com certeza Destiny foi o mais decepcionante:(

  • Gabriel “Galvão” Manari

    Concordo com Destiny ser uma grande decepção mas Watch_Dogs foi bem pior.

    • Heitor De Paola

      Destiny é com certeza um jogo melhor do que Watch Dogs. A ideia do jogo mais decepcionante tem a ver com a expectativa em torno dele. E, enquanto certamente havia um hype em torno de WD, nenhum de nós três nos importávamos com ele. Na real, quando ele foi mediano não foi uma grande surpresa.

      Já com Destiny esperávamos algo realmente grande, enorme, muito diferente do que foi entregue. Assim, a distância entre o que achávamos que íamos encontrar e o que foi encontrado foi maior, tornando Destiny a maior decepção. Mas não, necessariamente, o pior jogo do ano.

  • Vinicius Siviero

    Tava difícil mesmo escolher o mais decepcionante.

  • Michael Belchior

    Destiny definitivamente! Fizeram um estardalhaço na mídia sobre o novo Halo, a saga que seria equiparada a Star Wars, The Lord of the Rings, que atropelaria a mitologia Mass Effect, patético e ingênuo, carente de elementos básicos tanto de gamedesign quanto elaboração de um bom enredo, enfim, mais uma promessa vazia da nova geração (nova geração saindo para Xbox 360 e PS 3?) sobrevive porque é um beta muito competente, gameplay afinado mas que não sobreviverá ao DLC 2 para a maioria dos desiludidos como eu 🙁