O simulador espacial online Elite: Dangerous, financiado coletivamente com sucesso a partir de uma campanha no Kickstarter em 2012 e lançado oficialmente no final do ano passado, chegou subitamente nesta quinta-feira (2) ao Steam.

Vale notar que na loja da Valve o jogo está sendo vendido por R$ 189 (possivelmente um dos jogos mais caros do Steam no Brasil), enquanto que em seu site oficial a mesma versão sai por £39.99 (aproximadamente R$ 132, no momento desta publicação). Durante a campanha de financiamento, contribuindo com £20 (aproximadamente R$ 67) era suficiente para garantir a versão final do jogo.

Leia a série Diário da Elite, de Alexandre Nix, no Overloadr

Apesar do preço salgado para o Brasil, Elite Dangerous já está no topo da lista de jogos mais vendidos do Steam.

Até agora, a Frontier Developments não confirmou se apoiadores da campanha ou compradores do jogo receberão keys de ativação de Elite Dangerous no Steam.

Uma versão de Elite: Dangerous está em desenvolvimento para Xbox One (que terá exclusividade temporária do jogo nos consoles) e PlayStation 4. Atualmente o jogo também está em período de beta no Mac, versão que estará disponível também para compradores da versão de PC do Steam.

elite-dangerous-1elite-dangerous-2elite-dangerous-3elite-dangerous-4elite-dangerous-5elite-dangerous-6elite-dangerous-7elite-dangerous-8elite-dangerous-9elite-dangerous-10elite-dangerous-11elite-dangerous-13elite-dangerous-14
  • Guilherme

    detalhe que eles tão pensando se oferecem keys do steam pra quem já tem o jogo, se isso rolar é muito mais barato comprar no site deles mesmo

  • id

    Querem rir? Eu criei esse tópico sobre o preço no forum da comunidade e olha as blasfêmias que saíram por lá: http://steamcommunity.com/app/359320/discussions/0/611702631213250101/

    Acho que a pior delas foi a que o brasil não é um mercado relevante.

    • Igor Navarro Rabelo

      o povo vê o dolar subindo e acha ruim quando os preços dos joguinhos sobem

      • id

        Economicamente falando, é um tiro no pé. É época de recessão. Já vai ter menos gente comprando, se o preço dos jogos subir, eles vão vender menos ainda.

        • Igor Navarro Rabelo

          quer que eles façam o quê? não lancem aqui até o dolar ficar mais próximo ao real em valor?

          • id

            vc está tendo uma visão limitada. 98% das vendas no PC são digitais. Não existe um custo para produzir uma nova cópia. Já é provado que obedecer tendencias de mercado garantem maior lucro do que simplesmente aumentar o preço deliberadamente só porque o dolar subiu. Nos consoles existe uma pratica diferente por dois motivos: os impostos são diferentes para jogos de consoles e por isso existe essa discrepância toda, porém somente para mídia física. Os preços das versões digitais se mantem a mesma da versão física para proteção de logistas e como fazer um disco para o jogo aumenta o custo, é normal ver o preço subir com o dolar.

            Então, por obvio, é burrice subir preço de jogos vendidos digitalmente para acompanhar o dolar. Isso só trará prejuízo pra ambos consumidor e produtor.

          • Igor Navarro Rabelo

            A tendencia a qual vc se refere é sonegar impostos, não tem imposto sendo cobrado em cima de tudo o que a valve vende no Brasil, começa por aí, e não se esqueça que o seu real vale um terço do dolar deles, quem tem que dizer se vale a pena vender a um terço do preço são eles, não o mercado.

          • id

            Então deixa eu te dar um exemplo pratico, todos usando o elite dangerous que está disponível na loja brasileira:

            Exemplo de vendas digitais para dia 1:

            por 189, 1 ou 2 pessoas comprarão
            por 119, ~50 pessoas comprarão
            por 90, ~400 pessoas comprarão

            tendo em vista que as vendas internacionais já pagaram a produção do jogo (o que é algo que acontece mesmo), qual dos exemplos acima vc acha que faturou mais? Não se esqueça, é um jogo digital, fazer uma cópia extra é insignificantemente barato.

          • FHC

            Você está certo. Os preços na Steam seguem uma tendência de mercado digital, não é simplesmente uma conversão do Dollar pro Real, mas, é claro, a empresa quis assim e não podemos fazer nada.
            Não tem nada a ver com sonegação de imposto por parte da Steam, como o amigo acima falou, produtos de PC são taxados de forma diferente de um video game e é por isso que os jogos tem uma média de R$100,00, é bem simples!

          • id

            De fato, mas esse não parece ser um problema apenas da loja brasileira. Eles fizeram uma conversão direta do preço em todas as lojas:

            https://steamdb.info/app/359320/

          • FHC

            Hum, é uma espécie de despreparo da empresa, já que ela é indie. :/

          • Fabio Soares

            Cara, cambio nao tem nada a ver com impostos…se a nossa moeda desvaloriza, os caras recebem menos se cobrarem a mesma coisa pelo game. Com nossa moeda fraca, VC compra menos, mesmo se viajar pra fora e comprar na prateleira.

          • Leandro

            querido, vou te contar um segredo, o custo de produção de um bluray ou dvd em níveis industriais é irrisório, sério, não deveria nem entrar na conta. O que você paga na verdade é o valor intelectual da obra e o que eles estão cobrando é 60 dólares, se a moeda desvalorizou não se pode fazer nada, apenas aceitar.

          • id

            Levando em conta que o preço de produção do CD/DVD/Bluray é irrisório, devemos considerar então se o jogo foi ou não fabricado no Brasil. Se não foi, devemos considerar dois cenários para a mídia física: O do logista e o da dona do console (Microsoft, Sony e Nintendo. PC funciona diferente). É difícil termos um logista que adquire jogos diretamente da Sony, normalmente é um fornecedor que importa coisas normalmente direto do fabricante que vai vender na moeda loca. Nesse ponto vc está certo. O preço da moeda influencia. Porém, quando o jogo é comercializado diretamente por uma distribuidora dona dos direitos do jogo (como a warner, sony, microsoft, entre outras) normalmente a logica que expliquei é usada porque normalmente essas empresas fabricam a mídia no Brasil fazendo do custo de produção o menor possível. No caso de consoles o preço obedecido para lançamento em console é o ditado pelo mercado: 180~200 reais nos consoles e 90~130 no PC. Quem passa disso tem vendas diminuídas. Algumas produtoras que não tem representação no Brasil estão vendendo jogos acima de 200 reais nos consoles como é o caso da Square com seu FF-type-0 (A square já esteve por aqui, mas desistiu). Já no PC houve aquele erro recente do Mortal Kombat X que apareceu no steam por 229 reais sendo que a representação da warner no Brasil havia dito que a versão de PC custaria 99 em mídia física. 229 seria o preço “correto” se fossemos levar em conta que o preço dos jogos no Brasil sobe de acordo com o preço do dolar (no fim MKX custará 60 dolares). Esse foi um caso que apenas prova que o que vale é a variação de preço regional e não quanto o dolar vale. Eles podem vender MKX a 229 no PC, mas dificilmente alguém vai pagar isso no Brasil. É mais vantajoso vender o jogo num preço acessível onde mais pessoas conseguirão comprar maximizando o lucro. Isso não quer dizer que 99 reais é barato, mas é mais acessível que 229.

            Trocando em miúdos: o seu chamado valor da propriedade intelectual muda de acordo com a região onde será vendida. Não entendo os pormenores de economia ou estratégias de venda, mas se eu trabalhasse numa área dessas, meu objetivo seria vender o mais barato possível e ganhar na quantidade (levando em conta a certeza de venda que é o caso do MKX). Esse é o tipo de estrategia que normalmente deixa as pessoas ricas (duvida? dá uma olhada no que a amazon faz)

            O preço dos jogos no console é algo que me faz esperar muito para comprar algo. Os preços eventualmente baixarão e alguma promoção é feita. Alias, a idéia da promoção em sí já é contra sua ideia de valor de propriedade intelectual. Promoções basicamente dão prejuízo ao logista segundo seu ponto de vista, mas se fosse verdade não existiriam promoções. Novamente, o lucro da promoção é baseado na quantidade e não no lucro por unidade. É assim que se faz dinheiro nesse mundo consumidor capitalista.

          • D. R. G.

            Amigão, não fala besteira, o jogo esta com um preço absurdo sim. Um indie mais caro que jogo AAA e até mais caro que jogo fisico de console.

            A steam esta dando um tiro no pé sim, esta colocando jogos por preços absurdos. Esta manchando a imagem dela. Este periodo de desconto teve vários games tipo “black fraude”.

  • Mends

    O Pessoal do Overloadr confundiu Libra (£) com Euro (€)… O preço é quase igual em todo o mundo, o jeito é juntar um dinheiro a mais pra comprar os próximos lançamentos pois eu acho que esse não vai ser o único jogo a vir com esse preço no futuro

  • Lucas Medina

    Galera do Overloadr, os slides de imagens estão com essas legendas: “elite-dangerous-1”, “elite-dangerous-2”. Isso acontece porque o plugin da imagem permite uma legenda quando se configura um Título ou um Texto Alternativo para cada imagem!

    Só uma dica de um dev 😉

    Aliás, ótima postagem!

  • Ai galera se liga no trailer em português!
    https://www.youtube.com/watch?v=zXhP1F1yKwM