Ninguém esperava, mas na tarde desta terça-feira (27) fomos inundados por anúncios PlayStation Paris Game Week. No evento voltado à imprensa, o braço europeu da Sony apresentou as novidades que chegarão ao PlayStation 4 nos próximos meses e anos, em desenvolvimento pelos estúdios e parceiros europeus da companhia.

Eis tudo o que você precisa saber:

Detroit, novo jogo da Quantic Dream

Você se lembra daquela demo técnica de Kara, da Quantic Dream (Heavy Rain, Beyond: Two Souls), mostrada há alguns anos para o PlayStation 3? Pois bem, ela virou um jogo de fato. Detroit, para PlayStation 4, será sobre a vida de uma android com consciência de sua existência em um mundo que não foi criado para ela. Sem data de lançamento.

Primeiro vídeo de gameplay de Wild, novo jogo de Michel Ancel

A gente queria mesmo ver o retorno de Beyond Good & Evil, mas como nossa esperança já acabou faz tempo, nos contentamos com Wild. Carregando um pouco de From Dust, do Eric Chahi (franceses parecem adorar jogos sobre natureza) controlamos um xamã capaz de entrar na pele de criaturas selvagens em um jogo de mundo aberto. Sem data de lançamento.

Gran Turismo Sport anunciado para PS4

Se você não tiver nenhum fetiche por carros, pode pular este. O próximo jogo da série de simulação será totalmente compatível com o PlayStation VR. Ainda não tem previsão de lançamento, mas ganhará um beta no começo de 2016. O trailer não mostra muita coisa, mas pede para você “apoiar seu fabricante”. Então tá.

Robinson: The Journey é jogo da Crytek para PlayStation VR

O estúdio conhecido por Crysis mostrou um vídeo de seu jogo para PlayStation VR. Tem dinossauros e um robozinho flutuante, mas gameplay de verdade que é bom, nada. Sem data de lançamento.

Until Dawn: Rush of Blood é anunciado para PlayStation VR

Será uma espécie de trem fantasma com elementos de shooter, ambientado no universo de Until Dawn. De alguma forma, os produtores prometem inserir as decisões na experiência. O vídeo não mostra muito mais do que pessoas usando o PlayStation VR junto do PlayStation Move — que, inclusive, seria utilizado originalmente em Until Dawn e alguém se tocou que isso não era uma boa ideia.

Multiplayer de Uncharted 4 tem poderes místicos

Foi mostrado um trailer do multiplayer de Uncharted 4. Se você achava que o tiroteio desenfreado das partidas competitivas de Uncharted não combinavam muito com o jogo (ainda que fossem muito boas!), você não viu nada. Espero que exista uma boa desculpa por trás, como descobrir que todas as partidas foram, na verdade, um sonho febril de Nathan.

Dreams ganhou uma demonstração de gameplay

Alex Evans, da Media Molecule, fez a primeira apresentação do ambicioso Dreams, anunciado na última E3. É aquele tipo de jogo que só conseguiremos entender de fato jogando-o, mas ao menos já sabemos que é lindo e parece ser extremamente fácil construir coisas e interagir com o cenário e personagens.

O novo trailer de Gravity Rush 2

Pudemos ver mais um pouquinho da continação de Gravity Rush para PlayStation 4, que chega em 2016. Tá bonito, soa divertido, a música parece ter saído de Pokémon e tem três tipos diferentes de gravidade. Já me conquistou.

Matterfall é novo jogo dos criadores de Resogun

A Housemarque (de Resogun) está fazendo um novo jogo para PlayStation 4. Parece envolver tiroteio e soldados que se desfazem em milhares de pedacinhos quando são atingidos. Vamos ver o que vem por aí, não dá para saber ainda.

Driveclub ganha expansão com motocicletas.

É standalone, então não exige o jogo original. E sim, já está disponível. Parece radical.

Horizon: Zero Dawn ganha um novo trailer de gameplay

Um novo trecho do jogo novo da Guerrilla Games foi mostrado, mas ele não parece tão diferente do que já havíamos visto antes. Agora sabemos que a heroína Aloy pode criar armadilhas para eliminar os dinossauros mecânicos e criar itens a partir de recursos coletados previamente.

Avicci terá seu próprio jogo musical para PlayStation 4

Avicii já tinha um jogo musical bacana chamado Gravity, para Android. Avicii Vector parece ser uma versão maior, com modo multiplayer e provavelmente algumas alguns novos recursos do mesmo jogo.

No Man’s Sky chega em Junho de 2016

E ganhou um novo trailer. Mas a essa altura já vimos o suficiente, não?

Boundless é um clone de Minecraft para PS4

Até a Sony entrou na dança. O jogo de mundo aberto formado por blocos será crossplatform entre o PlayStation 4 e PC. Tirando os portais entre diferentes regiões, parece ter tudo o que Minecraft já tem.

Tekken 7 será lançado para o PS4 com suporte ao PlayStation VR

Lançado apenas para arcades até o momento, o jogo de luta chegará ao PS4. De alguma forma, o jogo fará uso do PlayStation VR.

  • Lucas

    Extremamente interessante o anúncio do novo trabalho da Quantic Dream. Diferente de como foi com Beyond, captaram minha total atenção logo de cara com a proposta de Detroit. Há de se confiar em David Cage.

  • cmr

    Excelentes jogos para introduzir o PS VR. Mas será que ele será bom o suficiente para esses jogos?

    • DDR31600Mhz

      O problema todo esta na quantidade de processamento que é necessário para manter pelo menos os 75~90 fps nas duas telas com resolução de minima de 1080p que o VR precisa para começar a ser real, a solução da Sony vai ser uma gambiara para alcançar isso.

      Em resumo, eu cético a respeito da qualidade deste produto, ainda mais depois de ver o requisitos que o Oculus Rift exige

      • Alisson André

        Pelo o que eu li no PS4 os jogos vão rodar a 60fps e via reprojection o jogo fica a 120fps no PSVR.
        Eu espero que essa gambiarra não manche o VR nos consoles.

  • Guilherme Kaneko

    Aleluia que alguém concorde comigo a respeito de Horizon. Já é a terceira ou quarta conferência que eles só sabem falar sobre a gama de opções que o jogo proporciona sobre a caça, quero ver algo diferente, que mostre que esse jogo é diferente do que já vimos diversas vezes.
    Sem contar que não tem nda sobre o enredo tb.
    Dizer que o jogo se passa numa era pós apocalíptica é mais que redundante.

    • Carlos Gilberto

      Concordo com você em partes, talvez não tenha pronto outra parte que seja jogavel sem estar meio quebrado devido ao estagio de produção, e como a primeira impressão é que fica, talvez seja receio de mostrar uma parte e dar algum bug ou sei la.
      Alem disso deve haver algum custo e tempo que pode ser desnecessario no momento em recortar uma parte do jogo para mostrar

      • Guilherme Kaneko

        Até entendo oq vc diz, mas já encheu o saco essas ganeplays.
        Poderiam fazer um trailer nem que fosse GC para mostrar mais da história ou outras coisas possíveis. Mas desde que o jogo foi anunciado eles só focam na mesmice, e para mim não foi mostrado Nda diferente do que já vimos.
        A Guerrilla já mostrou que sabe fazer ótimos gráficos com Killzone, agora precisam mostrar que sabem desenvolver um bom enredo. Pq Killzone é bem clichê.

  • Jonathan B.

    Detroit, enfim algo que chama a atenção em meio a tantos jogos mais do mesmo.

    • Vinicius Siviero

      Wild também parece bem diferente

  • Alisson André

    David Cage? A.I.? Eu tenho medo!

    Tekken tem aquele esquema do DOA de ficar girando e dar zoom no personagem depois que ele perde/ganha?

  • matzenegger

    Gravity Rush 2 exclusivo para PS4 é um tapa na cara que o Vita não merecia 🙁