É chegada a hora de nos despedirmos de Night Trap! Em nossa terceira andança pela casa, em busca de Augers e outras coisas mais, chegamos ao ponto em que finalmente conseguimos capturar monstrengos o suficiente para vermos a conclusão dessa maravilhosa (sem ironia) pérola dos anos 1990.

E por mais que tenhamos visto já muitos dos absurdos inesperados que esse jogo guarda no Episódio 2, ainda há uma boa quantidade de bizarrices escondidas nos momentos finais desse clássico. Além, é claro, dos perigos constantes criados pelo fato do Henrique sempre ter de parar tudo para ver qualquer cena que inclua a personagem Megan. Mas tudo bem, a série leva o nome dele e Megan é realmente algo especial, então é mais do que compreensível.

Caso você tenha perdido e só esteja chegando ao HRQ vs. FMV agora, recomendamos que antes assista aos episódios um e dois. E fique ligado para outras viagens ao passado, no universo do Full Motion Video, com nossos próximos capítulos dessa série.