Mortal Kombat X será lançado nesta terça-feira (13) trazendo uma localização completa. Um dos pontos chamativos é que a cantora Pitty foi selecionada para dublar uma das personagens, Cassie Cage, escolha que, desde seu anúncio, estava deixando muitos com um pé atrás. Se temos tantos dubladores bons no país, por que selecionaram alguém que não tem experiência na área?

Dito isso, até então precisávamos dar o benefício da dúvida à cantora, afinal, tínhamos visto apenas fragmentos de seu trabalho em um vídeo promocional liberado pela WB Brasil, muito pouco. O que ocorre agora é que o usuário PELO, do Youtube, liberou um vídeo mostrando os diálogos que dão início aos combates entre Cassie Cage e outros lutadores, dando uma ideia melhor do resultado do trabalho. Ainda não é de forma alguma a totalidade de falas que existem no jogo, porém o que é visto já é indicativo de que podemos esperar por algo que não possui a melhor das qualidades.

Pitty simplesmente não tem impacto na entrega de seu texto. As palavras proferidas por Cage parecem ser as de alguém em uma sala calmamente lendo um papel, desprovidas de emoção e soltas em relação ao resto do diálogo. No entanto, é importante deixar claro que não queremos com isso atacar Pitty de nenhuma forma; ela provavelmente fez o melhor que podia na situação, mas o fato é que ela não é uma atriz nem dubladora. O erro recai na escolha dela para esse papel em vez de algum profissional da área.

Para piorar, os problemas da localização não estão somente na seleção das vozes. Nos trechos vistos no vídeo a tradução tem diversas falhas pois ela passou para nossa língua expressões que não existem no português, deixando boa parte dos diálogos incompreensíveis. Por exemplo, Sub-Zero pergunta à lutadora “onde estão seus companheiros”, ao que Cassie Cage responde “não precisa, eu tenho isso”, que não faz sentido nenhum. O mais provável é que o diálogo original envolvesse o ninja de gelo perguntando sobre os companheiros e Cage respondendo algo como “I don’t need them, I got this”, que seria mais próximo de “não preciso deles, posso cuidar disso”. É claro que nisso entra o problema do tamanho da tradução, já que as animações dos personagens não serão refeitas para comportar o texto brasileiro. Entretanto, é trabalho da localização adaptar criativa e corretamente, justamente para passar por cima disso, e não simplesmente fazer uma transformação literal e errada.

É possível que tais defeitos sejam resultado de um tradutor que só teve acesso ao texto, sem ver o contexto do jogo, o que tornaria difícil uma boa tradução. O que causa estranheza nesse contexto é que WB Brasil também lançou Injustice: Gods Among Us, que teve uma adaptação ao português maravilhosa, colocando em cena os atores que também davam voz aos super-heróis no desenho. É compreensível que não conseguissem o mesmo nível de qualidade novamente, afinal o tamanho e relevância do universo DC é bem diferente de Mortal Kombat, mas esse retrocesso é atordoante.

Mortal Kombat X será lançado no Steam, e nas lojas de distribuição digital do PlayStation e Xbox no dia 14 de abril. No PC ele custará R$ 99,99 e nos consoles R$ 249,99. A chegada às lojas das versões físicas está previstas para esta quinta-feira, 16.