Fear Effect foi uma série de jogos de espionagem que chamou a atenção nos anos 90 por seu visual estilizado, sua jogabilidade aos moldes de Resident Evil e o relacionamento homossexual entre as personagens Hana e Rain. Quinze anos após o lançamento de Fear Effect 2: Retro Helix, último jogo da série, o estúdio francês Sushee anunciou Fear Effect: Sedna, que ganhará uma campanha no Kickstarter no dia 12 de abril, cuja meta será a arrecadação de €100 mil (aproximadamente US$ 113 mil).

A equipe recebeu aprovação da Square Enix, proprietária dos direitos de Fear Effect, através do programa Square Enix Collective. Sedna será uma uma nova aventura para PC (mas com versões para consoles, caso a campanha atinja metas adicionais) trazendo os quatro protagonistas conhecidos da série: Hana, Rain, Glas e Deke.

Desta vez, o jogo terá uma perspectiva aérea e cenários isométricos, com combates táticos. O jogo permite o controle de até cinco personagens simultâneos, que devem combinar seus ataques e defesas durante as missões.

Fear Effect: SednaFear Effect: SednaFear Effect: Sedna

Segundo os desenvolvedores, Sedna é a sequência para o terceiro jogo da série, Fear Effect: Inferno, cancelado em 2003. O diretor do jogo original, John Zuur Platten, está trabalhando com a Sushee para garantir fidelidade ao universo e seus persoangens.

Em entrevista ao Eurogamer, o fundador da Sushee, Benjamin Anseaume, afirmou que vai evitar a sexualização das personagens, que ficou mais evidente no segundo jogo da série: “Não queremos mostrar sexualidade por nada. Queremos trabalhar o relacionamento entre os personagens. Talvez nos anos 1990 isso era um ponto de venda. Queremos tornar isso parte da história e não apenas um elemento de marketing. John é importante por isso. Ele foi o roteirista da melhor parte de Fear Effect, o primeiro episódio, onde Hana era forte, e não sexualizada como no segundo jogo.”

  • htnetdz

    To super feliz por duas coisas.

    – Ainda lembram dessa série.
    – E a Square Enix deixou rolar

  • Tais

    Nunca joguei FE e é meio difícil não estranhar a mudança do gameplay, mas dependendo dos rumos que derem, acho que acabarei querendo jogá-lo =p

  • Vitor Calfa

    Me pergunto qual será a reação geral da comunidade caso esse jogo mantenha os “fanservices” dos velhos tempos.

  • José Neto

    Um assunto bem discutido no podcast é a coisa do uso de videogames na escola. Uma vez eu usei um video de um puzzle de Fear Effect (onde tinha que parear bases nitrogenadas em DNA) em uma aula.

    Just for fun.

  • El Luchador

    Se bem executado, pode dar certo.
    É esperar pra ver.