Continuação de Hotline Miami, Hotline Miami 2: Wrong Number traz mais da ultra-violência que marcou seu predecessor, com mortes brutais e muito, muito sangue.

A maior diferença nesta continuação está no rol de diferentes personagens que temos que usar a cada fase, que por vezes ditam as máscaras e armas às quais temos acesso. Fora isso, como mostrado por Heitor De Paola e Caio Teixeira, Hotline Miami anda envolve morrer muitas vezes na mesma fase, de pouco em pouco aprendendo o que deve ser feito.

Assista também:
Shuffle – Flockers
Shuffle – Besiege (Early Access)

  • Only Coffee is Real

    Heitor, com todo respeito, mas assistir você jogando hotline miami é bem chato. Não que exista uma maneira correta de jogar, mas eu sinto que você não deixa o jogo embalá-lo. Sobra burocracia e falta cocaína na ponta dos seus dedos.

  • Guilherme

    quote pra parte de trás da caixa do jogo

    “Filho da puta” DE PAOLA, Heitor

  • kamycaze

    joguei o primeiro no teclado e mouse mas to na duvida se compro o segundo no pc ou eu dou mais um jogo pro meu ps4 e jogo nele.Alguem que ja jogou usando controle e teclado sabe me dizer quais das duas experiencias e melhor ?

    • Fabiano

      Eu só joguei o primeiro, e pra mim era assim:
      Vita > PS4 > PC > PS3

      • Victor Domiciano

        A unica coisa ruim do vita é no nevorsismo o dedo escorregava naqueles botões pequenos (é um mal de ter mão grande)

        • Fabiano

          kkk pra mim era de boa. Aqueles analógicos são perfeitos pra Hotline Miami, e tocar na tela pra enxergar mais longe e marcar inimigos era divino

  • Victor Domiciano

    Comprei o primeiro , joguei umas fases, mas tava na época de vários jogos acumulados acabei deixando de lado. Mas como a trilha sonora é boa! Baixei a playlist no spotify e é sensacional!

    • Fabiano

      Já cheguei a ligar o jogo, ir até a fase da balada e ficar chapando, pqp.