É engraçado: parece que estamos sem gravar um “Bilheteria normal” há meses! Então, para voltarmos ao usual, chega mais para um papo sobre as séries e filmes que temos assistido!

Escute agora!

Assine o nosso feed ou baixe o Bilheteria #70 e escute no seu player predileto

Participantes:

Caio Teixeira
Heitor De Paola
Henrique Sampaio

Assuntos abordados:

15 min – Filme: A Grande Aposta
23 min – Filme: O Quarto de Jack
31 min – Filme: The Gift
33 min – Série: Gaycation
55 min – HQ: Bordados
1h02 min – Filme: Blues Brothers
1h14 min – Série: Flaked
1h21 min – Podcast: Serial
1h24 min – Emails

Música de Encerramento: Mogwai – Remurdered

Caso tenha interesse, assine o nosso Patreon!

Envie emails com perguntas e sugestões para: bilheteria@overloadr.com.br ou para http://ask.fm/bilheteria

  • o/ Prefiro audio com o ruído ambiente (mas sem latidos ou ambulâncias). Pra mim é a marca do overloadr e do falecido GotR.

  • O áudio ficou incrível. Parabéns.
    Ouvindo na rua, que tem vários outros sons atrapalhando, perde-se muito menos da conversa.

  • Estou ouvindo e comentando… Todo mundo da minha sessão odiou a bruxa – eu saí de lá pensando “será que eu assisti outro filme?”.

  • – … pq eles são norte-americanos
    – não não, são canadenses.
    #gaycation

    não to reclamando, nem corrigindo. acredito que nem tá errado, mas não é muito doido esse diálogo e o fato de que ele nos passa batido? 🙂

  • Platynews

    Eu morri um pouco por dentro no trailer do 50 tons de preto.
    Mas o “What we do in the Shadows” é o melhor comedia recente de longe

    TODOS os primeiros “Todo Mundo em Panico” são do Zucker & Zucker que fizeram o Apertem os Cintos e o Piloto Sumiu e a trilogia “Corra que a Policia vem ai” (e a série que é MUITO melhor que os filmes)

    Achei o episódio do Gaycation bem …. mal aproveitado. A parte do sambódromo é totalmente jogada fora e praticamente só mostra o rio ! Nada do norte ou sul … nem a fucking PARADA GAY !

  • Thiago Nunes

    Eu devo ter um humor horrível, pois eu estava rindo só de lembrar da cena do boquete fantasma em Caça-Fantasmas que o Heitor descreveu. Fora que eu assisti recentemente e achei um filme bem redondinho. Mas o que é que eu sei, afinal… vou manter as lembranças boas das comédias dos anos 80 e 90 que eu tenho certeza que dataram (Bill & Ted, Wayne’s World, TUDO QUE O JIM CARREY FEZ…)

  • Gabriel PS

    Ahá! Agora sabemos com certeza quem tem colocado as músicas fodas no fim dos cast. Dahora.

    Sabe o mais loko? Existe um gênero (rótulo?) chamado BLACKGAZE, que é a galera que mistura Black Metal com Shoegaze e um tiquinho de post rock. Pra quem se interessar desse rótulo recomendo o Deafheaven. É MUITO BOM.

    Ow, e assim só pra terminar, queria dizer que gosto bastante de vocês. Sabe como é, as vezes é bom dizer – sem um motivo mto aparente – que a gente gosta do que GOSTA. 😉

    • Matheus Leston

      uau, disso eu nunca ouvi falar. vou atrás!

  • Na moral, o microfone da edição anterior tava bem melhor. Eu voto pelo micro profissional

  • Jonas S. Marques

    O audio melhorou, mas uma coisa me soa estranha;
    A cada fala de qualquer um dos participantes surge um ruído quase branco ao fundo. Nas pausas o ruído some, o que torna a volta dele sempre mais alta.

    Isso provavelmente é efeito de algum plugin de edição e ou de algum modo de captura push to talk. De resto o microfone melhorou bastante.

    Good luck caras.

    • Matheus Leston

      Realmente, esse ruído que você está ouvindo é principalmente o ar condicionado. Quando o compressor “abre” quando alguém fala (porque está com gate também), esse som aparece mais alto. Da próxima vou tentar usar alguns plugins para limpar melhor o som, porque deixar esse som o tempo inteiro é um pouco enlouquecedor. Valeu demais!

  • Vigo

    Sobre o cara que mandou o caso a respeito do filho dele:
    Eu tenho um priminho de 3 anos que possui um leve grau de autismo, e a descrição da criança do e-mail é muito parecida com a do meu primo. Ele tem uma obsessão por organizar os brinquedos de acordo com as cores, não fala praticamente NADA (só quando quer alguma coisa ele balbucia umas palavras), tem muito pouco interesse em se relacionar com adultos ou crianças, de forma que não dá a mínima atenção pra quem quer conversar com ele, embora ele seja sorridente e alegre e muitas vezes gosta de abraçar mulheres (malandrão rs) e tenha muito apego pela mãe, fica irritado com a presença de muitas pessoas e simplesmente vive no mundinho dele.

    Meu conselho para esse pai é: procure um especialista em autismo, seja pediatra, psicólogo, psiquiatra. Alguém com especializado em crianças. Não deve ser difícil achar esses profissionais, faça uma pesquisa, peça indicação de outro médico, etc Até onde eu sei, fonoaudiólogos não tem competência nessa área (posso estar falando groselha aqui) e neurologistas estudam mais o cérebro adulto (outra possível groselha). De qualquer forma, mesmo eu estando errado sobre a área de atuação desses profissionais, vc vai ter um insight muito melhor com um médico que estuda crianças e o comportamento delas. Eles provavelmente vão te falar o que fazer quanto ao ensino do seu filho, se ele deve ir para uma escola normal e fazer tratamento por fora, se é melhor ele começar com uma sala especial, etc.

    • Marcio Aquino

      Vlw pelas dicas cara, mas meu filho se relaciona bem com as pessoas e com outras crianças, o que vejo é a dificuldade de se comunicar. A fala dele melhorou muito e hoje já conversa bastante. Já procuramos todos os tipos de profissionais e ainda não conseguimos identificar se ele tem alguma coisa, mas obrigado por compartilhar a sua experiencia e vlw overloadr pela leitura do e-mail.

      • Hey Marcio, eu não sou especialista de p** nenhuma e nem tenho experiência pra dar conselho nenhum, então fica só como uma dica. Minha esposa segue o canal da Flavia Calina, que é uma educadora infantil (acho) e registra no canal a criação da filha dela, a Vitória (hoje tem uns 2 anos). Uma coisa que eu lembro dela dizer é justamente sobre o processo de comunicação da criança. Tem crianças que acabam se comunicando verbalmente bem mais tarde que outras, mas o importante não é falar, mas sim se comunicar. Ela ensinou a filha coisas básicas de linguagem de sinais, e a Vitória ficou um bom tempo só se comunicando com isso.

        O canal dela é esse: youtube.com/user/Fla1982

        • Marcio Aquino

          vlw cara vou dar uma olhada.

  • Felipe Vaz

    Uma informação importante. Já existiu uma banda “os canibalistas”, acreditem! Era a banda da Gisele Madoninha.
    https://www.youtube.com/watch?v=ptIMRuQxHAE

  • El Luchador

    Pô, The Blues Brothers é um filme baseado em sketches de humor nonsense, e assim como o próprio Wayne’s World que foi citado, ambos eram quadros do Saturday Night Live.
    Geralmente quando esses quadros migram da tv para o cinema, eles tendem a ficar nesse formato, bem como aconteceu com os filmes do Monty Python. Enfim, gosto do filme. Se é um bom filme ou não, aí não posso afirmar baseado somente no meu gosto. Não é porque eu gosto de um filme que ele será bom, e vice-versa.

    • El Luchador

      E pra mim tanto faz o áudio.
      Se for esse “normal/de sempre”, tá tudo certo.

      Se for o profisisonal, com microfone de um milhão de reais, também é excelente.

      “ACHO QUE PODERIA ALTERNAR OS ÁUDIOS ENTRE O MOTHERCHIP E O BILHETERIA.”
      #ComoFoderComAVidaDoEditor
      hiauehiauheiuaheiuhaiu

  • Pro gurizão que queria um rock experimental (acho que o Rick vai gostar tb)…

    Essa música é de uma banda canadense que nunca mantém o mesmo nome, eles sempre usam uma variação diferente de Silver Mt Zion. Essa música é muito boa e tem um final muito foda:

    https://www.youtube.com/watch?v=6NiOKsSI9rs

    • Rodrigo Pillotto

      Sim! A Silver mt. Zion é foda demais!
      Pelo menos era antes da saída da Tra-La-La Band, vou escutar os dois últimos álbuns pra ver como que tá..
      O meu preferido é o segundo, “Born into Trouble as the Sparks Fly Upward”, com umas viradas sensacionais.

      https://www.youtube.com/watch?v=0PNmwk2Tr_c

  • Vitor Calfa

    Blues Brothers… É, envelheceu. = Mas eu gostava desse filme a uns anos atrás. No entanto tenho que confessar que hoje eu acho meio sem graça. Salvo a parte musical que é fantástica.

  • Vitor Calfa

    Um comentário para o ouvinte Luís Augusto, que disse ter problema com séries pois os membros da bancada deste podcast (e outros críticos) não aprovam: Apenas reforçando o que a bancada falou, rapaz, critica é critica e gosto é gosto. Eu tenho 34 anos e não concordo em torno de 90% com a opinião dos Overlords (e muitos outros críticos), mas ai é que reside a magia: ouça opiniões alheias, valorize-as, respeite-as e por fim, concorde ou não. Vou dar um exemplo prático: Final Fight Streetwise. Jogo ruim pra muitos, média 3 de 10 na maioria dos reviews internet afora, para muitos um dos capítulos mais negros da história da CAPCOM… E eu amo esse jogo de paixão. O clima urbano e sujo dele simplesmente agrada algo dentro do meu cérebro que eu não sei explicar.

    Se mesmo assim a opinião alheia for importante para você, guarde seus comentários e preferências para si mesmo. Outro exemplo: a bancada não curte a serie Supernatural. OK. Eu curto. Chego cansado do trabalho em casa, querendo relaxar, comer algo e assistir alguma coisa bem “farofa”, bem “café com leite” para dar aquela relaxada: Supernatural na cabeça. =D

    E o mundo segue em frente. No fim das contas, somos poeira cósmica num planeta perdido em algum ponto qualquer de uma galáxia sem relevância, ou seja, se divirta com o entretenimento que você preferir, o universo pouco se importa.

    • Heeeey! Eu gosto de Supernatural!

      Ela só ficou bizarra a partir da 4 temporada…

  • kamycaze

    qual foi o livro recomendado sobre cinema , queria o nome.

  • luc

    Pessoal, vocês precisam realmente fazer um anúncio patrocinado com spoilers do filme logo nos primeiros segundos do podcast? Por favor, revejam essa questão do anúncio patrocinado com spoiler. Caso seja realmente necessário dar spoilers, avisem por favor. vlw!

  • SIIM! Isso! Vamos admitir que esses filmes antigos de humor estúpidos NÃO são bons.