Finalmente poderemos dar adeus a um dos piores problemas de Bloodborne: suas longas e enfadonhas telas de carregamento. Ok, elas ainda existem, mas estão mais curtas e, agora, informativas, com a nova atualização 1.03, liberada nesta quinta-feira (23) pela From Software.

De acordo com a companhia, a atualização reduz o tempo de carregamento entre 5 e 15 segundos, melhora a performance geral do jogo e corrige certos bugs. Além disso, as telas de carregamento deixam de mostrar apenas o logotipo do jogo para trazerem descrições sobre os inúmeros itens espalhados pela jornada, tal como Dark Souls II fazia.

Basicamente, elas foram disso…

bloodborne-loading-2

… para isso:

Bloodborne™_20150423113603

Legal, né? Antes tarde do que nunca.

Em minha análise para o Overloadr, eu apontei esta como uma das maiores fraquezas de Bloodborne. Com o problema parcialmente resolvido (afinal, os loadings ainda existem, mesmo que reduzidos), espera-se que suas mortes em Bloodborne (que não são poucas) se tornem menos maçantes.

Falamos sobre e jogamos Bloodborne à exaustão:
Shuffle
Ao vivo (íntegra)
MotherChip #28

Veja tudo o que a atualização corrige:

-Tempo de carregamento reduzido (aproximadamente 5-15 segundos; pode variar por circunstância)
-Corrigido bug que deixavam certos elevadores inoperantes
-Corrigido bug que imobilizava chefes
-Corrigido bug que deixava jogadores incapazes de avançarem em certos eventos de NPCs durante o multiplay
-Quando o PS4 é colocado em modo de descanso durante uma partida online, o jogo agora irá retornar ao menu principal quando for reestabelecido. Isso resolverá problemas de matchmaking relacionados a suspend/resume
– Várias outras correções de bugs