Segundo uma agência de análise de mercado especializada em jogos online, as campanhas de games no Kickstarter acumularam US$ 8,2 milhões nos seis primeiros meses de 2016. Isso é menos que a metade do valor obtido tanto no primeiro semestre de 2015 quanto no segundo, cada um com mais de US$ 20 milhões.

Mesmo se desconsiderássemos as duas maiores arrecadações de 2015 — Shenmue 3, que obteve US$ 6 milhões entre 15 de junho e 15 de julho de 2015 e Bloodstained: Ritual of the Night, com US$ 5,5 milhões no mês anterior — a primeira metade de 2016 continuaria com arrecadações 40% menores que cada uma das metades de 2015.

Os únicos projetos de games arrecadados no Kickstarter na primeira metade de 2016 que ultrapassaram a marca de US$ 150 mil foram Battalion 1944, com R$ 450 mil, Fabulous Beasts, com US$ 230 mil e Knights and Bikes, com US$ 175 mil. O novo jogo de John Romero, Blackroom, tinha como meta US$ 700 mil, porém teve sua campanha cancelada. Já a campanha de System Shock, que pede por US$ 900 mil, não foi considerado na análise por ter sido lançada em julho.

A drástica queda no valor total de arrecadações em projetos de games no Kickstarter está ligada ao surgimento de outras plataformas de financiamento de games, como o Fig. No primeiro semestre, a campanha de Psychonauts 2 obteve quase US$ 4 milhões no site.

A análise, porém, afirma que existem mais projetos menores (com metas de até US$ 50 mil) obtendo sucesso na plataforma, “Quando separamos os projetos em diferentes categorias de financiamento, fica claro que o que ficou faltando nos últimos seis meses foram alguns projetos grandes, uma vez que todas as outras categorias levantaram mais verba que cada uma das duas metades de 2015”, conclui.