Este é possivelmente o MotherChip com mais novidades em um só episódio. Falamos desde Fallout 4, passando por Need for Speed, Overwatch, Call of Duty: Black Ops 3 e Rise of the Tomb Raider.

Chega mais!

Assine o nosso feed ou baixe o MotherChip #60 – Fallout 4 e Call of Duty: Black Ops 3 e escute no seu player predileto

Participantes:

Caio Teixeira
Heitor de Paola
Henrique Sampaio

Assuntos abordados:

4m – Rise of the Tomb Raider
27m – Need for Speed
40m – Fallout 4
57m – Call of Duty: Black Ops 3
1h17m – Overwatch
1h28m – Halo 5 (multiplayer)
1h39m – Cibele
1h45m – Notícias
– Fallout 4 quebra o recorde de GTA V de pessoas jogando ao mesmo no Steam
– Já terá rolado quando o pessoal estiver ouvindo isso, mas no dia 12 ocorreu o primeiro Nintendo Direct desde a morte do Iwata
– Saiu a lista dos jogos que inicialmente serão retrocompatíveis no Xbox One
– Call of Duty: Black Ops III está tendo problemas no PC
1h52m – Emails

Música de Encerramento: Dion & The Belmonts – The Wanderer (trilha de Fallout 4)

Assine agora o nosso Patreon!

Envie perguntas para o email motherchip@overloadr.com.br

  • El Luchador

    Comprei ontem o Fallout 4, por R$ 134,00.
    Achei um preço legal para um lançamento. ^^

    Se eu conseguir vender meu Uncharted Collection por R$130,00, pra mim, vai ser um NEGOÇÃO!
    hahahahaha

    • Adriano Gomes

      Para PC? Qual site?

      • El Luchador

        PS4.

  • FHC

    Não esquece que tem o Teixeira no jogo!

  • Adriano Gomes

    Sobre o pico de usuários na steam eu vejo por esse site:
    https://steamdb.info/graph/

  • Bruno Araujo

    A música que tem no trailer do Fallout 4 é do The Ink Spots, o mesmo grupo do Fallout 3. Não vi ela dentro do jogo, mas tem a rádio de música clássica (erudita), que é novidade na série, eu gostei bastante dela, tem músicas bem populares que dão um clima.
    Quanto as novidades do 4, o fato de você pode destruir qualquer objeto (qualquer mesmo) para construir outro, muda toda a dinâmica de equipamentos do jogo, sem falar das roupas divididas em partes do corpo.
    https://www.youtube.com/watch?v=N7Fpp2VT5lk

  • Guilherme Kaneko

    Eu não concordo muito com a violência extrema utilizada nos jogos hj em dia, Tomb Raider é um exemplo, outro que achei que tinha uma violência desnecessária é The Last Of Us, até o próprio Black Ops 3 voltou com um gore um pouco desnecessário na franquia (World at War tinha, mas era o único).
    É engraçado porque há 10/15 anos atrás era violento um jogo como GTA, onde vc pode matar as pessoas, atropelar, roubar e etc. Mas hoje em dia isso é normal, o bom é mostras cabeças explodindo, facada na jugular jorrando sangue, mordidas arrancando vísceras e etc.
    Se o jogo não tem isso é considerado para criança. É o que a indústria dos games hoje em dia gosta de aplaudir, o melhor exemplo é God of War, não tem uma história consistente, resumidamente Kratos é um moleque mimado que só sabe berrar, e se não tem o que quer saí quebrando tudo, mas é extremamente aclamado por ser violento, claro que é um jogo bem produzido, mas….

  • Anderson Cardoso

    Em uma próxima oportunidade que fizerem um vídeo de Fallout 4 vocês poderiam usar em paralelo o app do pip-boy no celular ou tablet. Estou jogando com ele no tablet e digo que é um bom alivio não ter que ficar abrindo aquele troço na tela toda hora.

    Abs,

  • Hidalgo Comitre

    aeeeee era esse o jogo mesmo, dark colony, poxa obrigado ja baixei ele aqui e vivendo a nostalgia!

  • Adrien Pirmez
  • Pedro Sagin

    Olá overloadrs, em relação ao pedido do começo do podcast, eu acompanho vocês direto e exclusivamente pelo site, não uso itunes ou outro tipo de aplicativo para esculatos, como posso ajudar vocês a serem mais vistos por essa multidão de pessoas que precisam de mais cultura e felicidade em suas vidas? abraço.

    • Fala Pedro, foi mal a demora! Seu comentário acabou enterrado por outros.

      Cara, espalhe ~a palavra~, indicando sempre que tiver chance e achar que faz sentido já ajuda pracaramba! Não só o podcast como o site e tals. =)

      Obrigado!

  • Felipe de Albuquerque

    O Rique falou que Fallout 3 é anterior a Bioshock, mas isso não é verdade. Bioshock é de agosto de 2007 e Fallout 3 é outubro de 2008. Mais de um ano de diferença de um pro outro.

  • Felipe de Albuquerque

    Eu me decepcionei com Fallout 4. Me parece que o foco deles foi deixar o jogo mais parecido com os jogos da Bioware, mais especificamente com Mass Effect 2 e 3, que tinham um foco maior em combate. Eu sinto que o trabalho da Bethesda foi quase preguiçoso nesse jogo. Os minigames de hackear e lockpick são indenticos aos do 3. As animações continuam feias demais e parece que foram recicladas do skyrim.
    Os diálogos foram simplificados e limitados para encaixar um protagonista dublado. As escolhas são sempre muito preto/branco e parecem ter pouco impacto no mundo. As quests continuam sendo muitas vezes só o basico de “vai lá pegar item X pra mim”, “mata fulano” ou “limpe tal área”. A questline dos minutemen, por exemplo, é insuportável. É missão atrás de missão onde você sempre vai ou matar um grupo de invasores que tá assolando alguma vila ou vai limpar uma área que tá infestada, para que algum grupo possa se estabelecer ali. Além disso, e me parece que atributo carisma foi reduzido a basicamente extorquir as pessoas que tentam contratar seus serviços ou melhorar os preços dos produtos. Tive poucas situações onde eu pude fugir de um combate utilizando o carisma do meu personagem. Para alguém que jogou New Vegas, e conseguiu convencer o “chefe final” do jogo a não lutar, isso é simplesmente decepcionante.
    Os gráficos estão feios e a performance não está boa. Eu esperava que a Bethesda tivesse evoluído, mas não, continuam lançando jogos mal otimizados e pouco polidos. Num ano que tem Witcher 3 e MGS V, eu acho que a desculpa de fazer um jogo feio pra ter um mundo maior não cola. Até porque Fallout 4 tem um mapa menor que Witcher 3.
    Enfim, estou decepcionado com a Bethesda. Parece que não evoluíram nem um pouco desde o lançamento do Fallout 3. Só repetiram a formula, aumentaram o foco no combate e simplificaram algumas coisa para atrair mais jogadores.
    Minha esperança é que a Obsidian faça um Fallout melhor, assim como fizeram com New Vegas.