Aproveitando que a série ToeJam & Earl ganhará agora um novo episódio graças a uma campanha que obteve sucesso no Kickstarter, resolvemos dar uma olhada em onde o amor todo pela série se originou.

Com uma pegada roguelike em que cada partida tem algo de novo, ToeJam & Earl tem um tom humorado, que lembra o de desenhos animados. Henrique Sampaio, fã do jogo, explica o que faz com que ele seja tão especial, enquanto Heitor De Paola, que nunca havia encostado no título, tenta se acostumar com as novas águas.

Assista também:
Retroscópio – SimCity 2000
Shuffle – Darkest Dungeon (Early Access)

  • Antonio Carlos Bleck Bento

    Nada contra o formato atual do retroscopio,osó a titulo de curiosidade mesmo, porque o Teixeira nunca participa dos retroscopios?

    • Heitor De Paola

      Eu creio que foi coincidência mesmo. Ele até ia fazer esse, mas estava ocupado editando os podcasts e não pôde.

  • Arthur Araujo de Souza

    Algumas mecânicas desse jogo me lembraram Don’t Starve. Coletar as partes da nave lembram bastante o momento que é preciso coletar 5 peças para mudar de mundo, andar nas estradas para se movimentar mais rápido, além das aleatoriedades que aparecem no ambiente.

  • Vinicius Siviero

    Eu jogava no mega com minha irmã também. Foi bom relembrar.