Há exatos dois anos o Overloadr nasceu, em meio a uma festa — a nossa maior festa até hoje. O tempo passou, nos adaptamos a diferentes cenários, enfrentamos inúmeros percalços, mas cá estamos, publicando nosso primeiro podcast com a participação do público, gravado em um estúdio profissional que nem em nossos sonhos imaginamos que um dia iríamos alcançar.

Neste episódio especial de aniversário, demos aquela inevitável olhada para trás para vermos o caminho que foi trilhado e onde estamos agora. Ao lado de ouvintes, pudemos compartilhar as alegrias e as dores dessa jornada e notar que, apesar da longa distância percorrida, estamos apenas começando.

Assine o nosso feed ou baixe o MotherTeria – 2 anos de Overloadr e escute no seu player predileto

Participantes:
Henrique Sampaio
Heitor De Paola
Caio Teixeira
VOCÊ

Conheça nossa nova campanha no Apoia-se!

Envie emails com perguntas e sugestões para: bilheteria@overloadr.com.br ou motherchip@overloadr.com.br.

  • Onire de Morais

    Cadê o botão de download? o-o?

    • Thiago Nunes

      Não sei, mas indo em “More Episodes” você pode fazer download pelo Hipcast

  • Fly

    uma pena que eu não pude comparecer, parabéns!!

  • Cadê foto em HD pra gente baixar e deixar de capa no facebook puxando o saco de vcs????

  • “..parece um tourinho”

    Caraca, é mesmo!!!!

  • William Dal Carobo

    Melhor podcast, eu chorei de rir aqui nas perguntas anônimas. Parabéns pelo aniversário 😀

  • Platynews

    De novo pessoas que trabalham em internet percebem que moram numa das cidades mais caras do brasil … e só. Nunca vou entender isso =P

    o membro mais legal do overloadr é o cthulhu, participante de varios videos e podcasts !

    Eu gostei da piada do “não durma com animais” … mas parece que ninguem entendeu xD

  • Power Otaku-Kun

    Eu estava ouvindo agora e o Heitor falando da camisa do Teixeira e não estava entendo, até eu vir aqui no site e ver a capa do Podcast… O Heitor tinha razão o_Ox

    • rodrigo

      jesus esta camisa do Teixeira, meu deus

  • Que coincidência, eu descobri o jogo Harvester há pouco tempo e pensei em sugerir que fizessem uma série com ele. Que pena.

  • Fabiano Castro

    Achei engraçado o ouvinte que disse que por não ter muito tempo/dinheiro ele prefere comprar jogos AAA ao invés de indies. Eu tenho o mesmo problema mas resolvi totalmente ao contrário: depois de dois AAA que eu odiei (Fallout 4 e Metal Gear 5) eu vendi mau ps4 e jogos e fiquei com o meu pc meio merda só jogando indies. Valeu bem mais a pena pra mim gastar os 250 reais mensais que eu gastava com um único jogo em uns 10 menores, já que nenhum deles tinha a obrigação de ser o jogo que eu jogaria pelo próximo mês, e sempre tinha uma joia rara neles que acabava me agarrando.

    • Na real pensei a mesma coisa, quanto menos tempo eu tenho, mais atrativos ficam os indies. Só de pensar nas mil horas de jogos AAA ja me da preguiça (mas mesmo assim terminei o primeiro Dark Souls recentemente com 82 horas, então né)

  • Seitan

    Não consigo fazer downloadr pelos feed’s :/

  • Gabriel Augusto

    Só quero deixar umas coisa bem clara:

    http://f.i.uol.com.br/classificados/images/empregos/15072533.jpeg

    o Teixeira estava de CHINELO E MEIA.

    • Gabriel Augusto

      PS: parece um trio indie de musica eletrônica

  • Rafael Pradella

    Teixeira, isso é uma intervenção. Você realmente deveria parar com isso de camiseta de manga florida, pro seu próprio bem.

  • Adrien Pirmez

    Tenham sempre um snikers pro @riquesampaio:disqus 🙂

  • Anderson Cardoso

    Grande Overloadr !

    Lembro me de quando eu escutava o Verdades Absurdas ouvia o Teixeira e me rachava de rir. depois, descobri o Muito Amor, e o GreenRoom; Após isto vi que um tal de ‘Overcast’ era quem produzia aqueles podcasts procurei e por sugestão da Apple Store tinha um tal de Overloadr. Dei uma olhada nos participantes e lá estava o nome dele o Mito, o Homem Caio Teixeira …logo assinei os casts Motherchip e o Bilheteria maratonei com muito gosto tudo o que vocês fizeram até aquele momento.

    Resumidamente foi assim que cheguei até vocês. Quanto ao conteúdo de videos eu não acho que os antigos materiais que o Heitor editou estejam tão ruins assim não. Volta e meia me pego revendo algum shuffle ou mesmo indicando pra alguém.

    Quanto ao dublando dublagens estou esperando com muita fé que apareça o meu jogo favorito da época o da Pantera cor de rosa, lembro que era um Point N´ click bem engraçado pela dublagem tenho algumas vozes conhecidas na minha memória até hoje.
    Sobre os videos serem longos demais eu também curto assim, não consigo imaginar videos menores que meia hora, os videos ao vivo são meus favoritos e acho incrivel como vocês e o calibre lordal quase não tem cuzão nas lives e quando tem o Heitor antes de dar kick lida muito bem com os trolls !

    Quero um dia ter a paciêcia que ele tem para este tipo de coisa.

    Quanto a reclamar se me permitem, teve uma vez só que não gostei nenhum pouco de um comentário que (de novo) o Heitor fez sobre religão mas não cheguei a citar aqui o que era, talvez um dia em algum boteco eu tomo coragem e chego nele para tentar conversar/argumentar.
    Isto é, se eu lembrar rsrs…e claro se ele quiser!

    * Dúvidas não Anônimas:

    Porque a memória do Heitor para nomes de pessoas, personagens/pseudo-personalidades é tão ruim? Cacete ele não acerta um é Pouca Tela, Bel Peixe Pô sério ? HAHAHA…

    Porque o Teixeira destesta tanto o Thiago Rachid (A.K.A Zangado) ?

    Henrique …eu não tenho nenhuma pergunta pra você 🙁 mas, vou aproveitar essa linha para te sugerir um jogo chamado Valley eu acho que você vai gostar só acho…
    Aproveitando, Heitor te indico o game The Turing Test.

    Bem, acho que é só isso galerinha muito sucesso pra vocês e muitos anos de vida para o Overloadr !

    Abs,

  • Jonathan B.

    Sambaram na música de encerramento, seus lindos!

  • Ramon Peixoto

    Parabéns pelos 2 anos overlindos. Sou um ouvinte relativamente novo (apenas uns 2 meses), e pra falar a verdade nem sei como descobri o site. Mas já quera dizer que vocês tem um lugar guardadinho no meu coração.