Apesar da Konami dispensar rumores sobre a saída de Hideo Kojima, uma fonte interna ao estúdio que pediu para ficar no anonimato, que entrou em contato com a Gamespot, afirmou que o pai da série Metal Gear e outros membros sênior da Kojima Productions deixarão a empresa após o lançamento de Metal Gear Solid V: The Phantom Pain. O contrato deles com a Konami encerra em dezembro deste ano.

De acordo com a fonte, brigas internas entre a Kojima Productions e a Konami levaram a empresa a transformar Kojima e outros membros sênior de sua equipe em terceirizados, e não mais em empregados fixos. Também é dito que eles tiveram seu acesso a telefones, emails e internet corporativos restringido. Ainda segundo a fonte, o mais provável é que, ao término de Phantom Pain, a gerência do estúdio seja mandada embora.

Por último, Hideo Kojima e outras figuras conhecidas do estúdio poderão aparecer em eventos promocionais de Metal Gear V de forma limitada, porém não ficou claro exatamente como isso se dará.

Além de Metal Gear, o outro projeto no qual Kojima trabalhava era Silent Hills, revelado através do teaser P.T. no ano passado. O jogo, que supostamente também conta com a participação do diretor de cinema Guillermo Del Toro, é propriedade de Konami, não da Kojima Productions. Dessa forma, é possível que o desenvolvimento dele continue, mesmo que sem a participação de Hideo Kojima.

Leia mais:
Nova demonstração de Metal Gear Solid 5: The Phantom Pain mostra que Quiet tem superpoderes
Metal Gear Solid V: The Phantom Pain agora tem data de lançamento