Hacker descobre falha de segurança no 3DS a partir de jogo obscuro

Mais de três anos após seu lançamento, uma brecha de segurança finalmente foi encontrada no 3DS, permitindo rodar softwares não autorizados – ou homebrew, como são chamados. Embora isso não signifique que, automaticamente, jogos já possam ser pirateados no 3DS, o homebrew certamente agiliza o processo.

O mais fascinante não é a utilização do homebrew em si, que aparentemente já conta com diversos aplicativos, incluindo emuladores NES e Game Boy e um hack de Minecraft, mas sim a maneira como a brecha foi descoberta, pelo hacker Smealum. A falha de segurança está escondida no leitor de QR codes de um jogo obscuro chamado Cubic Ninja, lançado pela Ubisoft em 2011. Usando um QR code específico, o hacker consegue acessar o software homebrew, instalado no cartão SD. Veja o processo, feito pelo próprio Smealum:

Após o hacker divulgar que publicaria seu software homebrew neste final de semana, dia 22, Cubic Ninja, que até então era apenas um jogo esquecido e de preço reduzido se tornou um dos jogos mais procurados do dia para a noite em sites de leilões. Isso também fez com que os preços do jogo disparassem: na Amazon, ele está custando entre US$ 40 e US$ 500.

Nada impede a Nintendo, contudo, de atualizar o firmware do 3DS para impedir o funcionamento de softwares não autorizados. Ou seja, é bem possível que o exploit tenha prazo de validade.

Smealum, codenome de Jordan Rabet, é um hacker parisiense de 22 anos. Há alguns anos, Rabet lançou Apearture Science DS, uma versão não autorizada (e impressionante) de Portal para o portátil da Nintendo.

  • Fabiano

    até que aguentou bastanta: 3 anos!

  • Henrique Tavares

    não é como se o gateway já não fosse o caminho da pirataria no 3DS

  • Henrique Ribeiro

    hahaha caramba! Lembrei do Wii agora quando descobriram o exploit através de um save game do Zelda: Twilight Princess.

  • Mano… Eu tenho esse jogo… Meu irmão comprou usado o 3ds dele e o amigo mandou esse jogo bosta junto… Aeho.