A maior punição que recebemos ao morrermos em Bloodborne não é a possibilidade de perdermos em definitivo os nossos preciosos Blood Echos, sem os quais não podemos ficar mais fortes. Não, a maior e mais terrível punição é a tela de loading que vem em seguida, que, na relatividade criada pela nossa aflição decorrente da derrota e do anseio por querermos ir o mais rapidamente possível matar o inimigo que nos derrubou, parece durar minutos, minutos e minutos (na verdade ele dura cerca de quarenta segundos).

Pois bem, isso em breve não será mais um problema! Masaaki Yamagiwa, produtor na Sony Computer Japan Studio, disse ao PlayStation Blog que uma atualização será lançada ainda neste mês para Bloodborne e ela deverá diminuir alguns dos tempos de loading presentes no título. Trata-se da versão 1.03, mais especificamente.

Além disso, o patch também visa corrigir um problema de comportamento dos inimigos, que ocorre quando jogo é deixado ligado por mais de 12 horas. O padrão de ataques de inimigos e chefes é alterado, fazendo com que muitos deles entrem em um loop de ataques simples, sem utilizarem todo o arsenal que eles têm à disposição. Uma das consequência é a redução da dificuldade em combates que, de outra forma, seriam mais desafiadores.

Pode parecer pouco provável que muitas pessoas deixem o console ligado por tanto tempo seguido a ponto de provocar esse erro, porém alguns jogadores se depararam com ele ao deixarem seus PlayStation 4 no modo de descanso. Assim, uma noite com o aparelho dessa forma já é o suficiente para alterar o comportamento de oponentes.

Você pode ver um exemplo de como o padrão de um chefe é mudado nos vídeos abaixo. O primeiro é uma luta com Logarius da forma que ela deveria ser. A segunda é após o usuário ter deixado seu PlayStation 4 rodando por mais de 12 horas.

Veja mais sobre Bloodborne:
– Leia nossa análise
– Assista ao Shuffle