No Bilheteria desta semana continuamos com o Rique nos dando chicotadas de cultura, enquanto o Heitor se apaixona pela trilha-sonora de Frank e o Teixeira curte a metafísica de True Detective.

Participantes:

Caio Teixeira
Heitor de Paola
Henrique Sampaio

Assuntos abordados:

8m – Os Famosos e os Duendes da Morte
14m – O Homem Duplicado
24m40s – Frank
41m40s – Pain and Gain
49m40s – True Detective

Envie suas sugestões e dúvidas para: bilheteria@overloadr.com.br

Assine o nosso feed no iTunes ou, caso prefira, baixe o Bilheteria #02 e escute em seu player predileto.

  • Baixando para escutar amanhã indo pro trampo o/

  • Douglas

    Não tenho medo do Teixeira, mas eu entenderia quem tem. Existe uma relação clara na minha cabeça entre ele e o Wolverine.

    • Gustavo Angelo

      Haha, pode crer, também fazia essa relação dele com o Wolverine meio que indiretamente na minha cabeça antes.

    • Daniel

      Depois desse cast existe na minha cabeça uma clara relação entre o Heitor e Marcos Pasquim.

  • M_Tulio

    Frank S2

  • Ri muito do Teixeira fazendo banheirão. A depressão na voz dele foi hilária.

  • Bruno Araujo

    O Esmir Filho dirigiu o Tapa na Pantera junto com o Rafael Gomes, eles também fizeram uma série muito boa da Cultura que se chama “Tudo que é Sólido pode Derreter”, é uma série infanto-juvenil feita do jeito certo sem subestimar o público, recomendo

  • Hernesto Vautero

    Pessoal, tentem narrar menos os filmes, no começo eu me interessei por Frank, mas no final achei que não fazia mais sentido ver.

    • Ivo Rodrigues

      Sem querer ser chato, mas um filme é bem mais do que uma historinha. Tom, clima, opções narrativas, tudo isso pode mudar sua impressão ao assistir, que foi baseada apenas num breve comentário.

    • Matheus Rodrigues

      Eu tive a sensação que o Rique não conseguiu se controlar rsrs, eu sei porque eu tenho o mesmo problema, direto acontece de ir falar sobre algo que gostei com alguém e acaba soltando algum spoiler, mas não me tirou a vontade de ver, assim como o @disqus_8ujduAwynb:disqus comentou, o filme tem muito mais nuances que uma simples história!

  • Já que vocês falaram sobre o Woody Harrelson, eu recomendo um filme muito interessante dele: Defendor. Peguei esse filme esperando uma coisa e ele é outra muito diferente. Vale a pena assistir.

  • Gustavo Freitas

    Gente, existe fobia de lagartixa. Particularmente eu adoro elas, principalmente porque elas comem baratas, mas a minha esposa tem fobia a essas pequenas criaturas.

    Como infelizmente eu acabo tendo que escolher entre o sexo e a lagartixa, acabo tendo que matar as pobrezinhas.

    Minha esposa chega ao ponto de não entrar em casa enquanto não ver o corpo…

  • Tiago Monteiro

    Heitor, você e o Eric estão enganados. Desde a primeira temporada do Doctor Who, em 1963, a Tardis do Doutor é uma cabine policial azul, ela sempre teve esse problema de camuflagem.

    • Heitor De Paola

      Esquisito, nessa Wiki ele fala que no início da série tudo estava funcionando e dá até exemplos das coisas em que ela se transformou em cada uma das viagens http://tardis.wikia.com/wiki/Chameleon_circuit

      • Tiago Monteiro

        Pelo que sei, na série de TV apesar de várias tentativas o Doutor nunca conseguiu arrumar o circuito de camuflagem de sua Tardis. Pra você ter ideia, nas primeiras temporadas o Doutor não conseguia nem controlar onde e em que época a Tardis iria pousar.

        Pelo que ví na Wiki que você passou, a maioria dos exemplos de outras camuflagens da Tardis são extraídos de livros e áudio dramas que, apesar de lançados após/durante a série de tv, contam aventuras do Doutor antes da cronologia iniciada na primeira temporada.

        Desculpe o texto muito grande, é que sou muito fã da série. rs

        • Heitor De Paola

          Hum, entendi. Então no seriado em si nada disso aparecia, só a caixa azul mesmo?

          • Tiago Monteiro

            Exato, na série de TV só a caixa azul mesmo. Outras Tardis que aparecem no seriado, como a do Mestre e a do Monge, não possuem esse problema.

  • Gustavo Garcia De Andrade

    Bah esse filme do Brokeback me deixa com uma pulga atrás da orelha

  • Michael Pereira

    Overloadrs, tem um quadro lá no podcast do jogabilida.de que acho que se enquadraria muito bem no Bilheteria. Se chama “você joga com o meu jogo”, mas na versão do Bilheteria vocês poderiam fazer esses desafios de um para os outros, em que são indicados filmes, series e etc, para que saiam da Zona de comforto cultural, algo que poderia se mensal ou quinzenal, dando tempo tanto para os ouvintes quanto os participantes assistirem e assim discutirem o conteúdo junto com vocês.
    Galera, só uma observação. Acho que em ambos os podcasts as múscias durante o Bate-papo ficaram mixadas com volume muito baixo. Não sei se é intencional, mas fica com aquela cara de Podcast gringo meio enfadonho, não pelo conteúdo, mas normamente a música emprega ritmo na conversa deixando mais agrádavel.
    Abraços.

  • Hahahaha. Adorei o inicio do cast, vcs deveriam começar todos com algumas historias malucas dessas.

  • Diésio Ferreira

    Primeiramente, queria parabenizar vossas senhorias, pois o formato do Bilheteria# me lembra como curtia muito as discussões aleatórias sobre outros assuntos além de jogos no antigo podcast.

    True Detective me surpreendeu como um todo, mas a ideia que sejam produzidos oito episódios para a primeira temporada de True Detective e que resolverão um caso policial em questão e as temporadas seguintes, continuariam dentro do formato, mudando apenas o elenco, fico na duvida se manterá a mesma qualidade.

    #Teixeira, eu já o vi pessoalmente algumas vezes na Hora do Lunch na Berrini e sim…vc transmite um jeito bem parrudo! =/

    No mais, nada mais.

  • Java

    Não sei se vocês curtem, mas um tema massa (pra mim pelo menos =P ) é boardgame, lembro que uma vez o Heitor falou no GotR sobre o Zombicide e foi bacana.

    • Fabiano

      Queria tanto acompanhar boardgames… mas é meio caro e precisa arranjar tempo de muita gente pra jogar. Vocês sabem se tem um lugar tipo a Galápagos no interior de SP?

      • Java

        Velho, eu sou de Recife, a galera daqui tinha esse mesmo pensamento, entao eles criaram um grupo chamado A Taverna: RPG e board game, e atualmente eles jogam todos os sábados. Tu poderia procurar uma galera com esse vontade, e criar um grupo também.

  • Ivo Rodrigues

    Mó legal e tudo mais, só achei que o Henrique exagerou um pouco sobre Enemy necessitar de informações e discussões extra filme para um bom entendimento.

  • COMO ASSIM HOODY HARRELSON DEMAIS É RUIM??? Assisto quase todo dia (mentira) Kingpin e White Man Can’t Jump.

  • Gustavo Sant’Anna

    De series que acompanho… sugiro The Blacklist, Hannibal e Legends. Acomapnho no minimo umas 10 series hauhsauhsuahs

    Mas acho que essas 3 sao as que mais me impressionam.

  • Bruno Grandis

    E lá vou eu colocar mais trocentas coisas na minha lista… vocês deviam trabalhar com isso de opinar sobre coisas, caras =]

  • Vinícius Santana

    Achei muito bom essa proposta de separar o que vocês já faziam no Games On the Rocks em dois Podcasts, não só por ter 2 pra ouvir durante a semanas mas porque vocês podem focar mais nos assuntos.

  • Gabriel PS

    “Enemy” realmente é um excelente filme, reforço a dica do Rique. Aliás, indico FORTEMENTE assistir os outros filmes desse diretor – Denis Villeneuve – que tem se mostrado um especialista em criar atmosferas fodidas. “Os Suspeitos” (que também tem o Gyllenhaal) é um exemplo perfeito. Filme com clima escuro, carregado, bem angustiante. E também “Incêndios”, que meio que foi o filme que “bombou” o diretor. História surpreende com direção impecável (tem Radiohead na trilha, se isso servir de chamariz ¯_(ツ)_/¯…)

    Aproveitando, os nobres chegaram a assistir o doc sobre o Aaron Swartz?
    Se não, também fica aí a recomendação. Daqueles docs que te deixa PUTO e extremamente comovido. Dá pra assistir free no youtube (obvio) https://www.youtube.com/watch?v=2uj1EeiuK5U

    • Leo Derenze

      Também assisti o “Internet’s Own Boy” Gabriel PS e curti bastante. Porém, acho que o doc falhou em alguns pontos e poderia ter me comovido mais. Não manjo nada de documentários e nem sobre o que os fazem serem um bom filme do gênero, entretanto, outro longa como Dear Zachary – que também puxa pra esse apelo mais emocional muito por causa da história – conseguiu me comover mais (ok que em Dear Zachary a história era extremamente mais emocional). Enfim, acho que o doc vale a assistida, tanto pra quem conhece a história quanto pros interessados em saberem mais sobre essa personalidade incrível que foi Aaron.

  • Diego Barboza

    Ei Overloadres, algum de vocês já assistiu Pixel Poetry? É um documentário que discute videogames como arte e tem a participação de vários famosos da indústria, como Warren Spector, JW (da Vlambeer), James Portnow e vários outros. Não curti tanto assim, mas acho que vale dar uma conferida. Tem no GOG e no VHX: http://www.pixelpoetrymovie.com/

  • Augusto

    Ouvi o cast de manhã indo pra faculdade e agora de madrugada acabei de assistir Frank
    O filme ficou na minha cabeça o dia todo

  • Amaury Topalian

    Porra vc esquecera, do O Povo contra Larry Flynt.

  • losk

    Odiei Pain and gain a ponto de não conseguir ver todo o filme. Michael bay não da mais, insisti q vi transformers 4 ontem e que filme horrível. Não me pega mais.
    True Detective é excelente. O único problema da série é o ritmo dos 3 primeiros episódios eu acho q muitas pessoas podem largar a série neles. HBO ta de parabéns.

    • reifison

      Eu fui um dos que largou a série após o 1 episódio. NO final dele eu ja tava dormindo.. rs Penso em voltar a ver, mas ainda não tive disposição.

      • losk

        Cara é compreensível, mas faz um esforço, a partir da cena final do 3 episódio a série engrena. 🙂
        E são só 8 epis.

  • Radoc Lobo

    O Rique falar que o filme fala sobre suicidio, significa que é um spoiler onde o protagonista morre no final?

  • Matheus Rodrigues

    Uma dúvida, vocês consomem Mangás, Animes, HQs, etc?
    Não lembro de ter ouvidos muito comentários desses gêneros no antigo Podcast que não irei nomear!! rsrs

  • Barbara Queiroz

    Ah, fiquei morrendo de vontade de assistir Frank (e ri muito com o Rique claramente se segurando pra não contar spoilers kkk) Deixo a minha indicação do filme “Eu Matei Minha Mãe” (J’ai tué ma mère), é um filme canadense de 2010 que conta a história de um adolescente que odeia a mãe e só sabe reparar nos defeitos gerais dela, tudo isso misturado a aqueles fatos compliados da transição adolescente (que soam muito mais poéticos se descritos da maneira correta kk) ele é dirigido por Xavier Dolan.. e é isso.. assistam.. sério kk

  • André Rossi

    True Detective é uma série muito, mas muito acima da média. Além de ser tecnicamente “perfeita”, as inspirações em “O Rei de Amarelo” são sensacionais. Vale a pena conferir. E sim, Teixeira… você bota um pouco de medo, mas ainda sonho em trabalhar com você (e com o Rick e o Heitor)… quem sabe um dia =)

  • Rodrigo M.C.

    Eu moro na cidade dos Duendes da Morte, mas não gostei do filme. 🙂

  • Teixeira Parrudo do banheirão =D

  • Alejandra Álvarez

    O que atrai na segunda temporada de True Detective 2 é para ver como eles vão desenvolver Colin Farrell e Vince Vaughn vamos oferecer esta temporada

  • Carolina Gómez

    A série de detetive são o melhor lá fora, meu amor, eu vi recentemente a série “True Detective” e adorei, eles recomendam um monte.

  • Descontrolado

    Caraaaca mano haha Em relação ao “Os Famosos e os Duendes da Morte”, eu achei o papo OK, não assisti o filme ainda e não senti spoilers, acredito que vou assistir e ter uma visão bem neutra desde o inicio, mas em relação ao “Homem Duplicado”… Eu já assisti o filme e poxa, você estragou um pouco ele ao falar que é uma piração (17:10) psicológico, muito mais sobre a própria pessoa, etc. Quem for assistir agora, vai ter uma visão totalmente manchada do filme :/ O mais legal é terminar sem entender nada, refletir e analisar depois, enfim, agora já foi haha (eu posso estar exagerando, é que gosto muito do filme, então relevem) E estou com medo de ouvir a parte do Frank, é um filme que estou adiando para olhar faz tempo! (então, pulei a parte do Frank, começou a contar muita coisa haha)