Depois de ter resolvido seu imbróglio com a Saban, empresa norte-americana proprietária dos direitos de Power Rangers, o estúdio brasiliense Behold está enfrentando uma nova barreira legal agora que seu Chroma Squad foi lançado. Embora deste lado do mundo o lançamento tenha ocorrido normalmente, em certas regiões do Oriente Médio e Ásia a situação é outra.

Segundo Saulo Camarotti, fundador da Behold Studios, em um post na comunidade do jogo no Steam, Chroma Squad não pode ser vendido por “questões legais” nas seguintes regiões: Afeganistão, Brunei, Cambodia, Cuba, Hong Kong, Indonésia, Irã, Iraque, Israel, Japão, Coreia do Norte, Coreia do Sul, Laos, Macao, Malásia, Filipinas, Singapura, Sudão, Taiwan, Tailândia e Vietnam.

“Sentimos muito por isso, considerando que nós criamos um jogo inspirado pela maioria dos super heróis japoneses, e isso fere nossos corações”, disse Saulo.

Veja também:
– Chroma Squad fica mais engraçado quando você abusa da sua criatividade
– Análise – Chroma Squad
– Shuffle – Chroma Squad

Embora o jogo não esteja disponível para compra na loja da Valve nestas regiões, ele ainda pode ser jogado, usando códigos de ativação. Ou seja, um usuário no Japão ainda tem a opção de comprar Chroma Squad via Humble Bundle, por exemplo, e ativar o jogo no Steam usando seu código de acesso.

Embora a equipe da Behold não possa comentar sobre o impedimento, em razão dos acordos legais com a Saban, é possível que Chroma Squad não possa ser publicado nestes países devido a forte presença da japonesa Toei Company, detentora dos direitos das séries Super Sentai e seus diferentes formatos, nas regiões. Sim, basicamente todas as séries de Super Sentais que existem são de propriedade da Toei, sendo séries como Power Rangers e VR Troopers as únicas exceções, dado o contrato de parceria entre a Saban e a Toei para suas produções. Assim, parece que Chroma Squad só pode ser lançado em regiões onde há uma maior atuação da Saban.

Chroma SquadChroma SquadChroma SquadChroma SquadChroma SquadChroma SquadChroma SquadChroma SquadChroma SquadChroma SquadChroma Squad
  • Marcus Vinicius Lima Martins

    =(

  • Zé Luiz

    Dá uma baita dor no coração ver que esse trabalho incrível da galera da Behold vai ficar de fora justamente dos mercados dos países que possivelmente mais consomem e curtem séries Super Sentai. É realmente frustrante ver que um jogo inspirado e com homenagens óbvias a um produto cultural tão típico dessa região do mundo simplesmente não poderá ser apreciado por lá… Isso pra não falar da perda de retorno comercial. Uma pena.

  • rodrigo

    a Toei por vezes é uma pedreira…

    • Neil Collins

      LITERALMENTE!!! xDDDD

    • Bem bolado, leva 100 soldados de massinha.