Entre as baladas de uma madrugada dirigindo por estradas desertas e os planos de Wes Anderson, mais um Bilheteria para te ajudar a passar o dia.

Escute agora!

Assine o nosso feed ou baixe o Bilheteria #81 e escute no seu player predileto

Participantes:

Caio Teixeira
Henrique Sampaio
Heitor De Paola

Assuntos abordados:

4 min – American Horror Story
27 min – Rique não gosta de Wes Anderson
38 min – Alice Isn’t Dead
54 min – The Decline of the Western Empire
62 min – The Office
74 min – Horace and Pete
85 min – Emails

Música de Encerramento: Buzzcocks – Ever fallen in love

Caso tenha interesse, assine o nosso Patreon!

Envie emails com perguntas e sugestões para: bilheteria@overloadr.com.br

  • Alexandre Salazar

    O documentário é “The Decline of Western Civilization”.

    • Heitor De Paola

      Isso!

      • Only Coffee is Real

        Vale mencionar que o Darby Crash – vocalista do Germs – cometeu suicídio. A mesma diretora tem um filme de ficção chamado Suburbia, que ilustra de certa forma a mesma época do hardcore/punk americano.

        • Guilherme Brito

          Eu gostei muito de todos os três documentários. O segundo é super engraçado como toda aquela cena do cara na piscina falando um bocado de besteira e o terceiro deve ser o pior porque fala sobre jovens desabrigados, é uma situação muito triste e decadente.

    • Guilherme Brito

      Duas coisas:

      O nome do vocalista é Henry Rollins e Pat Smear, que passou pelo Nirvana e é do Foo Fighters, era o guitarrista do Germs.

  • E Senhor das Armas? Vi faz mto tempo e na época achei daora! Também tem uma sequencia inicial de créditos muito legal!….

  • Chancela
    substantivo feminino
    1.ato, processo ou efeito de chancelar.
    2.selo colgado, aplicado em certos documentos oficiais.

  • FHC

    Hey, por que vocês acham Her tão ruim?

  • Anderson Cardoso

    Pô sobre her

    Eu juro que não entendi esse final ai que o Heitor falou. Sinceramente achei que o filme ficou pior ainda do que já era, achava mais que no por conta da escravidão digital os seres humanos acabaram mais burros e sem rumo sem ter o que fazer a não ser esperar a morte chegar.

    Abs,

  • Fernando Henrique Rosa

    Então, “Henrique” tem esse som no “r” porque vem logo depois de uma consoante. É uma das regras da nossa gramática mesmo.
    Acho que com o “r” não tem exceções. Mas para o “s” essa regra também existe e há um tanto de exceções. Mas se não me engano são palavras iniciadas em “trans”.

  • El Luchador

    Como assim “DEREK é ruimmmmmmmmmm”?

    ahiehaeiuehuiahuiehuiah

    porra, acho fantástica essa série
    inclusive, acho que o Heitor iria gostar bastante.

    • Gabriel PS

      Toda vez que o Heitor fala daquele jeito, que HER é ruim, meu coração chora um cadim

  • Only Coffee is Real

    Joe e Vício Frenético são dois bons filmes dos últimos dez anos com o Nicolas Cage. Ah, ele tá também no elogiado Dog Eat Dog do Paul Schrader, que é desse ano e passou em Cannes.

  • El Luchador
  • Tiago

    Como assim Her é ruim? Her é genuinamente foda! Ouviu sr @disqus_1BxKF6xfxN:disqus? GENUINAMENTE FODA! Beijos! ***=

  • Señora Reversa

    Não vai rolar podcast do Warcraft??? Vcs que manjam desses joguinhos ai podiam fazer um cast pra comparar. E tirar uma duvida. No jogo, aquele Orc Principal la morre tbm igual no filme?

    E aquela meio orc meio humana. Tbm mata o rei com uma facada pelas costas?

  • Fernando Cesarino

    Esperando o filho do Teixeira ser um mini Bambam

  • Thiago Nunes

    Eu gostaria de lembrar a todos que este foi o podcast onde os participantes discutem ser uma família desconstruída pós-moderna e adotar um filho.

    Ou, como eu gosto de pensar na minha cabeça, a premissa de um reboot de “Três Solteirões e uma Pequena Dama”.

  • Ribeiro

    Sobre ter filhos: Meus pais se separaram quando eu era criança e passei por perrengues emocionais e financeiros. Se hoje alguém me oferecesse voltar no tempo para evitar a minha concepção, depois de tudo o que passei, diria com toda a certeza: não, muito obrigado, prefiro ir assistir um show do Michael Jackson. Sendo assim, dependendo do ponto de vista, também dá para afirmar que você está sendo egoísta privando a existência do seu filho, se a sua única preocupação é o planejamento perfeito.

    Já sobre a motivação do Heitor, de agora em diante só vou conseguir imaginá-lo como um velhinho trancado em seu bunker ouvindo Nick Cave enquanto espera o juízo final. Quanto pessimismo! Felizmente o papo terminou esperançoso com a promessa do Overfilho, aquele que certamente ofuscará a Jogabilicasa.

    Ps.: Achei engraçado o Heitor falar que sai para dirigir à noite ouvindo podcast e algumas partes depois dizer que odeia muito os carros. Concordo que engarrafamentos são uma merda, mas o dia que eu não puder mais sentar em um veículo sozinho e sair dirigindo por aí sem rumo, talvez momentaneamente eu me arrependa ter colocado uma criança neste mundo pastel.

    • Heitor De Paola

      É, você tem razão. Meu ódio vem mais do que comigo ocorre na maior tempo em que estou em carro, que é ficar preso em trânsito, ficar estressado, o custo associado a ele etc. Mas há vantagens inegáveis neles também.