E se o seu console pudesse ser tratado como um PC, no sentido de atualizar algumas peças para se manter em sincronia com a tecnologia, mas sem a “burocracia” dos softwares e dificuldade de montagem dos computadores? Essa é a ideia que Phil Spencer, chefe da divisão Xbox, jogou para plateia durante a Xbox Spring Showcase, que aconteceu no último final de semana.

“Já vimos em outras plataformas (este movimento), seja em mobile ou PCs nos quais você vê inovação continua que raramente aparece em consoles”, disse o executivo. “Videogames fecham os softwares e hardwares juntos no começo de uma geração. Aí você continua com essa geração por sete anos ou mais, enquanto outros ecossistemas estão ficando melhores, mais rápidos e mais fortes. E aí você espera pelo próximo grande passo (nos videogames).”

Mais sobre Xbox One:
Patch de Xbox One liberará compra de jogos do Xbox 360 diretamente
BGS 2015: “Nós estamos aqui a longo-prazo”, afirma Phil Spencer, chefe da divisão Xbox

Para Spencer, o futuro no qual jogadores de Xbox possam comprar hardware que atualizem seu videogame para continuar em pé de igualdade com a tecnologia do momento não está longe. De qualquer maneira o executivo não entrou em mais detalhes, mas é realmente interessante a postura da Microsoft, em como acabou adotando a estratégia de fortalecer a plataforma Windows 10 ao invés de focar seus esforços exclusivamente ao Xbox One.

Obviamente, alguns fãs da plataforma que gastaram seu dinheiro em busca de jogos exclusivos para seu videogame estão (e devem) ficar incomodados em ver os títulos saindo para o PC – afinal, se eles soubessem antes que isso aconteceria poderiam ter guardado dinheiro para comprar um computador mais potente. Só que se essa estratégia da Microsoft se consolidar e o discurso de Spencer com seu Xbox One “atualizável” vingar, podemos estar acompanhando de fato o fim dos videogames separados por gerações, ou, em um caso mais extremo, o próprio fim dos “videogames fechados” e se aproximando de um PC-console simplificado.

  • Xua

    Falar a verdade, comprar um HD maior e Coolers já eram upgrades no 360 e ps3, agora “PC-Console simplificado” é a ideia das steam machines, talvez na MS a ideia possa ir pra frente

    • Paulo Pinheiro

      Verdade. Já vi muito X360 e PS3 com pequenos upgrades. No começo da geração é tudo beleza, os jogos são lindos e etc, mas quando passa uns anos sempre volta aquele papo de que a plataforma está defasada e etc. Tanto o X360 quanto o PS3 tiveram novas versões durante um tempo, então em vez de nova versão a pessoa poder só fazer um UP é uma boa mesmo.

    • rodrigo

      a ideia das Steam Machines que não foram para lugar nenhum…

  • Darth Paul Poor Traaais

    Isso sim seria uma evolução interessante e saudável para os consoles. Mas discordo desse negócio de “Obviamente, alguns fãs da plataforma que gastaram seu dinheiro em busca de jogos exclusivos para seu videogame estão (e devem) ficar incomodados em ver os títulos saindo para o PC – afinal, se eles soubessem antes que isso aconteceria poderiam ter guardado dinheiro para comprar um computador mais potente”. Uma das características dos consoles é ser “plug & play”, sem necessidade de conhecimentos médios/avançados de informática para rodar jogos e aproveitar a experiência. Quem fica com essa “inveja” talvez esteja focando na plataforma errada. Deveria migrar para o PC ou adotar ambas – console para algo mais corriqueiro e PC para coisas mais “pesadas”.

  • paulocesar

    Eu acharia uma droga. Já to comprando um console que é para ficar 3, 4 anos jogando de boa nele sem ter que ficar configurando nada, nem trocando nada. Assim daqui a pouco vou ter que abrir jogo e ficar otimizando settings para rodar no videogame antigo :/

    ps: nem todo mundo tem dinheiro para jogar fora com meia dúzia de polígonos e efeitos a mais

  • Elton Alves Do Nascimento

    Sou bastante cético quanto a isso. É vantajoso para a indústria do hardware e péssimo para o consumidor, imagina depois de 2 anos com um console ter que trocar as peças dele e gastar uma graninha chata com isso? Ou pior… Lançarem várias versões do mesmo console, cada uma com limitações diferentes…. NÃO! Eu quero sim gastar dinheiro apenas uma vez e jogar por 7 anos seguidos sem me preocupar com nada mais a não ser ligar o console e jogar

    • Caio César Mendonca Souza

      SE eles garantirem que alguns jogos vai rolar na plataforma antiga eu acho justo. Vide o 3ds e as versões dele.

      • Elton Alves Do Nascimento

        Problema é deixar de ter acesso aos jogos novos prematuramente

        • Caio César Mendonca Souza

          Isso é um problemão, pensando como empresa é um problema também, fazer jogo para hardware X é igual a perder dinheiro.

  • El Luchador

    Bom, se for para ficar atualizando hardware, não compro um videogame e fico só no PC.

  • rodrigo

    Vi outras traduções em que na verdade ele diz que o incremento de performance vira por software

  • Márcio Barbosa

    Exclusivo! Imagens dos upgrades de hardware que a MS está produzindo em parceria com a Nintendo e a Sega.