O Bilheteria #105 tem uma estrutura um pouco diferente da costumeira. Como agora todos os participantes do episódio assistiram A Chegada, decidimos (no meio da gravação mesmo) falar abertamente sobre o filme, sem nos segurarmos em relação a spoilers. Para garantir que isso não é dor de cabeça a ninguém, toda essa parte está contida no final do Bilheteria, assim, se você não viu A Chegada ainda, não é preciso ficar pulando nada.

Além desse momento repleto de spoilers, também conversamos sobre o quadrinho brasileiro Quad e sobre o livro da narcoliteratura Festa no Covil.

Assine o nosso feed ou baixe o Bilheteria #105 e escute no seu player predileto.

Participantes:

Caio Teixeira
Henrique Sampaio
Heitor De Paola

Assuntos Abordados:

4 min – Nudes do Overloadr, decorações de natal e Tom Cruise
16 min – Quad
25 min – Festa no Covil
38 min – emails
58 min – A Chegada (com spoilers)

Música do final: Jamie Lidell – Julian
Siga a nossa playlist no Spotify.

O Overloadr é um site movido a amor, a uma incrível comunidade e crowdfunding, especificamente via Apoia.se. Para entender por que deixamos o Patreon, leia nosso FAQ. Se você gosta do nosso trabalho, considere contribuir com nossa campanha de financiamento coletivo.

Envie emails com perguntas e sugestões para: bilheteria@overloadr.com.br

  • FHC

    DROGA! Adoro episódios com spoiler, mas ainda não vi A Chegada 🙁

  • fabio tk

    a carly rae jepsen tem uma versão de last christmas bem legal tbm

  • Victor Hugo

    Heitor, pessoas que não sabem se comportar no cinema são indefensáveis, desculpa cara.

    • Heitor De Paola

      Minha intenção não era necessariamente defender o mau comportamento de alguém na sala de cinema, mas ir contra a ideia de que por alguém estar se expressando de uma forma que você discorda (como dar uma risada) enxergar que ela é mais ignorante do que você ou que não está compreendendo o que está ocorrendo no filme.

      • Há comportamentos, momentos e FILMES em que é mais ou menos aceitável, a meu ver. Por exemplo: quando fui ver o oitavo Harry Potter, sentado ao meu lado tinha uma garota falando o tempo todo o que iria acontecer, porque ela já tinha visto o filme (vi no domingo da estreia!!! Ela deve ter visto na sexta ou no sábado). O tempo todo era um ‘agora, vai acontecer isso’, ou “ai, essa parte, vê só, é agora”. Eu não me contive: virei para ela (estava sentada duas cadeiras à minha direita. A cadeira entre nós estava vaga), e gritei pra sala toda ouvir: “CALA A BOCA”. Pronto, ela não abriu mais o bico até o fim do filme 😀

        Mas há filmes, especialmente os de heróis ou de ação que acho aceitável comentários leves ou pessoas sussurrando entre si, especialmente se for um momento empolgante do filme e você quer soltar um PQP de empolgação 😀

  • Spoilers de A Chegada!!

    Quando a Louise (a personagem da Amy Adams) está lá dentro da nave, falando com o Costello e perguntando sobre o Abbot, ele “escreve no ar” o seguinte (de acordo com a legenda): “Abbot está precesso morte”. Ou seja, “Abbot está morrendo”. Obviamente uma consequência da bomba que explodiu lá dentro, momentos antes. Vocês estão hiperanalisando as frases, mas sem levar em conta que as traduções que eles já conseguem fazer são looonge de serem fluidas, então sempre é um apanhado de ideias concatenadas, a partir das quais a Louise faz a interpretação adequada. É a mesma coisa com o Japonês, por exemplo: se você traduzir palavra por palavra, sem reordenar e sem levar em conta o contexto em que ela está, se está após ou antes de outra palavra específica, parece tudo muito mais confuso que a fala do Yoda. Mas a mensagem é transmitida, e é isso o que importa 🙂

  • O “faustinho” depois fez o “macaco” da tv cruj e agora é DJ Caique

  • Paulo Henrique, alguém tão superior como você não deveria assistir filme em uma sala de cinema, principalmente com seu dom telepático de presumir que as pessoas são burras ou não podem se entediar em um filme que você botou no pedestal.

  • Alvaro Sasaki

    Tipo… No meio do spoiler session… Eu acho que o “processo” que um dos personagens passa lá pelo final não foi por conta do que vocês falaram, mas uma coisa citada logo depois pelo parceiro dele. Coisa envolvendo 3000 anos.

  • Andre Asai

    Meo deos, gente! O indie/camp é das 15 às 18h, mas vocês vão falar por no máximo 1h30, o resto é para a galera se conversar e mostrar os jogos deles.

    E quem é de Campinas é Campinense.

    • riquesampaio

      Ahh, o Heitor ficará aliviado em saber disso haha

  • htnetdz

    Socorro essa pessoa que se acha por causa de filminho.

  • :/ A Chegada nem chegou no cinema daqui…

  • AnaniasJr

    Campinas não fica no Vale do Paraíba. Nem Atibaia. Beijos.

  • Ultra com gola rolê

    Eu assisti o filme ontem à noite, confesso que fiquei incomodado com, o conceito de futuro imutável essa atitude fatalista (na minha opinião) tem um pé na moral Cristã, com sua eterna mensagem de submissão, a Deus (leia-se Destino).

  • Márcio Barbosa

    Finalmente assisti A Chegada e estou muito feliz de poder ouvir esse episódio até o final. XD