É bem possível que você já tenha jogado The Uncle Who Works For Nintendo.  O título feito em Twine foi lançado em outubro do ano passado, não pede mais do que 15 minutos para que você veja quase tudo que ele tem a oferecer e, pesquisando mais sobre ele agora, houve um número considerável de lugares que falaram sobre na época em que ele se tornou disponível. Mas, caso o jogo tenha passado longe do seu radar da mesma forma como ocorreu comigo, aproveite agora para tirar esse atraso.

Como indicado pelo nome, The Uncle Who Works For Nintendo brinca com essa figura que muitos de nós tivemos em algum momento da vida, de um amigo que afirma ter informações exclusivas devido a um membro da família que trabalha em uma empresa específica e, por conta disso, ele sabe de coisas que ainda não são de conhecimento público. Talvez hoje em dia as histórias espalhadas em classes do primário sejam mais relacionadas a Minecraft, considerando o quão popular o jogo da Mojang é, ou quem sabe isso não ocorra mais com tanta frequência considerando o quão presente é a internet e a facilidade que ela oferece para que verifiquemos certos fatos. Entretanto, na minha época – e imagino que também na de muitos que leem isso – era comum haver uma figura na classe que ficava soltando fatos aleatórios, todos mentirosos, sobre jogos, tanto presentes quanto futuros, e frequentemente tais fatos tinham a ver com a Nintendo. Normalmente a base estava em um jogo que teria “saído só o Japão”, que teria chegado às mãos da pessoa em questão por conta de um tio que trabalhava na companhia. E, do alto de nossa ingenuidade, muitas vezes acreditávamos em tais fatos absurdos.

The Uncle Who Works For Nintendo

The Uncle Who Works For Nintendo

Essa é a premissa de The Uncle Who Works For Nintendo, que em seu início, por conta de suas descrições detalhadas e vivas, parecendo realmente vir da mente de uma criança, possue um fator nostálgico bem forte e que apreciei muito. E se ele só seguisse esse caminho seria interessante o suficiente, no entanto, as coisas logo mudam de figura…

Eu não quero falar muito além disso porque a surpresa é grande parte da graça desse jogo. Apenas digo que vale a pena passar algum tempo com ele e busque por todos os finais; cada um deles pinta um pedaço do cenário de forma diferente e dão noção do todo. Ah, e como recomendado no início, utilize fones de ouvido. Isso realmente faz diferença. Você pode jogar The Uncle Who Works For Nintendo, gratuitamente, no site Jay Is Games.