É difícil mostrar para quem não está usando um visor de realidade virtual qual é a experiência tida quando se está vestindo um. Ainda assim, esses quatro trailers de experiência criadas pra o Project Morpheus nos dão ao menos uma ideia do que está sendo feito para o periférico do PlayStation 4.

O primeiro deles, Headmaster, faz uma brincadeira com o seu nome, pois a ideia do jogo é cabecear da forma mais proficiente o possível. Inicialmente bolas de futebol vêm em direção à câmera, precisando ser direcionadas para alvos específicos. Em pouco tempo, entretanto, podemos ver uma maior complexidade e maneiras através das quais expectativas são subvertidas, como quando bolas de praia precisam ser rebatidas e caixas que explodem quando a esfera entra em contato com elas.

WayWard Sky é descrito em seu vídeo como um “look and click adventure”. As partes de jogabilidade mostradas denotam uma mistura de diferentes câmeras, que aparentemente precisam ser usadas conjuntamente na solução de puzzles. Quando ela está distante podemos ver o cenários mais abertamente, porém quando nos aproximamos certos elementos são manipulados de forma mais precisa.

Rigs, apresentado durante a coletiva da Sony, pede que controlemos um robô em partidas competitivas de um esporte futurístico. Há elementos de combate, evidenciado pela destruição de outros robôs durante o round. No entanto, o fator mais importante parece envolver uma espécie de gol, feito quando um dos robôs atravessa uma argola gigante, mas é possível que essa seja apenas uma das modalidades presentes.

Por último, Godling é um jogo que nos coloca na pele de um deus em sua infância, podendo decidir como usar seus poderes em uma espécie de playground. De acordo com os desenvolvedores, isso não significa que Godling está mais para um brinquedo, no qual você pode usar seus poderes para brincar da maneira que quiser. Existe uma experiência linear aqui e objetivos que devem ser cumpridos, porém eles poderão ser terminados sem uma ordem específica.