Já fomos dominados pelo ritmo da dança proibida chamada BGS 2015, mas ainda deu para falar de alguns jogos além do evento.

**Chegaram as camisetas do Overloadr, venha conferir!**

**Ingressos para o Boteco VI já estão disponíveis, não perca!**

Chega mais!

Assine o nosso feed ou baixe o MotherChip #55 – Pré-BGS 2015 e escute no seu player predileto

Participantes:

Caio Teixeira
Heitor de Paola
Henrique Sampaio

Assuntos abordados:

6m – Preparativo para BGS 2015
24m – Madden NFL 2016
26m – Rocket League
32m – Metal Gear Solid V: The Phantom Pain
37m – Iron Fisticle
50m – Undertale
57m – (Quase) Uncharted: The Nathan Drake Collection
1h03m – Gang Beasts
1h10m – Notícias
– Far Cry Primal é anunciado, sairá em fevereiro de 2016
– Antes exclusivo de Wii U, Sonic Lost World chega ao Steam em novembro
– Nos consoles, Star Wars: Battlefront e Need for Speed custarão R$ 300
– Xbox One e Xbox 360 aumentarão de preço no Brasil em novembro
– Batman: Arkham Knight deve voltar ao Steam no final de outubro
1h34m – Emails

Música de Encerramento: Mike Ault – Love Thru The Night (trilha de Rocket League)

Assine agora o nosso Patreon!

Envie perguntas para o email motherchip@overloadr.com.br

  • rodrigo

    ….. ouvinfo

  • rodolphoal

    Space Harrier

  • Power Otaku-Kun

    Sobre o preço do MGSV ele veio por 200 reais e não 250. Aliás, hj vc consegue encontrar por 160. Penso que esse 300 reais que estão cobrando nos 2 jogos da EA em 3 semanas começam a cair. 3 meses depois estará muito barato.

  • Bruno Araujo

    Caio! É “Iron Fisticle” o jogo do Rique

    • Shi9k

      Esse jogo me lembra sharewares dos anos 90-2000, e esse sidebar arcade também é muito legal. Vai pra minha wishlist.

    • Henrique Alves

      valeu cara,fui catar aqui no google e só aparecia COD

  • Lukas Tavares

    Eu não como alguém ainda dá dinheiro pra um Sonic depois de Sonic ’06, aquele jogo é uma ofensa…

  • Jonathan Menegalli

    Vocês precisam tomar cuidado com o Mucioli quando forem fazer o teixeira souls 1, ele invadiu o jogo do corraini uma vez, foi bem engraçado.

    • FSalesPN

      O Corraini não achou ahahahahaha…

      • Felipe de Albuquerque

        Corraini não gosta de tocar no assunto até hoje. Ficou salgadaço.

  • AnaniasJr

    R$300 dá 38,07% de um salário mínimo, que hoje tem o valor de R$788. Ainda está muito caro, mas achei melhor comentar já que Teixeira frisou várias vezes que era metade de um salário mínimo.

    • Felipe de Albuquerque

      Que esta melhor do que era na época do PS2 quando eram 200 reais(quando 200 reais eram bastante coisa mesmo) acho que ninguém dúvida. Naquela época ninguém sequer pensava em comprar jogos originais de console, só mesmo de PC. O problema é o retrocesso, a gente sempre quer ver as coisas progredindo, melhorando, não estagnando, ou até piorando.

      • Lucas de Lima

        Acho que esse camelô que tu frequentava era meio roubado cara.
        Aqui era 5 reais.

        • Felipe de Albuquerque

          Seu camelô vendia jogos originais? Que legal…

          • Lucas de Lima

            Ah bicho, é brincadeira. Não precisa desse ódio todo no coração não.

          • Felipe de Albuquerque

            lol
            Não tem ódio nenhum aqui.

    • João Dobbin

      This guy.

  • Felipe Moura

    Esse ano será a primeira vez que vou na BGS. Apesar de ter comprado com pé atras após o relato negativo da impressa e ter tido uma péssima experiencia com CCXP(fui no sabado). Ainda assim resolvi dar um voto a bgs e comprei para a sexta-feira tentando evitar os “youtubers” e seus “fans”. Depois essa introdução do podcast me desanimou legal.

    • Felipe de Albuquerque

      Eu fui na época que era no Rio de Janeiro, e já era lotado, mas ainda não tinha essa confusão dos youtubers.

  • rodrigo

    … acho que é um problema isolado do jovem que baixa pelo itunes, nunca tive problemas, a media esta ente 80 a 130 mb…. quanto a jogos de tabuleiro, na minha familia desde cedo, mas no meu circulo social quase nenhum….

  • Sobre o último email eu posso afirmar, tranquilamente, que Spec Ops: The Line me chocou e marcou muito mais doq qualquer filme e livro de guerra que eu tenha visto/lido.
    To The Moon também foi um jogo que me fez pensar em muitas coisas da minha vida.

    Não estou querendo invalidar o argumento do Heitor dizendo isso, apenas mostrando que são pontos de vistas muito pessoais.
    Hoje em dia eu não me vejo sem estar jogando/lendo/assistindo algo. Eu até leio mais do que jogo, visto que pego muito transporte publico pro trabalho e tal, mas isso não tira o valor de se jogar.

    Enfim, excelente discussão que renderia um podcast inteiro, principalmente se vocês buscarem pessoas com outros pontos de vistas para debaterem o mesmo.

  • Neto Nefasto

    Acho k depois dessa grande BGS, mostrando k a BGS e o Brasil ganham cada vez mais relevância no mundo dos games vocês vão ter k se retratar pelas besteiras k falaram na introdução sobre a BGS.

  • Guilherme Gondin

    Cara, o livro do The Matian não é ruim não, alias é muito bom, o personagem principal (vulgo MacGyver do espaço) é muito engraçado e a história é cheia de momentos tensos e marcantes (ou só marcantes :p).