Dois dos maiores nomes dos jogos musicais se uniram para anunciar Project Rap Rabbit, um jogo que mistura folclore japonês, hip hop e batalhas de rap. Ou melhor, a promessa de um jogo, dado que a dupla ainda precisa arrecadar ao menos £855 mil (o equivalente a US$ 1,1 milhão) em uma campanha no Kickstarter para que ele comece a ser desenvolvido. A ideia é resultado da parceria entre Masaya Matsuura, criador de jogos como PaRappa the Rapper e Vib-Ribbon, e Keiichi Yano, responsável por Gitaroo Man e Elite Beat Agents.

Relembramos PaRappa The Rapper em sua versão Remastered em nosso Shuffle

O jogo se passa durante o século XVI em um Japão habitado por diferentes espécies de animais. A página da campanha sugere que, no papel de um coelho rapper, o jogador deve lutar por “verdade, justiça e liberdade” em um cenário de desigualdade e desunião entre as espécies.

No vídeo da campanha, Matsuura explica que quer levar adiante o conceito de PaRappa, criando um jogo genuíno de rap, em que você tem controle das letras e rimas. A fórmula funciona como um diálogo: primeiro é preciso ouvir o rap do oponente para, então, criar seu próprio rap, reagindo emocionalmente de acordo com os termos usados pelo oponente. Suas escolhas determinam não apenas os botões a serem pressionados no ritmo como também a reação do oponente, dando origem a músicas geradas em tempo real.

project_rap_rabbit_first_screens_1

Embora o projeto tenha potencial para inovar, a dupla terá um enorme desafio em convencer o público a investir na campanha, que não apresenta vídeos de gameplay ou protótipo — especialmente quando suas mecânicas são tão difíceis de serem explicadas na forma de texto. Além disso, o gênero de jogos musicais baseados em narrativa (o qual o próprio Matsuura é tido como um dos criadores) é um nicho bem específico, o que pode ser incompatível com o valor de £855 mil pedido. No momento de publicação desta nota, a arrecadação estava em £56 mil.

Outro ponto que tem sido criticado na campanha são os valores das metas estendidas que garantem versões para Xbox One e Switch, de £3,1 milhões e £4,9 milhões, respectivamente — batendo a meta mínima, apenas versões para PC e PS4 serão desenvolvidas. Os valores parecem distantes da realidade, o que pode fazer com que jogadores de donos das plataformas potencialmente interessados no projeto deixem de contribuir.

Veja o vídeo da campanha: