O Heitor aprendeu a voar e o Rique atacou de DJ. É tudo o que você precisa saber deste episódio.

Escute agora!

Assine o nosso feed ou baixe o Bilheteria #38 – Virada e Sense8 e escute no seu player predileto

Participantes:

Caio Teixeira
Heitor De Paola
Henrique Sampaio

Assuntos abordados:

12m – Evento: Virada Cultural de São Paulo
35m – Evento: Heitor Virou Ícaro
44m – Série: Penny Dreadful
47m – Filme: Uma Cilada para Roger Rabbit
53m – Série: Sense8
1h06m – Filme: Austin Powers 2 – O Espião Irresistível
1h15m – Emails

Música de Encerramento:Divinyls – I Touch Myself (trilha de Austin Powers)

**Venha beber, dançar e jogar Street Fighter IV conosco no Boteco Lucha Fest!**

Caso tenha interesse, assine o nosso Patreon!

Envie emails com perguntas e sugestões para: bilheteria@overloadr.com.br ou para http://ask.fm/bilheteria

  • Felipe de Albuquerque

    Pelo amor de Odin, essa música horrorosa do Street Fighter IV não.

    • Thiago Nunes

      IN-DES-TRUCTIBLE

      I WON’T LET NOBODY BREAK ME DOWN

      • Felipe de Albuquerque

        NO!!! THE MEMORIES ARE COMING BACK!!!

        • André Luz

          Lembro do pessoal do now loading cantando essa musica haha

  • Rafael Pradella

    Sobre o fechamento da Paulista (que vai ser nesse domingo 28, ), acho que vocês podem ter confundido com o do Minhocão que teve durante a Virada, que já fecha todo domingo e eles testaram no sábado pra ver qualé. Aliás, é um dos lugares mais agradáveis de SP para se passear no domingo, montam vários food trucks e é um bom lugar pra pedalar.

    E sobre Penny Dreadful, vocês tiveram minha atenção por aproximadamente 5s: “É tipo um Pulp Fiction inglês”. Daí me toquei que vocês não estavam falando do filme :,(

  • Anderson Cardoso

    Pô séries antigas, essa ai do cara que caçava demonios era com o John Glover né, nunca vi o final dela…mas era mo legal.

    Os meus guilty pleasures sao:
    – Andromeda
    – Hercules
    – Xena
    – O Renegado.
    – Buffy

    Todas essas que citei nunca cheguei a ver o final, recentemente baixei o Animated Series (aparentemente os desenhos tinham isso no titulo) do Batman quero ver se aquilo tem um final. Fora esse nem mesmo o desenho do Doug eu achei completo…ah tinha o Alf tambem nao sei como termina, dizem que ele é capturado outros dizem que ele é enviado de volta pra o paneta dele.

    Enfim ficarei sem saber!!

    Abçs!!

    • Batman não tem um final, mas vale muito a pena. Buffy tem no Netflix, assisti ano passado. E é incrivelmente boa até hoje.

      • Anderson Cardoso

        Hehehe…ainda vou ver o bateman. Entao, estava aqui pensando esses desenhos antigos tinham muito isso ne de nao ter final, X-men tambem vi recentemente e nada de um final que bizarro. Buffy na epoca eu era apaixonado pela Sarah M. Gellar, ainda verei mas. Quem sabe ate adquiro um netflix.

  • rodrigo

    Teve exposição de gatos?

  • Darth Paul Poor Traaais

    Rapidinho: sobre acupuntura, existem várias comprovações científicas sobre a eficácia dessa técnica. Inclusive o TCC de um amigo que se formou em fisioterapia era sobre eletro-estimulação com base na acupuntura. Esse mesmo amigo me mostrou documentários onde uma mulher era operada – remoção de um cisto na garganta – com anestesia local feita por agulhas ligadas a um aparelho de estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS). Mas é isso aí, vocês não são especialistas. E no final cada um acaba fazendo a mesma coisa, ou seja, acreditando no que quer.

    • Valeu o contraponto ah…hm… Darth.

      Você tem algum link dos documentários e/ou pesquisas que apontem a comprovação científica da prática? Quero dar uma lida.

      Abs!

  • Tiago Ribeiro Xavier Cordeiro

    A risada do Heitor com o Maracatu do Teixeira foi muito genuína.

  • Rodrigo M.C.

    Vim só dizer que compartilho os sentimentos de Teixeira quanto a Sense8. Grande abraço, srs.

  • Thiago Nunes

    Pra quem não ficou fuçando os créditos quando viu Bastardos Inglórios (recomendo, Tarantino adora uns cameos), eis o Mike Myers:

    http://www.theshiznit.co.uk/media/2013/January/distraction/distract-mikemyers.jpg

  • DDD

    Lembro-me de uma discussão que tive sobre acupuntura, que envolvia religião também (eram sobre crenças não cientificas mas que tem resultados), vou colocar o argumento aqui pois acho pertinente a discussão que vocês tiveram nesse episódio (estruturo ele com um exemplo). Imagine uma pessoa A e outra B, uma vai pra religião 1 e outra pra religião 2. Ambos tem o mesmo problema, mas vão a religiões distintas que tem explicações diferentes pra seu problema, e as explicações são conflitantes (se você perguntar ao “líder” da religião de cada, ambas as explicações para o problema não podem ser verdadeiras ao mesmo tempo). Então, as pessoas passam pelo ritual de cada religião, e AMBAS saem curadas. Temos um problema, que é o seguinte: as religiões tinham explicações diferentes para o problema, mas ambas o resolveram, como?
    As possibilidades são as seguintes: Ambas estão certas, A está certa, B esta certa, ambas estão erradas. Ambas não podem estar certas, pois são conflitantes, A resolveu o problema, mas B também! Então é mais provável que ambas estão erradas!
    A explicação que eu dou a esse fenômeno é a seguinte: as religiões dominam a técnica da cura, mas não a sua explicação! Ou seja, elas sabem o que fazer pra curar o problema (que é o caso do placebo), mas a explicação que elas tem por traz do problema é equivocada, de tal forma que você tem várias religiões que descrevem problemas iguais, mas com suas soluções particulares, e elas funcionam (dentro dos limites do exemplo).
    Isso vale, de certa forma, para a acupuntura também. Os chineses muito provavelmente dominam a técnica (até um certo ponto), mas não necessariamente a explicação deles por traz das razões que fazem a técnica funcionar e como seu corpo é regido (principalmente as mais exotéricas).
    Espero que eu tenha contribuído a discussão, e que vocês leiam esse comentário =D.

    • Darth Paul Poor Traaais

      É inegável que existem princípios dominantes na cultura oriental que estão além da compreensão dos que não estão inseridos no contexto sócio-cultural. No que tange as artes milenares da medicina chinesa as coisas são ainda mais complicadas (e polêmicas!). Mas não se enganem sobre a eficácia de tais métodos, baseados em estudos e experimentações ao longo de centenas de anos. Até porque por mais fantasioso que possa parecer as técnicas de pontos de pressão, conhecidas por suas aplicações marciais (e exageros!) foi desenvolvida com fins medicinais. Já tive a oportunidade de ser voluntário durante demonstrações de artes como Wu Shu e Tai Chi, para descobrir que certos pontos de minha anatomia ao receberem o estímulo apropriado simplesmente foram “desligados”, me fazendo perder o controle e sensibilidade de membros inferiores e até a visão.

    • Alexandre Cassemiro

      Que legal, leram meu email!
      Concordo que levantar a questão sobre método cientifico seja importante! E digo que existem muitos e muitos artigos científicos comprovando a eficácia da técnica em alguns casos. Interessante ressaltar que o Brasil é um dos países que mais produzem artigos nessa area, junto com Alemanha e EUA.

      No caso, aproveitando para puxar o assunto para veterinária novamente, minha esposa acabou de apresentar um tcc de pós-graduação sobre acupuntura em animais com idosos que apresentam uma doença semelhante ao Alzheimer(Tem um nome na veterinária, mas eu não lembro). E nesse trabalho com o método cientifico aplicado, foi notado uma melhora significativa do comportamento do animal com agulhas aplicadas na cabeça dele(Acupuntura japonesa -YNSA).
      E aqui fica o link para dar uma lida em artigos dessa técnica ->
      https://scholar.google.com.br/scholar?hl=pt-BR&as_sdt=0,5&q=acupuncture+ynsa

      Enfim a discussão é sempre valida e espero que continuem estudando cada vez mais. Até o ponto em que poderemos ter mais certeza sobre comprovações das técnicas.

  • dereck ryan

    Sobre o sense8, eu poderia falar aqui mas seria uma bosta perto desse texto: http://www4.cinemaemcena.com.br/diariodebordo/?p=4905

  • Rodrigo Pillotto

    Só reforçando a respeito das ciclovias da paulista, vai rola sim!

  • Leandro

    kd convidado!!!11

  • Antonio Marcelino

    Ainda sobre a polêmica da acunpuntura:
    Eu sou cético quanto à nossa ciência ocidental. Vejo muita gente acreditar piamente na Metodologia Científica como se testes, amostragem, dialética etc fossem parâmetros universais e corretos. Essa nossa Ciência com C maiúsculo é só um dos vários jeitos de se enxergar o mundo, uma das abordagens para estudar fenômenos. A Ciência Oriental não é baseada em lendas e simbologias, mas também em muita observação e comprovação, como a nossa. Eles só tomaram rumos diferentes, mas o mesmo tipo de pensamento que os levou à acunpuntura os permitiu domar a pólvora enquanto na Europa o povo ainda jogava baldes de bosta pela janela. Não estou dizendo que uma é necessariamente melhor que a outra, só que não se deve julgar uma técnica desenvolvida de forma Y à luz de um conhecimento X. Seria como colocar um texto em alemão no corretor do word em português.

  • Antonio Marcelino

    Sobre o Boteco: moro DO LADO desse bar na Cardeal. Quem vier de fora e quiser fazer um esqueminha AirBnB aqui em casa me chama ~~no feice~~~