O Bilheteria #127 chega para oferecer dicas sobre o que se fazer quando se está em Atibaia, visões discrepantes sobre Mulher Maravilha, correlações entre Dias Perfeitos e O Conto da Princessa Kaguya, dúvidas sobre como a primeira pessoa a usar uma asa-delta entendeu que aquilo era viável e outras coisas mais.

Assine o nosso feed ou baixe o Bilheteria #127 e escute no seu player predileto.

Participantes:

Caio Teixeira
Henrique Sampaio
Heitor De Paola

Assuntos abordados:

0 min – Que chuva né?
3 min – Festas infantis (seu otário)
12 min – Mulher Maravilha
48 min – Dias Perfeitos
60 min – O Conto da Princesa Kaguya
75 min – Boogie Naipe
80 min – Memorial da Resistência
94 min – Emails
122 min – Vitrolinha do Tetheu: Patife Band – “Corredor Polonês” e “Pesadelo”

O Overloadr é um site movido a amor, a uma incrível comunidade e crowdfunding, especificamente via Apoia.se. Se você gosta do nosso trabalho, considere contribuir com nossa campanha de financiamento coletivo.

Envie emails com perguntas e sugestões para: bilheteria@overloadr.com.br

  • fabio tk

    rindo horrores vcs achando que tem opinião objetiva sobre o filme

    • Heitor De Paola

      Eu não tô lembrando do contexto. Sobre o que exatamente é isso?

  • Fabio Melo

    Q droga so vou conseguir ouvir amanha… Sobre o filme mulher maravilha, conversando com amigos q assistiram e talz eu fui o unico que me decepcionei um pouco pelo fato de estar esperando algo ”serio” como superman e dawn of justice(que gostei demais), ate o trailer me enganou. Acabei achando o filme meio bobo, com muitas partes engraçadas e talz.

  • Victor

    Eu vi a capa do Bilheteria com a foto do Conto da Princesa Kaguya, e vi que tinha que comentar aqui antes de ouvir. Quando terminar de ouvir, atualizo pra discutir o que vcs disseram.

  • Felipe Valério

    Eu fico impressionado como a minha opinião sobre filme de super heróis diverge de vocês por quê eu acho Capitão América 2 genérico que nem todos os outros filmes da Marvel.

  • tiagocartum

    Bem, sobre a impressão do Teixeira sobre o filme da Mulher Maravilha. As mulheres mais ativistas pelo movimento feminista q eu tenho contato gostaram MUITO do filme. Justamente pela forma e como a personagem principal foi tratada.

    • Caesar

      Mas “determinado grupo” achar tal coisa de um filme não torna o filme bom, só quer dizer que ele aborda bem um assunto em específico

      • tiagocartum

        Sim, n falei sobre a qualidade do filme, até pq não assisti ainda. Mas foi mais pelo incomodo que o Teixeira comentou ter tido e que gostaria de opnião de mulheres sobre o assunto

    • jardel

      Eu observando o Caio tentando defender pq n gostou do filme mulher maravilha só me faz concordar com o Heitor que pra mim tbm ele estava procurando pêlo em ovo.
      Mulher maravilha tem seus problemas , mas é um filme muito bom.

      • Alvaro Sasaki

        Ele quer manter a invencibilidade quanto a assistir só filmes ruins. 😛

    • Pois é, e por isso que eu não queria discutir o assunto sem uma mulher para não ficar dois homens falando sobre feminismo. Mas iremos arrumar isso em breve =)

  • Caesar

    Esse termo “luta meio Dragon Ball” que passaram a usar depois de BvS é tão estranho. Como vocês imaginam que seria uma luta entre deuses? Acho que é Dragon Ball mesmo

    • Thiago Nunes

      Acho que quando a gente diz isso de luta “meio Dragon Ball” é falando de algo que só faria sentido em uma animação e na vida real só parece muito caricatural e ridículo mesmo. Até pra um filme de super-herói.

      E não passaram a usar só depois de BvS não! Da minha lembrança, Matrix Revolutions foi um filme onde a comparação com luta “meio Dragon Ball” foi usada direto!

      • Caesar

        Mas é assim nos quadrinhos, o famoso “POW!!”

        Eu não acho que fique tosco (se for bem feito).

        Em Matrix era ridículo por outros motivos, pois eram vários bonecos de borracha se batendo…

    • Chico Azevedo

      A melhor luta entre deuses que já vi foi entre Darkseid e Superman no último episódio de Liga da Justiça Sem Limites. A luta final de MM tem muita pirotecnia e telecinesia, daí, acredito, que venha a comparação com Dragon Ball.

    • Heitor De Paola

      Eu descrevo assim provavelmente porque Dragon Ball Z é minha primeira referência de figuras super-poderosas, destruindo cenários inteiros, soltando raios e um voando em direção ao outro.

      • Caesar

        Sim, mas é pra ser Dragon Ball Z mesmo…

        • Heitor De Paola

          Ah, eu não tenho a menor ideia do que é ou não para ser. Só acho que passa mais facilmente a ideia de “pessoas voando e se batendo com raios”. E acho que isso é uma referência há muito tempo, não algo que tenha surgido depois de BvS (até porque nem nunca vi esse filme, então sei lá como são as lutas nele).

  • Jonas S. Marques

    Oi, Matheus, sim, eu sei que você está lendo isso, eu VEJO.
    Parabéns por mais um Vitrolinha de grandiosíssima qualidade.
    Aliás, já pensou em publicar o vitrolinha em separado no youtube?
    Eu sei, mais trabalho, não sei onde caberia no canal do Overloadr, talvez um novo.
    Mas, apesar de eu sugerir os podcasts do Overloadr pra todo mundo que conheço, não da pra compartilhar curiosidades legais ou seus devaneios e explicações musicais indicando pra pessoa pular pra 122 minutos de um podcast.
    Enfim, fica aí a sugestão.
    PS. Como eu amo os 3 Overmeninos juntos. Um é o contraponto perfeito do outro, é um triângulo cultural.

  • Pedro Silva

    Vamos botar uma plaquinha no podcast escrito “Estamos há 0 dias sem falar sobre cocô” haha

  • Alvaro Sasaki

    Não vi Mulher Maravilha ainda, mas sobre o nativo americano na Europa, pode ter haver com os nativos americanos na segunda guerra, que eram unidades de comunicação Navajo usando o idioma deles para passar informações e ordens cifradas. Mas sobre a primeira guerra em si, não sei uma razão direta para o personagem estar lá, ainda mais que na época os nativos não eram considerados cidadões americanos e mesmo sendo voluntários para as forças americanas, foram ignorados em grande parte.

  • FHC

    Sobre ditadura, tem um episódio do Projeto Humanos feito por um dos aprendizes do Mizanzuk que entrevistou uma senhora que ficou presa junto com a Dilma. É uma história incrível.
    https://www.projetohumanos.com.br/s03e01

  • Chico Azevedo

    Achei o Teixeira um pouco ranzinza em relação ao filme da Mulher Maravilha. Acho que boa parte dos problemas que ele aponta são “procurando cabelo em ovo” como falou o Heitor. E quanto a levar uma mulher pra dizer o que ela achou desses problemas bem válido, mas é importante dizer que a opinião feminina não é universal, já vi garotas criticando e elogiando o Filme.

  • André Luz

    descobri que eu amo musicas dodecafônicas, adoro essas musicas meio tortas hahaha. excelente programa caras.