Riot irá “resetar” história de League of Legends

Mesmo que a maioria dos jogadores ignorem completamente o fato de Nasus e Renekton serem irmãos, ou que Graves e Nocturne sejam “caça e caçador”, a Riot Games está reescrevendo a história de League of Legends e dando mais importância para a mesma.

“A verdade é que a história que criamos para explicar ações dentro do jogo começou a restringir o potencial de narrativa do próprio jogo, afetando na criação de personagens”, afirmou a Riot em um post no seu blog oficial.

A ideia é começar do zero “sem esquecer o passado”. “Acreditamos que tudo o que foi criado em League of Legends ainda poderá ser apreciado. Coisas como os Diários e Julgamentos, por exemplo, que muitos jogadores aprenderam a amar, serão um histórico que não apagaremos. Tomem como exemplo o Wolverine, o personagem criado nos anos 60 é completamente diferente do interpretado por Hugh Jackman em X-Men: Dias de um Futuro Esquecido, mas ainda são os mesmos personagens.”

Mesmo que isso signifique tomar riscos, com essa movimentação a Riot poderá ter mais força ao traduzir o seu jogo para outras mídias, algo bem aos moldes da Blizzard com seu universo WarCraft. Com uma história mais “forte”, é possível vermos livros e até mesmo filmes (não que desejemos isso nem para o nosso pior inimigo) surgindo diretamente do universo de League of Legends.