Battle Chasers: Nightwar é o novo RPG com batalhas em turno dos criadores de Darksiders

O estúdio independente Airship Syndicate, fundado por membros da extinta Vigil Games, responsável por Darksiders, anunciou seu jogo de estreia, o RPG Battle Chasers: Nightwar. O estúdio recorreu ao Kickstarter para financiar o projeto e busca arrecadar US$ 500 mil em sua campanha.

O jogo é inspirado na série de quadrinhos Battle Chasers, de Joe Madureira, um dos fundadores do estúdio e diretor de arte de Darksiders. E, bem como Darksiders, Battle Chasers traz o estilo inconfundível de Madureira, com sua bela arte 2D transposta para cenários e personagens em 3D.

Os criadores citam jogos como Final Fantasy, Suikoden, Chrono Trigger e Phantasy Star como influências para Battle Chasers, que traz batalhas em turnos e masmorras geradas aleatoriamente. O jogo envolve escolher três heróis, gerenciar seus equipamentos e habilidades e partir para cenários repletos de armadilhas, enigmas, segredos e inimigos. Conforme o jogo progride, novos heróis, itens e habilidades são destravados.

O sistema de batalha tem suas particularidades, como duas barras de mana (azul e vermelha), as quais são consumidas dependendo do ataque utilizado, e uma barra que determina a ordem de atuação das unidades (suas e inimigas) e também eventos aleatórios como buffs e debuffs, que afetam os estados dos personagens.

Todos os ataques consomem mana, e alguns deles geram mana vermelha, a qual serve como uma espécie de “tanque reserva”, quando a mana azul é esgotada. Desta forma, cabe ao jogador escolher qual reserva de mana pretende usar, uma vez que cada herói reage de forma diferente a elas.

Em pouco mais de 24 horas, o estúdio já arrecadou mais de US$ 350 mil, tendo ainda 30 dias de campanha pela frente. Contribuindo com US$ 20 já é possível garantir a cópia digital de Battle Chasers quando ele for lançado.

A previsão é de que Battle Chasers: Nightwar chegue ao PC e Mac (com possíveis versões para Xbox One e PS4) ao final de 2016.

  • Zé Luiz

    O visual do jogo me lembrou muito o da série Torchlight (especialmente o II), o que me parece um bom sinal. Fiquei curioso para testar o game.

  • Elton Alves Do Nascimento

    Se for parecido com o sistema de turno do Child of light… Será bom.

  • Rafael Andrade

    quero em português :////