Os melhores jogos da GDC, PAX East e SXSW 2015

As última semanas foram marcadas por três grandes eventos nos EUA: a Game Developers Conference (GDC), a PAX East e a South By Southweast (SXSW), que acontece até o final da semana. Com eles, uma enxurrada de anúncios e demonstrações de alguns dos jogos mais criativos e inovadores em desenvolvimento na atualidade, a maioria deles de equipes independentes.

Tomei um tempinho para investigá-los e reunir em uma única lista o que houve de mais bafônico interessante nos eventos, com base nos burburinhos das últimas semanas. Eis alguns dos jogos que você irá querer ficar de olho ao longo do ano:

Oxenfree

Desenvolvedor: Night School Studios
Plataforma: PC e Mac
Previsão: Final de 2015

Jogo de estreia da Night School, estúdio formado por ex-artistas e desenvolvedores da Disney e Telltale, Oxenfree chamou a atenção na GDC 2015, quando foi anunciado. O adventure 2D é uma aventura sobrenatural de um grupo de adolescentes aparentemente presos em uma caverna fantasmagórica, equipados com lanternas e um estranho rádio, que parece ser capaz de afetar a realidade conforme é sintonizado em diferentes frequências. Além do visual charmoso, Oxenfree traz uma trilha onírica, repleta de sintetizadores oitentistas e atmosféricos.

 

Dad by the Sword

Desenvolvedor: Rocketcat Games
Plataforma: PC “e outras”
Previsão: Final de 2015

Talvez você não se lembre de Die by the Sword, jogo da Treyarch lançado pela Interplay em 1998, que permitia balançar a espada de seu guerreiro de acordo com os movimentos do mouse. Dad By the Sword é, basicamente, uma sátira deste jogo, com a diferença de que aqui você controla um “papai”, que precisa enfrentar uma série de “anti-papais” em primeira pessoa. Segundo o próprio criador, é uma espécie de encontro entre Dark Souls, Octodad, Skyward Sword e “seu pai”, o que não poderia soar mais promissor.

 

Narcosis

Desenvolvedor: Honor Code
Plataforma: PC
Previsão: Terceiro trimestre de 2015

Narcosis é provavelmente um dos jogos de terror mais interessantes em desenvolvimento. No controle de um mergulhador, temos que explorar cavernas e instalações sombrias nas profundidades do Oceano Pacífico, não apenas nos preocupando com o que há a espreita, mas também com o oxigênio limitado de seu equipamento. Quem jogou descreve a experiência como tensa e claustrofóbica. Com o uso do Oculus Rift, com o qual ele é compatível, Narcosis pode se tornar ainda mais intenso e sinistro.

 

Thumper

Desenvolvedor: Drool
Plataforma: “Qualquer plataforma que fizer sentido”
Previsão: “Quando estiver pronto”

Em desenvolvimento há cinco anos por ex-desenvolvedores da Harmonix, Thumper é possivelmente um dos jogos musicais mais intensos, agressivos e vibrantes a surgir nos últimos anos. No controle de um besouro metálico, é preciso identificar os padrões rítmicos da música conforme você desliza velozmente em um percurso alienígena repleto de curvas e obstáculos. É como se você estivesse na mente de H. R. Giger durante uma viagem de ácido em uma rave.

 

Klang

Previsão: Indefinida
Plataforma: Indefinida
Produtora: Tinimations

Falando em rave, que tal controlar um clubber cybergótico enquanto desfere golpes com uma espada laser e salta por cenários neons ao ritmo de house e techno? Com influência de filmes de ficção científica e a cena musical eletrônica alemã dos anos 80 e 90, Klang é um jogo de plataforma musical que chamou a atenção na SWSX e GDC, por sincronizar o ritmo frenético de sua trilha sonora eletrônica com as ações do personagem na tela.

 

Skyworld

Previsão: 2015
Plataforma: PC (SteamVR)
Produtora: Vertigo

Skyworld é um dos jogos em desenvolvimento para o SteamVR, o óculos de realidade virtual da Valve e HTC. Trata-se de um jogo de estratégia em turnos no qual você interage com um pequeno mundo de fantasia em miniatura, enquanto manipula uma varinha para realizar feitiços de um livro mágico e invocar dragões. A tecnologia do SteamVR permite que você ande ao redor do tabuleiro, observando e manipulando suas peças de diferentes ângulos, enquanto elaboroa estratégias de gerenciamento, ataque e defesa. Quem experimentou diz que é como jogar um jogo de tabuleiro com vida própria.

 

Dreadnought

Previsão: 2015
Plataforma: PC
Produtora: Yager

Da alemã Yager, responsável pelo impactante Spec Ops, Dreadnought é um jogo de combate espacial multiplayer free-to-play baseado em classes (ufa!) que promete replicar a emoção das grandes batalhas de Battlestar Galactica e Star Wars. O jogo divide os jogadores em duas equipes, permitindo que cada um escolha um tipo especial de nave e customize-a, de grandes couraçados espaciais a pequenas e velozes naves, cada qual com suas próprias habilidades. Dependendo do modo de jogo, equipes que coordenarem suas ações possuem mais chances de vitória. O jogador também precisa se preocupar em gerenciar a energia gerada pelo motor, distribuindo-a entre escudos, foguetes e armas, fazendo de Dreadnought um jogo tão estratégico quanto explosivo.

 

Firewatch

Previsão: 2015
Plataforma: PC, Mac, Linux
Produtora: Campo Santo

O primeiro jogo da Campo Santo, estúdio independente formado por talentosos artistas, programadores e escritores de companhias como Telltale e Double Fine, é considerado por muitos um dos jogos mais aguardados do ano. No jogo somos um homem de meia idade que passa a trabalhar como guarda florestal em Wyoming, nos EUA de 1989, como forma de fugir de seu passado. Sozinho em meio à natureza, seu único contato com alguém, uma mulher chamada Delilah, que evita falar sobre um certo acontecimento misterioso, se dá através de um walkie-talkie. Com visuais exuberantes, Firewatch promete carregar muitas da qualidades que tornaram Gone Home um dos melhores jogos de 2013.

 

We Happy Few

Previsão: Indefinida
Plataforma: Indefinida
Produtora: Compulsion

Nova criação da Compulsion, responsável por Contrast, We Happy Few nos coloca em uma cidade fictícia de uma Inglaterra alternativa, nos anos 60, na qual autoridades conduzem o humor geral da população através de uma droga psicotrópica. Você, na pele de um cidadão ciente da manipulação coletiva, precisa se misturar aos outros habitantes e agir como um deles, ou será obrigado a tomar a droga e acabará perdendo seu livre arbítrio e consciência da verdade. Segundo os criadores, We Happy Few é uma mistura de BioShock, Don’t Starve e Admirável Mundo Novo, com partidas geradas proceduralmente, daquelas que mudam a cada novo jogo.

 

Upsilon Circuit

Previsão: Indefinida
Plataforma: PC
Produtora: Robot Loves Kitty

upsilon-circuit

Uma fusão entre a cultura de espectadores e dungeon crawlers, no qual audiência participa tanto quanto o jogador. Upsilon Circuit, feito pelos criadores do divertido roguelike multiplayer Legend of Dungeon, é um jogo online insano no qual apenas oito jogadores podem controlar os únicos herói ou heroínas do único servidor, uma única vez, em uma dungeon gerada proceduralmente, enquanto centenas de outras pessoas assistem e interferem em suas jogadas, determinando tanto seus antagonistas quanto suas progressões. No comando de um dos personagens, você tem uma única chance, e falhar significa dar sua vez a outro jogador, restando assistir e interferir nas futuras partidas como um mero espectador.

  • Gradash

    Falou o Star Citizen ai, ele ganhou na PAXEast como o jogo mais esperado de Financiamento e na SWSX como jogo mais esperado.

    • riquesampaio

      Me foquei nos jogos recém-anunciados ou ainda não muito conhecidos. A lista poderia continuar, pois foram muitos, mas optei por me focar em dez.