Pela primeira vez na história, um jogo poderá concorrer à maior premiação do cinema. Everything, do animador irlandês David Oreilly, foi qualificado ao Oscar 2018 para a categoria Melhor Curta Animado, o que o torna o primeiro jogo a ser considerado na premiação.

O título experimental venceu o Festival de Curtas de Viena (VIS), juntamente com o documentário em curta-metragem The Rabbit Hunt, do norte-americano Patrick Bresnan e o curta A Brief History of Princess X, do português Gabriel Abrantes.

Isso não significa que ele está automaticamente concorrendo ao prêmio. Com o reconhecimento do VIS, Everything entra para a lista de possíveis candidatos à indicação.

“O ‘Prêmio do Júri – Animação’ vai para um filme que além de ser divertido, tem um forte tema poético e filosófico”, declarou o júri do festival, curiosamente classificando o jogo como um filme. “Ele serve um propósito altamente educacional, incluindo uma importante declaração política, que incentiva a deixar nossos egos se dissolverem e ganhar uma nova perspectiva no mundo. O prêmio é Everything, de David OReilly.”

Everything explora o conceito de que todo nosso universo está conectado. Calcado em ideias filosófica, somos capazes de ouvir os pensamentos de animais, pedras, objetos e outras coisas mais, mudando nossa perspectiva para enxergarmos o todo, tanto como uma célula de pele quanto como uma constelação inteira.

Assista ao nosso Shuffle:

  • Vinicius Santos

    Desde que vi esse jogo no Shuffle me apaixonei

    • Anonimo

      eu tbm gato, vamos nos conhecer melhor!

    • Lucas Bosque

      Va estudar Vinicius va!!!

    • Tauan D

      Vinicius, você vai virar um jogo!

    • Henrique Tavares

      o momento q a vaca saiu rolando p frente bixo

  • Paulo Henrique

    Mas oq.

  • FHC

    WOW! Eu realmente não esperava por isso