Desde que Hideo Kojima anunciou sua saída da Konami, a continuidade de desenvolvimento de Silent Hills se tornou incerta. Neste sábado (25) Guillermo del Toro, que codirigia o jogo ao lado de Kojima, afirmou em um festival de cinema em São Francisco que o desenvolvimento de Silent Hills não iria mais acontecer.

Após ser pressionada a dar uma resposta oficial, a Konami afirmou apenas que “continuará desenvolvendo a série ‘Silent Hill’, sem mencionar o jogo em si. Posteriormente, em resposta ao Kotaku, a Konami assumiu o cancelamento:

“A Konami está comprometida com novos jogos de Silent Hill, contudo o embrionário projeto ‘Silent Hills’ desenvolvido com Guillermo del Toro e trazendo a imagem de Norman Reedus não será continuado. 

Sobre o envolvimento de Kojima e Del Toro, discussões sobre o futuro de projetos Silent Hill estão em curso atualmente, então aguardem futuros anúncios.”

P.T., o teaser jogável de Silent Hills, através do qual o jogo foi anunciado, será removido da PlayStation Network no dia 30 de abril. Segundo a Konami, a remoção de P.T. da PSN foi motivado pelo encerramento do contrato de Norman Reedus com a companhia, ator conhecido por The Walking Dead, que interpretaria o protagonista do jogo. Em seu Twitter, Reedus lamentou o cancelamento.

Norman Reedus em P.T.

Norman Reedus em P.T.

Ironicamente, P.T. foi uma das produções mais emblemáticas da indústria de jogos de 2014. Embora não seja um jogo completo, a demo foi um dos assuntos mais comentados do ano passado, dada sua produção de alto nível, sua atmosfera perturbadora e os segredos que esconde.

É lamentável que a Konami esteja engavetando um de seus projetos mais interessantes, de uma de suas séries mais adoradas (a essa altura, mais por nostalgia do que pelo sucesso de seus últimos jogos), que vinha sendo celebrado com muita antecipação, ainda que nada concreto houvesse sido mostrado sobre o produto final.

Com isso, a Konami se concentra no desenvolvimento de Metal Gear Solid 5: The Phantom Pain, o qual será o último jogo de Kojima na companhia.