O site Game Pressure descobriu algo curioso: o mapa de Far Cry Primal é extremamente similar ao de Far Cry 4, o que dá a entender que a Ubisoft reciclou o cenário do jogo de 2014, dando uns tapas para dar a ele um novo aspecto.

Isso já havia sido feito em Far Cry 3: Blood Dragon, um spin off vendido por um preço reduzido, assumidamente baseado em uma parte de Far Cry 3. Far Cry Primal, no entanto, foi lançado pela Ubisoft como um jogo independente e “full price”, de US$ 59, do que se espera um conteúdo original, e não derivado de outro produto.

Uma fonte próxima à Ubisoft confirmou ao Kotaku que, de fato, a equipe de desenvolvimento usou o heightmap (os dados topográficos) de Far Cry 4 como base para criar o cenário de Primal, embora os cenários dos jogos variem em sua vegetação.

Assista aos Shuffles de ambos os jogos e veja por conta própria:
Far Cry 4
Far Cry Primal

Talvez isso justifique o curto período de desenvolvimento de Primal, lançado poucos meses após seu anúncio, em outubro de 2015.

Veja a comparação dos mapas feita pelo Game Pressure:

Far Cry 4
farcry-4

Far Cry Primal
farcry-primal

  • Fernando

    Vivemos em um tempo no qual os jogos AAA tem uma vida útil cada vez menor, já que somos solapados constantemente com franquias famosas – vide Call of Duty e o próprio Far Cry – e a necessidade de ter algo “fresco” para os jogadores jogarem. Estúdios famosos vivem em uma tensão pra cumprir prazos e entregar material “novo”, sendo essa tensão muitas vezes criada pela própria empresa, e não pelo mercado de games em si.
    Como grande parte dessas franquias famosas vivem da mesma fórmula, inclusive seguindo muitas vezes o monomito, com uma jogabilidade repetitiva que chega a ser exaustiva – sempre envolvendo a morte, destruição – a reutilização desse mapa, embora eu considere de certo modo vexatório e um tapa de luva de pelica na cara do consumidor (principalmente pelo jogo utilizar os mesmos pressupostos da franquia e ter sido lançado como “full price”), pode ser considerado normal, já que é um jogo completamente “diferente” aos olhos dos jogadores mais “desatentos” (por falta de um termo melhor).
    Mas vindo da Ubisoft, que no último ano se envolveu em diversas controvérsias, já era algo meio “esperado”.

    Sei lá.

  • Anderson Cardoso

    Tem uma missão em que um sujeito te pede alguns itens para que ele possa “voar”, dai quando você entrega esse itens ele te diz pra descer do morrinho e vê-lo em ação; Reparem tanto no jeito em que ele pula e na música que toca quando ele dá o “salto da fé”.

    Outra coisa que achei interessante é quando encontrei em uma caverna um esqeleto daqueles dinossauros do spin off do farcry 3! Achei massa os easter eggs desse game nem sei se existem mais mas até onde vi gostei!

    Abs,

  • Arthur Rocha

    Eta Ubisoft kkkkkkkkkk

  • El Luchador

    MALANDRILSA!

  • Bob

    que TOSCO.

  • Bob

    se bem que pode ser “de propósito”, e explica porque diabos esse jogo se chama far cry também. ou seja, é pq se passa no mesmo lugar na idade das carvernas.

    • Zumbi Barbudo

      N seria isso pq pelo q eu vi o primal se passa na europa central

  • Zé Luiz

    E a ironia é que o jogo do mapa “recauchutado” tem tido, ao menos no que pude observar até agora, uma repercussão bem maior de público e de crítica do que o “game original”. Quem iria prever isso?

  • João Paulo Carrara

    Isso não diminui em nada a qualidade do jogo e não prejudica o jogador em momento algum.

  • A ubisoft é uma empresa desprezivel… eles sempre consegue ¬¬