Titan, o MMO em que a Blizzard estava trabalhando há cerca de sete anos, teve o seu desenvolvimento cancelado. A informação foi dada por Mike Morhaine – CEO e co-fundador do estúdio, em uma entrevista exclusiva ao Polygon.

“Nós tínhamos criado World of Warcraft e nos sentimos confiantes de que sabíamos como fazer MMOs. Então nós decidimos fazer a coisa mais ambiciosa que podíamos imaginar. E isso não funcionou.” Segundo Morhaine e Chris Metzen, vice-presidente da Blizzard, tomar a decisão de cancelar o título não é nem um pouco fácil, porém foi necessária. “Nós não encontramos a diversão. Não encontramos a paixão,” comenta Morhaine. “Nós falamos sobre como colocamos Titan através de um período de reavaliação e, na verdade, o que nós reavaliamos foi se esse era o jogo que nós realmente queríamos estar fazendo. A resposta é não.”

As experiências recentes da empresa com Hearthstone e Heroes of the Storm mostraram que a Blizzard não precisa se focar apenas em jogos de grande escala para ter sucesso. “Talvez nós possamos ser o que nós queremos ser e inspirar grupos dentro da empresa a experimentar, serem criativos, pensarem fora da caixa e se arriscarem a fazer coisas que possam animar outras pessoas,” disse Metzen. “Talvez elas não precisem ser esses blockbusters de verão, colossais.”

Seja lá quais jogos passarem a ser desenvolvidos na Blizzard agora, a certeza é de que, ao menos por agora, eles não serão MMOs. “Eu não diria que nós nunca mais faremos um MMO novamente,” falou Morhaine. “Mas o que eu posso dizer é que agora, não é nisso que queremos gastar nosso tempo.”