Uncharted 4: A Thief’s End abriu a PlayStation Experience, evento montado pela Sony ocorrido neste sábado (6).

Foram 15 minutos de demonstração que deixaram claro o salto gráfico que a série Uncharted recebeu. Além disso, algumas mecânicas adicionais apareceram, como um mato alto que pode se usado para nos escondermos (aos moldes do presente em Assassin’s Creed) e um sistema de escala com alguns pontos livres, bem parecido com o utilizado no último Tomb Raider.

Fechando de uma maneira esperada, mas ainda assim legal, um novo personagem dublado por Troy Baker aparece. O diálogo entre ambos indica se tratar do irmão mais velho de Drake, porém não fica claro se essa é literalmente a relação entre eles ou se o “irmão” utilizado é mais um maneirismo.

  • Antonio Carlos Figueiredo Silv

    9:09 = só não botaram um chicote por causa dos direitos autorais haha

  • Zé Luiz

    Tá bonito, tá bacana. Curti a apresentação principalmente porque o clima me lembrou demais o de Uncharted 1, o meu jogo favorito da série (não, eu não sou louco). Eu sei que o 2 é o melhor de todos, mas o impacto visual e de narrativa que tive com o primeiro game da série (foi a primeira coisa que joguei num PS3, fiquei encantado) fazem ele assumir a liderança na minha lista de preferência.

  • losk

    Eu acho q são irmão sim, são muito parecidos.

  • Willian Tetsuo Shiratori

    O combate corpo à corpo também recebeu um ótimo upgrade, deixando um pouco mais imersivo e real, parecido com o The Last of Us. Uma adição muito bem vinda!

  • Povo reclama de Zelda que nunca se renova e Uncharted é sempre exatamente a mesma coisa só que com gráficos melhores (ou não tão melhores assim, de acordo com esse vídeo)

  • Alexandre Barbosa da Silva

    Tá parecendo muito foda esse jogo. Cada vez mais meu dilema se pego um One ou um PS4 fica mais difícil…

  • Felipe de Albuquerque

    Esse jogo tá lindo demais! Já estava sentindo falta dos personagens de Uncharted.

  • Lukas Leite

    Ele tá… Uncharted né…

  • Josemar Aristeu

    Não ta essa coca-cola todaaaaa.

  • Pingback: Fique por dentro: a enxurrada de novidades do PlayStation Experience e The Game Awards - Overloadr()

  • Alvaroniten

    Cada vez mais a evolução gráfica está nos detalhes, essas texturas das folhas e das pedras estão muito realistas, os detalhes no rosto dos personagens também estão impressionantes, mas quem está esperando um salto gráfico como dos 16bits pros 32bits, pros 64bits esquece.
    Adoro a narrativa de filme de ação desse jogo, cada combate e cada salto é empolgante, mas gostaria mesmo é de mais exploração. Com esses cenários naturais deve ser muito foda explorar cavernas, florestas e templos esquecidos.