Durante a transmissão da festa de 25 anos de Sonic, realizada na San Diego Comic-Con 2016, a Sega anunciou dois jogos novos da franquia: Sonic Mania e Sonic Project.

O primeiro é uma releitura dos jogos clássicos, da era 2D do personagem, com três personagens jogáveis (Sonic, Tails e Knuckles), novas habilidades e cenários.

O jogo está sendo desenvolvido em parceria com Christian Whitehead, que criou por conta própria diversos jogos não oficiais (mas bem recebidos) do personagem, sendo o mais conhecido dele Retro Sonic. Ele também vem trabalhando com a Sega desde 2011 em edições remasterizadas dos jogos clássicos. Os estúdios norte-americanos Headcannon e Pagodawest Games também estão envolvidos no projeto.

Sonic Mania reinventa fases do jogo original, Sonic 2, Sonic 3 e Sonic CD, utilizando uma nova engine 2D, com animações e habilidades inéditas, incluindo o “Drop Dash”, que faz o personagem sair girando em disparada logo após uma queda. Sua estética também é baseada nas artes originais de Sonic. Ou seja, nada do personagem de olhos verdes e pernas longas — o que temos aqui é o bom e velho Sonic “gordinho”, além de Tails e Knuckles.

O canal GameXplain já tem uma prévia de uma das músicas do jogo e, bem, ela é deliciosa e capta perfeitamente bem a essência das trilhas originais.

Veja o trailer de Sonic Mania:

Project Sonic, em desenvolvimento pela própria Sonic Team, dá continuidade ao estilo dos jogos modernos da série, em 3D, porém novamente aproveitando a ideia trazida por Sonic Generations, que une as duas versões do ouriço: a clássica e a atual. Nenhum detalhe foi revelado, além do trailer:

Sonic Mania está previsto para chegar ao PC, PS4 e Xbox One na primavera de 2017. Project Sonic leva mais tempo: está previsto para chegar para os mesmos consoles e o Nintendo NX (nova plataforma da Nintendo, ainda não revelada) no final de 2017.

  • SEGA, agora começamos a conversar novamente! Arrepiou a alma! E caiu uma lágrima!

  • Lucas Nascimento

    Então, já tem um jogo do Sonic anunciado pra NX e nenhum Mario até agora?

    • Caio_RB

      Um jogo 3D do Mario não fica pronto rápido assim.

  • Guilherme Gondin

    Se não tiver Mario no lançamento do NX e tiver Sonic, será lindo XD

  • Guilherme Kaneko

    A não ser que a Sega, Sonic Team, faça algo completamente inovador, o que eu acho bem difícil, acho que Sonic é um jogo que envelheceu muito mal. Esse não é um problema que afeta apenas Sonic, F-Zero é um jogo que não sejo com muito espaço hoje em dia, acho que Nintendo também.
    Da mesma forma que jogos Beat ‘em Up tb não tem mais espaço no mercado atual.

    • José Cordeiro

      Textão de fanboy ahead:

      Acho que Sonic tem potencial pra desenvolverem mais jogos hoje em dia, mas ele concorre com indies que podem trazer mecânicas mais interessantes. Sonic 1, 2, 3 e CD são aqueles jogos que você tem que jogar repetidamente pra aprender os diversos segredos das fases e eventualmente conseguir passar de todas elas em uma sentada. Não tem extras ou desbloqueios, o que torna ele menos interessante em relação aos indies, que aprenderam faz tempo a implementar sistemas que te recompensam conforme você joga (coletou X tokens = desbloqueou um item/personagem; terminou o jogo uma vez = tem um final; na segunda tem outro, etc.). Até seria interessante ter uma mecânica dessas num Sonic, em que você precisa desbloquear os outros personagens ao longo do jogo e poderia, por exemplo, desbloquear automaticamente o Super Sonic após fechar o jogo uma vez com todas as esmeraldas.

      O maior pecado dos Sonics recentes foi abandonar a física da época do Mega Drive e implementar várias “automatizações” que tiram o controle do jogador só pra mostrar o personagem fazendo manobras complicadas e desnecessárias, tentando criar uma falsa sensação de velocidade. Sonic não é só velocidade. Se você tenta ser rápido em uma fase logo na primeira vez que jogar nela não vai conseguir. O Sonic Mania me empolgou porque parece entender o que faz os jogos serem bons e evoluiu a fórmula ao invés de tentar reinventar a roda como a SEGA tem feito desde Sonic Advance 2.
      Já F-Zero eu acredito que teria lugar SE fizessem jogos. A franquia é deixada de lado pela Nintendo há anos, mas é um jogo com mecânicas boas, fácil de começar e complexo o suficiente pra você precisar treinar bastante pra ficar bom. É um ótimo jogo pra campeonatos e multiplayer.
      Por fim, Beat ‘Em Ups bem feitos sempre tem espaço. Castle Crashers é muito bom e é difícil encontrar alguém que jogou e não gostou (a não ser que seja alguém que já não goste de BEUs – e essa não pode ser uma boa pessoa ;P).

      O caso é que acho não dá pra dizer absolutamente que jogos que não são lançados não têm mais espaço justamente porque, como eles não são lançados, não tem como analisar a reação do público (será que a Valve acha que Half Life 3 não tem mais espaço?).

      Faz mais de uma década que não é lançado um Sonic “do jeito certo”, e acho/espero que esse novo jogo seja o primeiro de uma série que continue o que a gente tinha na era dos 16 bits, como a Nintendo fez tão bem com o New Super Mario Bros.