No Bilheteria #147 recebemos Alexandre Matias, jornalista que, dentre outras coisas, é criador do Trabalho Sujo, passou pela Editora Conrad, foi editor do Link do Estadão, diretor de redação na Galileu. Além de conversarmos alguns desses pontos de suas carreira, falamos sobre jornalismo, sua relação com a cultura, a vertente que foca em personalidades e muito mais.

Participantes:

Alexandre Matias
Henrique Sampaio
Heitor De Paola

Links citados:

Música do final: Geilomant – Siriusmo

Envie emails com perguntas e sugestões para: bilheteria@overloadr.com.br

  • vim aqui pra deixar esse vídeo que conta com uma entrevista com o visionário diretor de “O Diário de um Exorcista – 0”:

    https://youtu.be/SKk-nXDLo74?t=1609

    • Bruno Leao

      cara o que eu acabei de ver? que programa é esse? Um apresentador narcisista que decora o programa com fotos dele mesmo e as pessoas são entrevistadas ao lado de hambúrgueres frios e a métrica usada para qualquer coisa é o número de views do youtube, não entendi nada então deve ser arte.

      • E são fotos dele de uns 20 anos atrás!!! Em Revista com o Evê Sobral é rum de um jeito especial. Recomendo o programa sobre ufologia e os especiais de estréia de Dragon Ball Z e Cavaleiros do Zodíaco (aparece o presidente da Toei).

        Assim, recomendo se você gostar de vergonha alheia.

  • Bruno Leao

    Ao escutar o nome Matias do Link uma onda de nostalgia despertou sentimentos há muito esquecidos, lembrei-me do tempo que trabalhei no Estadão aonde acompanhava a produção em meio as rotativas, pegava o caderno Informática/Link ainda quentinho. As memórias me trouxeram de volta o cheiro e saudades de pessoas que conheci na época, lágrimas despencaram de meus olhos. Vocês andam revirando meu passado de um jeito estranhamente intimista.
    O caderno foi fundamental no desenvolvimento do meu interesse por tecnologia, influenciando até na escolha de minha formação profissional.
    Obrigado a todos por mais uma avalanche de alegrias, risos, saudade e amor, muito amor.

  • Rubens Mateus Padoveze

    Parabéns estou quase assinado esse podcast