My Night Job é um jogo atualmente em desenvolvimento para o PlayStation 4, pelo estúdio Webcore Games. O início da criação do título foi possível graças a um edital contemplado pela prefeitura de São Paulo, de produção de jogos SPcine, tal qual ocorreu com a Pocket Trap.

De acordo com a Webcore, “o game é uma homenagem aos filmes clássicos de horror dos anos 80 pessoas desesperadas, um ambiente fechado, uma ameaça aterrorizante, um herói que se sobressai e uma dose de humor. As referências são filmes como Phantasm, A Morte do Demônio(Evil Dead), A Hora do Pesadelo (com Freddy Krueger), A Coisa, Madrugada dos Mortos e muitos outros (mais de 30 no total).”

Com lançamento previsto para o primeiro trimestre de 2016, My Night Job possui uma pixel art muito bonita e detalhada. No Tumblr do estúdio é possível ver a qualidade dessas animações, algumas bem chamativas. Pelo que pôde ser visto em um vídeo com cenas de jogabilidade, o título tem um quê de beat ‘em ups com um pouquinho de Metal Slug (este último em específico quando Reggie, o protagonista, está empunhando uma arma de fogo).

Posterior à chegada ao PlayStation 4, My Night Job aparecerá no PC e no Xbox One. Aqueles que desejaram acompanhar as novidades sobre o jogo poderão fazê-lo através de sua página no Facebook.

My Night Job

My Night Job

  • Realmente a pixel art do helicóptero me lembrou bastante Metal Slug, as animações tem bastante quadros dando uma fluidez interessante mas achei a composição visual como um todo um pouco confusa. Pode ser por causa do trailer não ser uma grande coisa. No aguardo.

  • Diogo Gomes

    Não que eu seja contra, gosto muito do pixel art, mas ultimamente sinto que o desenvolvimento de jogos no Brasil tem se mantendo sempre com essa “limitação”.
    Vocês enxergam alguma saída a isso?

    • É muito melhor jogos em pixel art com boa jogabilidade do que meterem os pés pelas mãos e usarem gráficos 3D, perdendo tempo (dinheiro) para ter um resultado que não vai chegar perto de ser agradável.

      Muitos devs brasileiros estão tendo suas primeiras oportunidades comerciais mais amplas e acho que uma grande qualidade das empresas deve ser saber iniciar e terminar seus projetos de maneira coesa.

      Não há investimento no setor, não é sábio se arriscar. Jogos bons tem prioritariamente bom game design e controles bem resolvidos… A estética deve ser encaixar com coerência ao game design e não ser escolhida simplesmente pela tecnologia.

      Pelo menos é isso que penso. 😀

      • Diogo Gomes

        Concordo totalmente sobre a jogabilidade. Minha questão é justamente se frente a todo esse destaque que devs brasileiros tem tido ultimamente vamos ver um maior investimento na industria brasileira.
        Tenho certeza que vários estúdios já tem porte para bater de frente com produções lá de fora…

        • Então, eu acho que não é um destaque e sim oportunidade que eles estão tendo. As plataformas PlayStation e Xbox abriram as portas para todos os desenvolvedores indies e não para os brasileiros em sim. Ao meu ver essa é a oportunidade de mostrarem profissionalismo e que são confiáveis.

          Lá fora temos as gigantes dos jogos AAA, mas também indies que fazem coisas com menos investimento que muitos devs daqui.

          Acho que investimento é uma questão de tempo e a qualidade é imprevisível.