No papel, Resident Evil HD Remaster soa muito estranho. Trata-se de um relançamento em HD de um remake, um desdobramento insano que só poderia existir nos videogames.

Mas, na prática, este é uma maneira nova a acessível de jogarmos um dos melhores títulos da série, que mantém-se bonito e bom até hoje. É isso que Heitor De Paola e Caio Teixeira procuram explorar neste Shuffle, verificando as diferença que este relançamento (do relançamento) possui.

Assista também:
Shuffle – The Evil Within
Prévia – Resident Evil Revelations 2