Markus "Notch" Persson

Markus “Notch” Persson

Os rumores estavam certos, afinal. A Microsoft acaba de confirmar a compra da Mojang, a produtora independente de Minecraft, por US$ 2,5 bilhões. Simultaneamente, seus fundadores estão deixando a companhia, incluindo Markus “Notch” Persson, criador do jogo.

Em seu site oficial, em uma carta intitulada “Sim, nós estamos sendo comprados pela Microsoft”, a Mojang explica o motivo da venda: as vontades pessoais de Notch. O desenvolvedor, que também publicou um texto de justificativa em seu blog pessoal, afirma que Minecraft ganhou proporções globais, as quais nunca foram sua intenção. “Eu não me vejo como um desenvolvedor de jogos real. Eu faço jogos por que é divertido, por que amo jogos e amo programar, mas eu não faço jogos com a intenção de eles se tornarem grandes sucessos, e eu não tento mudar o mundo. Minecraft certamente se tornou um grande sucesso e as pessoas me dizem que ele mudou os jogos. Eu nunca quis fazer nenhuma dessas duas coisas.”

Com o sucesso gigantesco de Minecraft, Notch sentia-se pressionado a fazer novos jogos grandes, o que nunca se concretizou de fato. Segundo ele, sua saída da Mojang é também sua volta aos projetos simples e pequenos, os quais ele realmente gosta – e como Minecraft nasceu. “Assim que esse acordo tiver finalizado, eu deixarei a Mojang e voltarei às [game jams] Ludum Dares e aos experimentos pequenos de web. Se eu acidentalmente fizer algo que pareça ganhar tração, provavelmente o abandonarei imediatamente.”

“Eu estou ciente que isso vai contra muita coisa que eu já disse em público. Eu não tenho uma boa resposta para isso. Eu também estou ciente que muitos de vocês estão me usando como símbolo de grande esforço. Eu não sou. Eu sou uma pessoa e estou lá me esforçando com vocês. (…) Não é sobre dinheiro. É sobre a minha sanidade.”

Minecraft é um dos jogos de maior sucesso da história, com mais de 100 milhões de cópias vendidas apenas no PC. Além do fenônemo cultural que ele se tornou, Minecraft é usado em projetos educativos ao redor do mundo e possui uma das comunidades mais ativas da internet – o que justifica a compra da Mojang pela Microsoft.

A Mojang diz que ainda não sabe o que acontecerá com os outros projetos do estúdio, como Scrolls, mas garante que Minecraft continuará evoluindo e abraçando a comunidade.

Em uma publicação na Xbox Wire, Phil Spencer, presidente da divisão Xbox, afirma que a companhia pretende manter ativa todas as versões de Minecraft, incluindo de PlayStation, iOS e Android: “Na Microsoft, acreditamos no poder do conteúdo para unir as pessoas. Minecraft adiciona diversidade no nosso portfolio de jogos e nos ajuda a atingir novos jogadores em múltiplas plataformas. Videogames são a principal atividade de muitos dispositivos e nós vemos um grande potencial em continuar expandindo a comunidade de Minecraft e nutrir a franquia. É por isso que planejamos continuar tornando Minecraft disponível em múltiplas plataformas 0 incluindo iOS, Android e PlayStation, em adição ao Xbox e PC.”