O Feminist Frequency, organização sem fins lucrativos da qual Anita Sarkeesian – conhecida por sua série Tropes vs. Women e Tropes vs Women in Video Games – faz parte, produzirá duas novas séries relacionadas a videogames em 2015.

Uma dessas séries falará sobre a representação do homem e da masculinidade em videogames, enquanto a outra apresentará exemplos positivos de personagens femininas em jogos. Tropes Vs Women in Video Games, que foi financiado via Kickstarter em 2012, continuará tendo episódios lançados. O capítulo mais recente, sobre “mulheres como decoração do cenário”, foi lançado em agosto do ano passado. O próximo, que tratará de “mulheres como recompensa” ainda não tem data certa para ser lançado, porém está em produção.

Leia mais:
Como o discurso de Emma Watson na ONU nos ajuda a entender o Gamergate
[Gamecraft] Receita de Bolo Envenenado

Anita Sarkeesian foi alvo de diversas ameaças em 2014, chegando a ter de sair de sua casa por temer por sua segurança. Entidades que exaltaram o trabalho criado pela organização feminista também não passaram incólume, como a GDC, que após anunciar que homenagearia Sarkeesian recebeu ameaças de bombas. Em outubro do ano passado, Sarkeesian foi entrevistada pelo The Colbert Report, falando mais especificamente sobre o GamerGate, um movimento que busca erradicar o que enxergam como corrupção no jornalismo de videogames, porém ligado a uma série de assédios direcionados a mulheres e outra minorias.

  • Minha maior crítica em relação a Anita:
    Demora demais pra sair video novo