Segredo mais mal guardado da indústria, PlayStation 4 Slim é oficialmente anunciado

Já houve muitos segredos que foram mal guardados na indústria dos videogames, mas fazia tempo que um deles não era tão escancarado quando o PlayStation 4 Slim. Ele não só apareceu à venda em um site de leilões com diversas fotos, como posteriormente vídeos do aparelho, mostrando-o em todos os seus detalhes, surgiram. Ainda assim, foi apenas hoje (7), durante o PlayStation Meeting 2016, que a Sony oficializou a existência do console.

Como já sabido, o PlayStation 4 Slim não difere muito do modelo atual e passará a ser a versão comum do console, encontrado em lojas a partir de 15 de setembro “na maioria dos mercados”. A maior diferença está na ausência de uma saída óptica e no controle, que a partir de agora tem botões cinzas. Este tem também uma leve transparência no touchpad frontal, fazendo com que a luz na parte de cima também possa ser levemente vista pela frente do controle.

O PlayStation 4 Slim terá o preço de US$ 299.

Atualização: o post foi atualizado com imagens do Slim oficiais da Sony.

  • Onire de Morais

    Qual a diferença que não ter uma saída óptica faz? o-o?

    • Vinicius Siviero

      Não sei, mas ele também aparenta ser menor e mais feio.

    • Não vai dar pra jogar Rocksmith sem o lag do áudio, basicamente

  • Vinicius Siviero

    Com o PS4, será que essa versão terá um número de vendas significativo?

  • José Cordeiro

    Achei ele simpático visto de cima (o que só faria diferença se fosse deixado em alguma lugar exposto e/ou em um suporte pra fica na vertical), mas como já comentaram nos podcasts, a aparência do console é o de menos. Parece que o “vão” pra entrada de disco é um pouco mais alta que a do PS4 original, o que deixa mais fácil de limpar. Isso é um ponto positivo 🙂

    Eu gostei do controle novo ter essa transparência. Tem jogos que usam a iluminação de uma forma legal. Mas o bom mesmo seria ter mais opções de intensidade do brilho pra menos ou pra desativar – pra quem se incomoda com a luz.

  • Pra mim podiam ter tirado a entrada de Blu-ray logo e deixar ainda mais barato