É o último Bilheteria de 2017! Neste episódio para encerrar o ano, conversamos sobre alguns dos principais eventos e temas que dominaram os últimos meses, além de falarmos dos álbuns, filmes e séries que mais gostamos, lançados neste período.

Participantes:

Caio Teixeira
Henrique Sampaio
Heitor De Paola

Assuntos abordados:

6 min – As mudanças de nossa relação com a informação
48 min – Os álbuns de 2017
59 min – Os filmes de 2017
1h22  min – As séries de 2017
1h45 min – Emails

Agradecimentos:

  • Francisco Johann
  • Bruno Trombin

Envie emails com perguntas e sugestões para: bilheteria@overloadr.com.br ou através de nossa página do Facebook.

  • El Luchador

    Logan
    Corra!
    Blade Runner 2049
    Dunkirk
    <3

  • Bruno Leao

    Por que no final dessa música de natal, após diversas mensagens sobre um bom natal o cara começa a cantar Hiroshima e Nagasaki? Estou perdendo a sanidade?

    • Heitor De Paola

      hahaha, “o cara” é a Simone. A menção a Hiroshima e Nagasaki, se não estou enganado, é em referência a termos que lutar pela paz para que tragégias como o disparo da bomba atômica não se repita.

      • Bruno Leao

        A conscientização funcionou, prometo não bombardear nuclearmente nenhuma nação este ano.

  • jardel

    Corra, Logan , fragmentado, Bingo e Bom comportamento foram os filmes do ano pra mim , o cd novo do Far From Alaska eu gostei , mas o 1º é bem melhor , quanto ao filme Enviada do mal ( february) que o Teixeira falou , eu até gostei , mas n achei esse espetáculo todo não , mas enfim gosto é gosto , mas muito bom esse podcast, parabéns galera .

  • OB

    po dudes, gosto muito de vocês, mas so não gosto muito quando vocês falam de politica. falem mais não, vamo falar sobre coisa legal

    • Heitor De Paola

      A gente estava falando sobre as coisas que mais marcaram 2017. Achar que esses assuntos não marcaram este ano, ainda mais quando muito disso envolveu diretamente cultura pop, para falarmos de “coisa legal” é um pedido no mínimo curioso.

  • Tiago Xavier

    É “To Pimp a Butterfly”, não “How to kill a butterfly” kkkk

  • Roberson Fagundes

    Valeu pela indicação do álbum da Letrux Henrique, Grata Surpresa.

    Abraços….

  • O filme que me deixou como deixou o Teixeira no cinema foi o Gravidade (2013)!
    Acho que é um filme que so funciona no cinema por causa da atmosfera que ele cria para tudo que ocorre na tela.