Em nota, a Brasil Game Show divulgou que seu Pavilhão Indie – área dedicada exclusivamente a desenvolvedores independentes – terá este ano o dobro do tamanho que teve na edição de 2015.

Serão 72 estandes, sendo que desses 54 foram reservados. Não há informações se entre eles houve algum estúdio indie de fora do Brasil garantindo presença na BGS ou se até o momento foram só desenvolvedores brasileiros que fizeram reserva. No ano passado, apenas uma empresa independente internacional – a Data Realms, com Planetoid Pioneers – esteve presente no Pavilhão Indie, sendo que a Devolver Digital, que por mais de um ano marcou presença na Brasil Game Show, não se fez presente.

Leia mais:
– BGS 2015: “Nós estamos aqui a longo-prazo”, afirma Phil Spencer, chefe da divisão Xbox
– BGS 2015: Dólar, preço do PlayStation, localização e concorrência; um papo com Anderson Gracias

A BGS 2016 ocorrerá dos dias 1° e 5 de setembro (sendo o dia 1° voltado a imprensa e negócios) no São Paulo Expo. Os ingressos já estão à venda.

  • PauloHDSousa

    Nada mais que justo, hoje em dia tem mais jogos Indie que não Indie.

    E digo mais, jogos Indie geralmente são mais interessantes e tem mecânicas mais legais.

  • gusRamos

    São as maiores fontes de inovação da industria dos games, então, mais que merecido o espaço dado a eles.

  • leoleonardo85

    E mesmo assim vão reclamar.

  • Paulo Pinheiro

    Bem legal. Só espero que as produtoras indies usem bem o espaço também. A de 2014 estava bem encolhido o espaço, mas bem usado. A de 2015 já não achei tanto.

  • Vinicius Siviero

    Dobro de 2015, quádruplo de 2014.

  • Guilherme Gondin

    Eu acho legal isso, mas fico pensando, será que aumentar tanto o espaço dos indies traz mais público a BGS?