Neste episódio tentamos entender a mente completamente dissonante de Nigel Goodman.

Escute agora:

Assine o nosso feed ou baixe o Bilheteria #15 – O Hobbit e Snowpiercer e escute no seu player predileto

Participantes:

Caio Teixera
Heitor De Paola
Henrique Sampaio
Nigel Goodman

Assuntos abordados:

7m – Filme: O Hobbit (todos)
23m – Filme: Jogos Vorazes (vai entender a ordem)
28m – Filme: Guardiões da Galáxia
36m – Documentário: The Queen of Trees
47m – Série: Black Mirror
1h – Filme: Snowpiercer
1h14m – Filme: The Taking of Deborah Logan
1h36m – Emails

Envie emails com perguntas e sugestões para: bilheteria@overloadr.com.br ou para http://ask.fm/bilheteria

  • #TEAMNIGEL

  • Guilherme

    #ABAIXOORKUTÃOSAGRADO

  • Guilherme

    e essa espada de selfie do bilbo hein?

  • Oliveira

    Black Mirror <3

  • Victor Brás

    o nigel falou que não tinha nenhum filme bom de futebol

    mas tem boleiros, do ugo giorgetti, fudido.

    http://www.imdb.com/title/tt0121118/

  • Erick Aragão Pradela

    eu posso parecer meio chato, mas consigo tranquilamente assistir babadook depois de ter aberto algumas imagens do panic at the disco e ver que não parece em nada. o Heitor já discorreu sobre pq ele acha babadook fraco em algum outro podcast? aconstrução terapeutica do filme é tão boa

  • Bruno Araujo

    Vocês falando de Black Mirror me fez lembrar do filme novo do Jason Reitman “Homens, Mulheres e Filhos” que fala de como a internet está totalmente ligada a nossas vidas nos dias de hoje, vale pela narrativa e temática. Gostaria de ver o Rique e o Heitor falando sobre ele.

  • Charmichael

    wtf falando mal de 48fps??? como isso é algo negativo pra vcs???

    • Fabiano

      É que pra muita gente, sem o blur da resolução baixa parece que tudo é muito real, e meio que quebra a magia de ver um filme. Já eu me encomodo com o blur, assisti Capitão América 2 recentemente e as cenas de ação parecem stop motion em alguns momentos.

    • Heitor De Paola

      Sim, para mim foi. O Hobbit 3 foi a primeira coisa que assisti dessa forma e, como disse, pode ser questão de costume se mais diretores abraçarem a taxa. Mas minha reação foi muito negativa, achei que ficou horroroso dessa forma. As lutas ficam parecendo mal coreografadas, os props ficam parecendo coisas compradas na 25 de Março. Tudo parece uma produção barata da BBC.

  • Lhama Comunista

    A pergunta que fica é: O cara come o porco ou não?

    • Fernando Henrique

      Come!

  • M_Tulio

    Excelente volta!!

    =D

  • Victor Domiciano

    Ó tem um podcast que recomendo que falam sobre animes – J.A.C.K. – eles ficam em um site chamado http://www.jogabilida.de – o pessoal é até legalzinho, tem um tal de Caio Corraini até tem futuro nesse negócio de podcast

    • Fabiano

      É melhor avisar que só sai edição nova em anos bissextos com eclipse solar

      • Rafael Salgues

        Mas tem que lembrar que antes do eclipse solar, tem que haver uma grande matança aos deuses antigos dos otakus.

        • Fabiano

          Deuses antigos = Mokona ou Totoro?

  • Grillo

    Vocês desligam o Nigel nos assuntos para economizar bateria?

    Ele sumiu em boa parte do cast

  • Platynews

    O melhor filme de terror que não é suspense se chama Cabana na Floresta … mas é dificil chamar ele de terror =P

  • Fernando Henrique

    Esse episódio ficou muito frenético!!
    Nigel fala que nem um louco e o papo das vespas fechou junto e parecia uma viajem com LSD!

  • Panda Pedinte

    Nunca mais como figos. 😛

  • Renato Sabbado

    Teixeira, “This is Spinal Tap” é um mockumentary que fez muito sucesso em 1984, muito antes de “A Bruxa de Blair”. Não creio que “This is Spinal Tap” tenha inaugurado o gênero, mas com certeza o popularizou. Fora do cinema, “War of the Worlds” de Orson Welles foi um mockumentary que ficou famoso pelo efeito que provocou.

    Filmes como “A Bruxa de Blair” costumam ser encaixados em um sub-gênero, que é o Found-Footage, e foi o grande responsável pela popularização deste sub-gênero.

    Mockumentaries são filmes ficcionais apresentados sob a forma de documentário de modo a sugerir que os fatos exibidos são reais e não roteirizados.

  • Nigel foi o melhor convidado dos casts, até agora.

  • Darth Paul Poor Traaais

    Animes e mangás são tão variados que nem mesmo os fãs se entendem na hora de recomendar qualquer coisa. Gostar de AKIRA e achar Ghost in the Shell “mais ou menos” é estranho mas justo, assim como considerar a maioria dos animes do mesmo gênero “iguais”, seja pela abordagem ou pelo mesmo sub-plot repetitivo. Mas até aí eu achei Over the Darden Wall incrível, enquanto acho Hora da Aventura chato. Existe a possibilidade muito grande de que esse não seja um gênero para 2/3 da equipe (já que o Teixeira parece ser mais “tolerante” ao material). Assim como música eletrônica pode soar um monte de barulho desconexo. O legal é tentar e ver se existe algo dentro dessa gama quase infinita de histórias, estilos, etc algo que seja do seu agrado
    Como recomendação deixo “MONSTER” de Naoki Urasawa (tanto o mangá quanto o anime) que é bem fora do esteriótipo japonês (apesar de ainda ter alguns clichês, só que dessa vez de suspense ocidental) e “PSYCHO-PASS” (anime, a primeira temporada; a segunda meio que fugiu da proposta) muito interessante mesmo tendo os velhos conceitos cyber-punk.
    Nigel parecia meio perdido, talvez por que não estivesse em seu habitat natural. Aguardo a volta de Pedro Cohen e seus relatos bizarros sobre o cotidiano frenético.

  • Kurt Rodrigues

    Por favor assistam “Whiplash” para comentarem no próximo bilheteria, achei um filme incrível, mas não acho ninguém para falar sobre… rs https://www.youtube.com/watch?v=BjyCGE32Xdo

    • Felipe de Albuquerque

      Eu assisti e adorei. A atuação do J.K. Simmons está sensacional!

  • Felipe de Albuquerque

    Tenho uma dica para os amigos Overlords. Trata-se de Whiplash. Filme sensacional que conta a história de um jovem baterista de Jazz. Tem um roteiro sensacional, que mostra uma história de superação sem entrar naqueles clichês idiotas. Além disso a trilha sonora é maravilhosa e a atuação do J.K. Simmons (o J.J. Jameson do Spider Man) está extraordinária. Espero poder ouvir a opinião de vocês sobre esse filme.

  • Giovanni Romanelli

    AÊ, só falo, assistam ‘Predestination’ e comentem no cast, vai ser interessante

  • Giovanni Romanelli

    Heitor, você assistiu Fullmetal Alchemist original, ou o Fullmetal Alchemist: Brotherhood?
    Porque no caso só o Brotherhood é a história correta do mangá, e é fantástico, se não viu talvez devesse dar uma chance

  • Dante Mikael

    Caras, é Os Inimigos Superiores do Homem-Aranha, esse grupo surgiu enquanto o Otto no corpo do Peter é o Homem-Aranha Superior, por isso o nome. São realmente vilões de segundo escalão, mas as histórias são realmente muito legais, divertidas e bem desenhadas, o completo oposto das histórias do Homem-Aranha Superior. Se tiverem interesse: http://www.aracnofa.com.br/blog/2014/11/21/thwip-view-066-a-teia-do-homem-aranha-superior-2014-4/ e
    http://www.aracnofa.com.br/blog/2015/01/23/thwip-view-073-a-teia-do-homem-aranha-superior-2014-5/

    Já não comia muito, agora NUNCA mais como figo na VIDA!… ou não…

    Fiquei com vontade de ver Black Mirror…