Em uma coletiva realizada na tarde desta quinta-feira pelo Oculus, foi anunciado que o Gear VR – visor de realidade virtual criado em uma parceria entre a Samsung e Oculus – chegará ao mercado em novembro deste ano, com um preço de US$ 99.

Até então, a primeira versão do aparelho podia ser adquirida por desenvolvedores e entusiastas, curiosos com a tecnologia. No entanto, no fim do ano o produto que estará nas prateleiras será voltado ao consumidor normal. Na verdade, dado o preço inferior ao esperado do Oculus Rift (e também abaixo do que espera-se do PlayStation VR e do SteamVR), a ideia é que o Gear VR seja um visor mais mainstream em relação a outros dispositivos similares.

O aparelho que será vendido é mais leve do que o disponível até então (22% menos pesado, para ser preciso), é descrito como mais confortável de ser usado e seu touchpad tem um novo design.

Veja também:
– Inspirado em Pokémon Snap, Finding Monsters é primeira IP original do estúdio amazonense Black River
– Hora da Aventura acaba de ganhar um jogo de plataforma de realidade virtual

Junto disso, o Oculus também afirmou em sua coletiva que Netflix, Twitch e os vídeos de 360° do Facebook estão a caminho do Gear VR (sendo que Netflix pode já ser baixado por aqueles que possuem o dispositivo), e anunciou o Oculus Video, que terá parcerias com a Lionsgate e 20th Century Fox.

Somado ao Oculus Rift, o Oculus tem agora produtos de realidade virtual voltado a dois mercados diferentes e importantes. Enquanto o Rift deverá ser aquele mais interessante para os que se interessam por jogos e pelas novas possibilidades de como experienciá-los, o Gear VR poderá ter uma penetração maior no mercado, especialmente se seu foco se mantiver em redes sociais e maneiras de acessarmos conteúdos.

É cedo para dizer como seremos impactados por isso, mas certamente será curioso observar a chegada dessas tecnologias nos próximos meses.

  • Jonas S. Marques

    Interessante; 99 dólares é um excelente preço. E mesmo aqui parece uma boa se nada sair muito errado e ele chegar por mais de 1000 reais.
    Além disso é uma excelente forma de catequizar uma série de pessoas que jamais olhariam pra um dispositivo desses se ele custasse o triplo. Vai ser de fato interessante.

  • Bruno Pires

    Agora virou moda fazer Oculos VR feitos nas coxas pra cima e pra baixo?

  • Vitor Valadares

    A questão é, precisa de um smartphone top da samsung, o que por si só já deixa ele numa escala de preço gigante :/