Aconteceu na madrugada desta sexta-feira (4) o The Game Awards 2015, premiação comandada pelo jornalista Geoff Keighley.

The Witcher 3: Wild Hunt levou o prêmio de jogo do ano e seu estúdio, a polonesa CD Projekt Red, a de melhor desenvolvedora.

Outros destaques foram Splatoon, que levou os prêmios de Melhor Multiplayer e Melhor Shooter (vencendo pesos pesados como Call of Duty: Black Ops 3, Halo 5 e Star Wars: Battlefront), Rocket League, que abocanhou os prêmios de Melhor Jogo Independente e Melhor Título de Corrida/Esporte e Her Story, que ficou com Melhor Performance (para a atriz Viva Seifert) e Melhor Narrativa.

Já o extinto Westwood Studios, responsável por clássicos como Dune II e Command & Conquer, foi homenageado da noite, no Icon Award.

Veja a lista de ganhadores:

Jogo do ano

  • Bloodborne
  • Metal Gear Solid V: The Phantom Pain
  • Fallout 4
  • Super Mario Maker
  • The Witcher 3: Wild Hunt
The Witcher 3: Wild Hunt

The Witcher 3: Wild Hunt

Desenvolvedora do ano

  • Bethesda (Fallout 4)
  • CD Projekt Red (The Witcher 3)
  • From Software (Bloodborne)
  • Kojima Productions (Metal Gear Solid V)
  • Nintendo (Splatoon, Super Mario Maker)
CD Projekt Red

CD Projekt Red

Icon Award

  • Westwood Studios (Dune II, Command & Conquer, Lands of Lore)
Westwood Studios

Westwood Studios

Melhor jogo independente

  • Axiom Verge
  • Her Story
  • Ori and the Blind Forest
  • Rocket League
  • Undertale
rocket-league-3

Rocket League

Melhor jogo mobile/portátil

  • Downwell
  • Fallout Shelter
  • Lara Croft Go
  • Monster Hunter 4: Ultimate
  • Pac-Man 256
Lara Croft Go

Lara Croft Go

Melhor narrativa

  • Her Story
  • Life is Strange
  • Tales from the Borderlands
  • The Witcher 3: Wild Hunt
  • Until Dawn
Her Story

Her Story

Melhor trilha sonora

  • Fallout 4
  • Halo 5: Guardians
  • Metal Gear Solid V: The Phantom Pain
  • Ori and the Blind Forest
  • The Witcher 3: Wild Hunt
Metal Gear Solid V: The Phantom Pain

Metal Gear Solid V: The Phantom Pain

Melhor performance

  • Ashly Burch (Chle, Life is Strange)
  • Camilla Luddington (Lara Croft, Rise of the Tomb Raider)
  • Doug Coockle (Geralt, The Witcher 3)
  • Mark Hamill (Coringa, Batman: Arkham Knight)
  • Viva Seifert (Her Story)
Her Story

Her Story

Melhor shooter

  • Call of Duty: Black Ops III
  • Destiny: The Taken King
  • Halo 5: Guardians
  • Splatoon
  • Star Wars: Battlefront
Splatoon

Splatoon

Melhor jogo esportivo/corrida

  • Rocket League
  • FIFA 16
  • Forza Motorsport 6
  • Pro Evolution Soccer 2016
  • NBA 2K16
Rocket League

Rocket League

Melhor jogo de ação/aventura

  • Assassin’s Creed: Syndicate
  • Batman: Arkham Knight
  • Metal Gear Solid V: The Phantom Pain
  • Ori and the Blind Forest
  • Rise of the Tomb Raider
Metal Gear Solid V: The Phantom Pain

Metal Gear Solid V: The Phantom Pain

Melhor RPG

  • Bloodborne
  • Fallout 4
  • Pillars of Eternity
  • Undertale
  • The Witcher 3: Wild Hunt
The Witcher III: Wild Hunt

The Witcher III: Wild Hunt

Melhor jogo de luta

  • Guilty Gear Xrd Sign
  • Mortal Kombat X
  • Rise of Incarnates
  • Rising Thunder
Mortal Kombat X

Mortal Kombat X

Melhor jogo para família

  • Disney Infinity 3.0
  • LEGO Dimensions
  • Skylanders: Superchargers
  • Splatoon
  • Super Mario Maker
Super Mario Maker

Super Mario Maker

Melhor multiplayer

  • Call of Duty: Black Ops III
  • Destiny: The Taken King
  • Halo 5: Guardians
  • Rocket League
  • Splatoon
Splatoon

Splatoon

Melhor direção de arte

  • Bloodborne
  • Batman: Arkham Knight
  • Metal Gear Solid V: The Phantom Pain
  • The Witcher 3: Wild Hunt
  • Ori and the Blind Forest
Ori and the Blind Forest

Ori and the Blind Forest

Games for Change Awards

  • Cibele
  • Her Story
  • Life is Strange
  • Sunset
  • Undertale
Life is Strange

Life is Strange

Jogos mais esperado (escolha do público)

  • Horizon Zero Dawn
  • No Man’s Sky
  • Quantum Break
  • The Last Guardian
  • Uncharted 4: A Thief’s End
No Man's Sky (PS4, PC)

No Man’s Sky (PS4, PC)

Melhor jogo de eSports (escolha do público)

  • Call of Duty: Advanced Warfare
  • Counter-Strike: Global Offensive
  • DOTA 2
  • Hearthstone
  • League of Legends
Counter-Strike: Global Offensive

Counter-Strike: Global Offensive

Melhor time de eSports (escolha do público)

  • Evil Geniuses
  • Fnatic
  • Optic Gaming
  • SK Telecom T1
  • Team Solomid
Optic Gaming

Optic Gaming

Jogador de eSports do ano (escolha do público)

  • Kenny “Kennys” Schrub
  • Lee “Faker” Sang-Hyeok
  • Olof “Olofmeister” Kajbjer
  • Peter “PPD” Dager
  • Syed Sumail “SUMA1L” Hassan
Kenny “Kennys” Schrub

Kenny “Kennys” Schrub

Trending Gamer (escolha do público)

  • Christopher “Montecristo” Mykles
  • Greg Miller
  • Markiplier
  • Pewdiepie
  • Totalbiscuit
Greg Miller

Greg Miller

Melhor criação de fã (escolha do público)

  • GTA 5 – Targets
  • Portal Stories: Mel
  • Real GTA
  • Twitch Plays Dark Souls

portal-stories-mel

  • Guilherme Kaneko

    Acho muito bom que Splatoon tenha ganho os prêmios de melhor multiplayer e Shooter. Principalmente concorrendo com Triple A (Halo, CoD, Battle Front e Destiny). Dos últimos dois anos para cá, parece que a indústria dos games passaram a aceitar mais a Nintendo. Ano passado levou o prêmio de produtora, esse ano desbancou os pesos pesados, quem sabe não está chegando a hora de receber o prêmio de melhor jogo do ano.

    • Elton Alves Do Nascimento

      Achei justo, afinal se trata de uma proposta bem refrescante, não a mesmice que são os CODs da vida.

    • Caio

      De todos os concorrentes era o único que diferente de todos. Muita gente desmerecia e ficou puta por ter ganhado mas foi muito bem colocado.

      • Guilherme Kaneko

        Na verdade ficaram putos por ser um jogo da Nintendo. Pq se fosse da MS ou Sony, sempre são “hypados”.

        • Caio

          Pois é, acho bizarro isso. Fazem de tudo pra desmerecer a empresa mesmo quando ela acerta.

  • Bruno Leao

    Super Mario Maker melhor jogo para a familia? Todos sentados em volta da TV enquanto são levados a achar que isso é um jogo?! Esses jurados caíram direitinho no golpe da Nintendo.

    • rodrigo

      não é Jogo

    • Caio

      O melhor jogo daqueles é Splatoon mas já que já tinha vencido dois prêmios, Mario Maker venceu. E convenhamos, é um excelente jogo, tem nada de golpe, tudo o que está no jogo está lá foi apresentado pro público desde o início, tanto que vendeu quase 2,5 milhões em menos de 3 meses.

      No mais, dá pra jogar fases da Nintendo, fases do usuário, event courses e criar fases então sim, é um jogo.

      Abraços!

  • Silvio Luiz de Carvalho Filho

    Obrigado Henrique por me fazer comprar Life is Strange.

  • Felipe de Albuquerque

    Eu acho uma sacanagem o Bloodborne não ter levado nada. 🙁
    Eu acho que ele merecia o de direção de arte e o de melhor jogo do ano, mas teve o azar de estar junto com grandes concorrentes. Se ele fosse lançado em 2014 teria ganhado de lavada.
    E ainda por cima nem sequer indicaram ele para melhor trilha sonora, a trilha sonora dele é sensacional e marcante. Além disso, na minha humilde opinião de fã ele também merecia ser indicado em melhor narrativa, porque o que ele faz na narrativa é completamente diferente dos outros indicados.

    • Diego Gomes de Oliveira

      Meu caro, eu joguei mais de 80 horas de bloodborne e não lembro de ter ouvido nada que dê pra chamar de trilha sonora. Não teve nada de marcante. MG5 tinha muita música licenciada, acho que isso pesou bastante.

      • José Neto

        Olha, até concordo que ela nem seja tão marcante assim. Ví muita coisa reciclada nas músicas de Bloodborne e, canto gregoriano não é mais algo tão surpreendente na música de videogame. Mas dizer que não nada que dê pra chamar de trilha sonora é sacanagem.

        O problema é que enquanto vc está lutando contra um chefe tipo Ebrietas, a última coisa em que vai reparar é na música. Mas, ela está lá, criando clima. Nesse sentido, a menção era válida sim.

        https://www.youtube.com/watch?v=ICSk8-pJkX8

        • Diego Gomes de Oliveira

          Eu entendo o que quer dizer, mas provavelmente por eu ser um jogador meio ruim, eu sempre enfrenteva um chefe muito focado. Subconscientemente eu sabia que a música tava lá, mas ela não me alcançava. Então eu não acho que ela seja marcante.

      • Felipe de Albuquerque

        Tá falando sério? TODOS, literalmente todos os chefes tinham músicas. E algumas áreas tinham músicas ambientes. E não sei como que alguém jogou 80 horas de bloodborne e não percebeu isso.
        Sugiro que escute a trilha sonora do Bloodborne, pois é ótima.

        • Diego Gomes de Oliveira

          Cara, tô falando seríssimo. E naõ acho que isso seja um defeito pra mim, pelo contrário. Para mim, o jogo sempre passou uma sensação de “estou sozinho e fodido nessa porra”, então quando jogava não reparava em música nenhuma. Eu sei que tem música, mas nenhuma delas marcou.

  • rodrigo

    Rocket League brocou assim como Splatoon.. esse ano foi doideira

  • Diego

    Viva Seifert por Witcher 3 /kappa

  • Vinicius tomal

    Só resta rir quando Tomb Rider Go, um jogo bem mediano e simplista ganhou de MonHun 4U, que é simplesmente fenomenal, só me resta acreditar que parte dos jurados não conseguiu matar um Rathalos e por isso ignorou o jogo.

  • Kazuo

    1- Jurava que Monster Hunter levaria o prêmio de melhor jogo para portátil;
    2- Bethesda indicada como melhor desenvolvedora?
    3- Não acho Witcher 3 tudo isso.. todos os concorrentes são melhores que ele (exceto Fallout 4);
    4- Na minha lista de indicados eu tiraria o Fallout 4 e Witcher 3 e colocaria o Batman AK e o Life is Strange ou Ori and the Blind Forest, ou o Rise of Tomb raider… enfim, tivemos muitos jogos melhores.

  • Caio

    Concordo com toda a premiação com exceção do Rocket League como melhor indie. É realmente o melhor tecnicamente mas teria dado pra Undertale.

  • Gabriel Raposo

    Chateado com a falta de Undertale nos prêmios, merecia o de melhor indie

  • Droga, Bloodborne não ganhou nada e agora vou ter que escolher outro jogo favorito.
    O jeito é ir de The Witcher 3.