Realizada na noite desta quinta-feira (31), a cerimônia de premiação da 4º edição do Brazil’s Independent Games Festival, o BIG, deu a Horizon Chase, título mobile do estúdio gaúcho Aquiris, o prêmio de melhor jogo do festival. Foi a primeira vez que o BIG premiou um jogo brasileiro em sua principal categoria.

Veja também:
– Horizon Chase será o primeiro jogo brasileiro a figurar no Video Games Live

Ape Out, em desenvolvimento pelo americano Gabe Cuzillo, foi a surpresa do evento, premiado em duas das três categorias nas quais ele concorria. O polonês Superhot, que liderava as indicações no festival, concorrendo em quatro categorias, não levou nenhum prêmio.

Na categoria de melhor jogo brasileiro, quem venceu foi Starlit Adventures, da Rockhead Games.

Neste ano, o festival contou com 745 jogos inscritos do mundo inteiro e disponibilizou 44 deles em sua exposição aberta ao público no Centro Cultural São Paulo.

Veja a lista completa de vencedores:

Melhor Jogo

Horizon Chase (Aquiris Game Studio), do Brasil
Ape Out (Gorilla Loves Company), dos Estados Unidos
SUPERHOT (SUPERHOT Team), da Polônia
Mini Metro (Dinosaur Polo Club), da Nova Zelândia
Pavilion (Visiontrick Media), da Suécia

Menção honrosa

Mini Metro (Dinosaur Polo Club), da Nova Zelândia

Melhor Jogo Brasileiro

Starlit Adventures (Rockhead Games)
Horizon Chase (Aquiris Game Studio)
Skytorn (Skytorn)
My Night Job (Webcore Games)
Dandara (Long Hat House)
Jake and Tess’ Finding Monsters Adventure (Black River)
Ninjin: Clash of Carrots (Pocket Trap)
Star Vikings (Rogue Snail)
Möira (Onagro Studios)
Zone of Lacryma (OopHok)

Melhor Jogo da América Latina

Kingdom Rush Origins (Ironhide Game Studio), do Uruguai
Ernesto (Ernesto Team), da Argentina
BalanCity (Souvegames), da Argentina
The Interactive Adventures of Dog Mendonça & Pizzaboy (OKAM Studio), da Argentina
Rex Odyssey (Brainhold Games), da Argentina

Melhor Arte

Pavilion (Visiontrick Media), da Suécia
Jake and Tess’ Finding Monsters Adventure (Black River), do Brasil
Black the Fall (Sand Sailor Studio), da Romênia
Bulb Boy (Bulbware), da Polônia
Optikammer (Optikammer), da Grã-Bretanha
SUPERHOT (SUPERHOT Team), da Polônia
The Interactive Adventures of Dog Mendonça & Pizzaboy (OKAM Studio), da Argentina

Melhor Gameplay

Ape Out (Gorilla Loves Company), dos Estados Unidos
SUPERHOT (SUPERHOT Team), da Polônia
Tricky Towers (Weirdbeard Games), da Holanda
Mini Metro (Dinosaur Polo Club), da Nova Zelândia
My Night Job (Webcore Games), do Brasil
Clustertruck (Landfall Games), da Suécia
Horizon Chase (Aquiris Game Studio), do Brasil

Veja mais sobre Ape Out neste pequeno documentário sobre seu criador:

Melhor Narrativa

Late Shift (CtrlMovie), da Suiça
The Magic Circle (Question), dos Estados Unidos
Antioch: Scarlet Bay (Mi Clos Studio, FibreTigre e Midnight Mood Studio), da França
Replica (Somi Games), da Coreia do Sul
Hacknet (Surprise Attack Games), da Austrália
Swaptales: Leon! (Witty Wings), da França
Wheels of Aurelia (Santa Ragione), da Itália

Inovação

INVERSUS (Hypersect), dos Estados Unidos
SUPERHOT (SUPERHOT Team), da Polônia
The Magic Circle (Question), dos Estados Unidos
Calendula (Blooming Buds Studio), da Espanha
Screencheat (Samurai Punk), da Austrália
Stifled (Gattai Games), de Singapura
Antioch: Scarlet Bay (Mi Clos Studio, FibreTigre e Midnight Mood Studio), da França

Melhor Som

Ape Out (Gorilla Loves Company), dos Estados Unidos
Skytorn (Skytorn), do Brasil
The Aquatic Adventure of the Last Human (YCJYgames AB), da Suécia
SUPERHOT (SUPERHOT Team), da Polônia
Mini Metro (Dinosaur Polo Club), da Nova Zelândia
Epistory Typing Chronicles (Fishing Cactus), da Bélgica

Melhor Jogo Ambiental

Cloud Chasers A Journey of Hope (Blindflug Studios), da Suíça
Doti-Doti no Gaea (Loud Noises), do Brasil
Deed – The Game (Sinergia Studios), do Brasil

Melhor Jogo Educacional ou de Impacto Social

Optikammer (Optikammer), da Grã-Bretanha
It’s Spring Again (Asya Yurina), da Rússia
Figurado (Antworks Studio), do Brasil
Peronio Pop-Up Book (Ovni Studios), do Brasil
Carcará Asas da Justiça (Supernova Indie Games), do Brasil

Melhor Jogo Voto Popular

Deed – The Game (Sinergia Studios), do Brasil

BIG Starter – Melhor jogo de Entretenimento

Monowheels VR (IMGNATION Studios)
Tower of Samsara (Martelo Nero)
Projeto M.A.N.T.I.S (Kinship Entertainment)

BIG Starter – Melhor jogo Educativo

Vetor (Supernova Indie Games)
Amigos Super Sabidos (Arcolabs)
Formação de Palavras (Colégio Cenecista Dr. José Ferreira)

  • André Luz

    que legal espero que esse evento cresça cada vez mais e se torne um dos principais de jogos indies do mundo.

    • Jumento Deus

      Mas ele já é um dos principais. 🙂

  • Carlos Eduardo Galvani Nascime

    Nossa, como eles ganharam como melhor jogo e não ganharam como melhor jogo brasileiro? O.o

  • Paulo Henrique

    Super Hot não ganhou nada em 1º lugar.